Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA marcam retirada de cidadãos de Wuhan com prioridade a diplomatas



26/01/2020 | 10:25


O Departamento de Estado dos EUA confirmou neste domingo que está organizando um único voo fretado para retirar diplomatas e um número limitado de cidadãos americanos de cidades atingidas pelo coronavírus na China, partindo da cidade de Wuhan, ponto central da doença.

Em um e-mail endereçado aos cidadãos dos EUA que vivem na China, o Departamento de Estado disse que um voo deixaria Wuhan na terça-feira e voaria para São Francisco. Convidou os americanos com passaporte válido para entrar em contato com a Embaixada dos EUA em Pequim. Espera-se que os cidadãos paguem mais tarde os custos de viagem, diz o aviso.

"Essa capacidade é extremamente limitada e, se houver capacidade insuficiente para transportar todos os que manifestam interesse, será dada prioridade a indivíduos com maior risco de coronavírus", diz o comunicado.

As autoridades americanas acreditam que cerca de 1.000 cidadãos americanos vivem em Wuhan e nos arredores.

Os EUA também concordaram em ter médicos a bordo do avião para garantir que o esforço da retirada das pessoas não espalhe inadvertidamente o vírus e para assumir a responsabilidade pelo risco de mover pessoas que possam estar doentes ou portadoras da doença.

O aviso divulgado hoje, porém, não diz nada sobre quais procedimentos de segurança, como uma possível quarentena, os passageiros do voo estariam sujeitos depois de chegarem aos EUA.

Fonte: Dow Jones Newswires



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA marcam retirada de cidadãos de Wuhan com prioridade a diplomatas


26/01/2020 | 10:25


O Departamento de Estado dos EUA confirmou neste domingo que está organizando um único voo fretado para retirar diplomatas e um número limitado de cidadãos americanos de cidades atingidas pelo coronavírus na China, partindo da cidade de Wuhan, ponto central da doença.

Em um e-mail endereçado aos cidadãos dos EUA que vivem na China, o Departamento de Estado disse que um voo deixaria Wuhan na terça-feira e voaria para São Francisco. Convidou os americanos com passaporte válido para entrar em contato com a Embaixada dos EUA em Pequim. Espera-se que os cidadãos paguem mais tarde os custos de viagem, diz o aviso.

"Essa capacidade é extremamente limitada e, se houver capacidade insuficiente para transportar todos os que manifestam interesse, será dada prioridade a indivíduos com maior risco de coronavírus", diz o comunicado.

As autoridades americanas acreditam que cerca de 1.000 cidadãos americanos vivem em Wuhan e nos arredores.

Os EUA também concordaram em ter médicos a bordo do avião para garantir que o esforço da retirada das pessoas não espalhe inadvertidamente o vírus e para assumir a responsabilidade pelo risco de mover pessoas que possam estar doentes ou portadoras da doença.

O aviso divulgado hoje, porém, não diz nada sobre quais procedimentos de segurança, como uma possível quarentena, os passageiros do voo estariam sujeitos depois de chegarem aos EUA.

Fonte: Dow Jones Newswires

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;