Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Chuvas deixam famílias desalojadas no Norte e noroeste fluminense



25/01/2020 | 21:05


As chuvas intensas dos últimos dias causaram estragos em municípios do norte e noroeste fluminense. No município de Bom Jesus do Itabapoana, a Defesa Civil local encontrou cerca de 22 famílias vivendo em áreas sob risco de deslizamento no bairro Santa Rosa. Uma rua foi interditada. De acordo com a Prefeitura, os moradores foram cadastrados e seriam encaminhados para um abrigo municipal.

O rio Itabapoana transbordou, e famílias que ficaram ilhadas foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros e por agentes da Defesa Civil na madrugada deste sábado. Vários pontos da cidade ficaram alagados.

O Rio Muriaé também transbordou, deixando vários municípios em estágio de alerta, entre eles Itaperuna. A prefeitura local emitiu alerta na última quinta-feira, 23, recomendando que os habitantes que moram em edificações que ficam debaixo ou sobre barrancos procurassem alojamento na casa de parentes ou vizinhos.

Em Campos dos Goytacazes, a chuva provocava transtornos também deste a tarde de quinta-feira. Neste sábado, equipes do Grupo de Emergência em alagamentos trabalhavam em diferentes bairros. Na região de Santo Eduardo, três famílias ficaram desalojadas depois que o Canal da Onça transbordou. Os moradores foram levados para casa de parentes e amigos.

A Secretaria de Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro informou que "está atuando na Região Norte/Noroeste em apoio aos municípios atingidos pelas fortes chuvas".

"O Cemaden-RJ (Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais) segue monitorando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos. Agentes estaduais estão nos locais dando apoio técnico. Também foi realizada a entrega de material de ajuda humanitária (colchões e kits dormitórios com lençol, cobertor, travesseiro e fronha)", informou a secretaria, em nota.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chuvas deixam famílias desalojadas no Norte e noroeste fluminense


25/01/2020 | 21:05


As chuvas intensas dos últimos dias causaram estragos em municípios do norte e noroeste fluminense. No município de Bom Jesus do Itabapoana, a Defesa Civil local encontrou cerca de 22 famílias vivendo em áreas sob risco de deslizamento no bairro Santa Rosa. Uma rua foi interditada. De acordo com a Prefeitura, os moradores foram cadastrados e seriam encaminhados para um abrigo municipal.

O rio Itabapoana transbordou, e famílias que ficaram ilhadas foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros e por agentes da Defesa Civil na madrugada deste sábado. Vários pontos da cidade ficaram alagados.

O Rio Muriaé também transbordou, deixando vários municípios em estágio de alerta, entre eles Itaperuna. A prefeitura local emitiu alerta na última quinta-feira, 23, recomendando que os habitantes que moram em edificações que ficam debaixo ou sobre barrancos procurassem alojamento na casa de parentes ou vizinhos.

Em Campos dos Goytacazes, a chuva provocava transtornos também deste a tarde de quinta-feira. Neste sábado, equipes do Grupo de Emergência em alagamentos trabalhavam em diferentes bairros. Na região de Santo Eduardo, três famílias ficaram desalojadas depois que o Canal da Onça transbordou. Os moradores foram levados para casa de parentes e amigos.

A Secretaria de Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro informou que "está atuando na Região Norte/Noroeste em apoio aos municípios atingidos pelas fortes chuvas".

"O Cemaden-RJ (Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais) segue monitorando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos. Agentes estaduais estão nos locais dando apoio técnico. Também foi realizada a entrega de material de ajuda humanitária (colchões e kits dormitórios com lençol, cobertor, travesseiro e fronha)", informou a secretaria, em nota.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;