Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Canil clandestino é descoberto em Ribeirão; 10 cães são resgatados

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Diário do Grande ABC

26/01/2020 | 00:03


Parceria entre as equipes da gerência de bem-estar animal de Mauá e da GCM (Guarda Civil Municipal) de Ribeirão Pires descobriu canil clandestino na estância turística. De acordo com a Prefeitura, dez cães das raças American Bully e Bulldog Francês foram resgatados e encaminhados à UPAA (Unidade de Pronto Atendimento Animal) mauaense.

A investigação iniciou em 2019, em Mauá, mas os cães foram encontrados em casa em Ribeirão Pires. O canil era usado para reprodução de cães para comercialização. As matrizes (fêmeas) apresentavam estresse, machucados e mutilações estéticas. O local se encontrava em condições precárias, com fezes, urina, lodo e totalmente descoberto. Os animais estavam molhados, sujos e famintos.

O prefeito Atila Jacomussi (PSB) elogiou o trabalho da equipe da causa animal e classificou as condições insalubres que os cães passavam como “falta de humanidade”. “Não toleramos canis clandestinos e maus-tratos aos animais. Por isso, combatemos sem descanso essa grande maldade. Então, faço um pedido de coração a você: não compre animais, não ajude a financiar esse crime. Quem ama, adota”, disse nas redes sociais.

A primeira-dama do município, Andreia Rolim Rios, participou da ação. “Em dezembro a gente recebeu denúncia de maus-tratos em Mauá e nossa equipe de bem-estar animal esteve presente, notificando. Não permitiram que a gente entrasse no espaço para que verificasse os maus-tratos. Acredito que o proprietário pegou os animaizinhos, escondeu aqui na cidade de Ribeirão (Pires), dentro de condomínio, isolado, onde não tem vizinhos para ver e ouvir os maus-tratos. E graças à nossa equipe conseguimos descobrir que estavam aqui”, contou ela, em vídeo publicado nas redes sociais.

“Ele (proprietário) usa como criadouro. Os filhotes estavam em quarto escuro, cheio de fezes. Como pode maltratar um ser tão inocente, indefeso, trancar em espaço escuro e viver da exploração de uma vida? Vamos tratar, cuidar e pôr na feira de adoção”, emendou.

O responsável pelo canil foi encaminhado à Dicma (Delegacia de Investigação de Infrações e Crimes contra o Meio Ambiente) de Santo André, onde o caso foi registrado. A perícia esteve no local. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Canil clandestino é descoberto em Ribeirão; 10 cães são resgatados

Do Diário do Grande ABC

26/01/2020 | 00:03


Parceria entre as equipes da gerência de bem-estar animal de Mauá e da GCM (Guarda Civil Municipal) de Ribeirão Pires descobriu canil clandestino na estância turística. De acordo com a Prefeitura, dez cães das raças American Bully e Bulldog Francês foram resgatados e encaminhados à UPAA (Unidade de Pronto Atendimento Animal) mauaense.

A investigação iniciou em 2019, em Mauá, mas os cães foram encontrados em casa em Ribeirão Pires. O canil era usado para reprodução de cães para comercialização. As matrizes (fêmeas) apresentavam estresse, machucados e mutilações estéticas. O local se encontrava em condições precárias, com fezes, urina, lodo e totalmente descoberto. Os animais estavam molhados, sujos e famintos.

O prefeito Atila Jacomussi (PSB) elogiou o trabalho da equipe da causa animal e classificou as condições insalubres que os cães passavam como “falta de humanidade”. “Não toleramos canis clandestinos e maus-tratos aos animais. Por isso, combatemos sem descanso essa grande maldade. Então, faço um pedido de coração a você: não compre animais, não ajude a financiar esse crime. Quem ama, adota”, disse nas redes sociais.

A primeira-dama do município, Andreia Rolim Rios, participou da ação. “Em dezembro a gente recebeu denúncia de maus-tratos em Mauá e nossa equipe de bem-estar animal esteve presente, notificando. Não permitiram que a gente entrasse no espaço para que verificasse os maus-tratos. Acredito que o proprietário pegou os animaizinhos, escondeu aqui na cidade de Ribeirão (Pires), dentro de condomínio, isolado, onde não tem vizinhos para ver e ouvir os maus-tratos. E graças à nossa equipe conseguimos descobrir que estavam aqui”, contou ela, em vídeo publicado nas redes sociais.

“Ele (proprietário) usa como criadouro. Os filhotes estavam em quarto escuro, cheio de fezes. Como pode maltratar um ser tão inocente, indefeso, trancar em espaço escuro e viver da exploração de uma vida? Vamos tratar, cuidar e pôr na feira de adoção”, emendou.

O responsável pelo canil foi encaminhado à Dicma (Delegacia de Investigação de Infrações e Crimes contra o Meio Ambiente) de Santo André, onde o caso foi registrado. A perícia esteve no local. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;