Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Grupo de Julinho se desfaz após apoio


Raphael Rocha

25/01/2020 | 00:01


A aliança do vereador Julinho Fuzari (de saída do Cidadania) com o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), gerou forte cisão no grupo que defende o parlamentar. Até porque Julinho, quando se reelegeu, em 2016, deixou claro às pessoas mais próximas: o plano era se candidatar a deputado estadual e se cacifar para a Prefeitura em 2020. Para isso, a tática era a de se manter na trincheira de oposição a Morando. Concomitantemente a isso, abriria espaço para surgimento de outra liderança de seu bloco na Câmara. No fim do ano passado, Julinho se aproximou de Morando e tudo mudou. A ponto de aliados diretos deixarem o grupo do parlamentar e até mesmo utilizar canais públicos de críticas à mudança de postura do vereador.

BASTIDORES

Crise – 1
Cotado para ser o sucessor de Julinho Fuzari (Cidadania) na Câmara de São Bernardo, Fábio Telles foi um dos que criticaram o antigo chefe. Se disse decepcionado com a mudança de postura do parlamentar. Mas, ao mesmo tempo, tem feito vídeos em defesa do prefeito Orlando Morando (PSDB). Nesta semana, por exemplo, esteve na Praça Ibrahim de Almeida Nobre, na região da Avenida Kennedy, para dizer que está correta a atitude do governo em pintar ciclofaixas e ciclovias de azul e amarelo, a despeito de o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) ser claro que essas vias precisam ser demarcadas da cor vermelha.

Crise – 2
Curiosamente, circulou ontem nas redes sociais um áudio no qual Fábio Telles diz que vai apoiar quem pagar mais durante a eleição. “Só quero saber de dinheiro. Quem pagar mais terá meu apoio. Meu nome é Fábio Telles dinheiro. Só quero saber da cifra”, gaba-se.

Crise – 3
Fábio Telles veio a público para se defender. Confirmou a veracidade do áudio, mas disse que estava testando um assessor de Julinho Fuzari (Cidadania). “Eu mandei esse áudio para uma pessoa, foi a única. Mandei porque tinha estranheza na atitude dessa pessoa, que tinha como amigo. Falei coisas sem nexo, falei besteira para saber se vazaria o áudio. Essa pessoa vazou o áudio com birra, porque falei que não vou mais apoiar o vereador dele”, disse Telles, sem citar o nome do assessor.

Regresso
Presidente do conselho deliberativo da AD São Caetano, Pádua Tortorello, irmão de Luiz Olinto Tortorello (prefeito de São Caetano e morto em 2004), encampa um grupo que defende o regresso de Nairo Ferreira de Souza ao comando do clube de futebol da cidade. Atualmente a agremiação é dirigida por Carlos André de Freitas Lopes, que sucedeu Roberto Campi, o Bia, à frente da instituição. Bia, por sua vez, herdou cadeira de Nairo, que após 30 anos como presidente optou por deixar a direção – estava envolto de acusações de irregularidades como gestor do Azulão.

Visita
O deputado federal Alex Manente (Cidadania), com domicílio eleitoral em São Bernardo, visitou ontem o prefeito da Capital, Bruno Covas (PSDB), que está internado no Hospital Sírio-Libanês para a sétima sessão de quimioterapia para tratar câncer no sistema digestivo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grupo de Julinho se desfaz após apoio

Raphael Rocha

25/01/2020 | 00:01


A aliança do vereador Julinho Fuzari (de saída do Cidadania) com o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), gerou forte cisão no grupo que defende o parlamentar. Até porque Julinho, quando se reelegeu, em 2016, deixou claro às pessoas mais próximas: o plano era se candidatar a deputado estadual e se cacifar para a Prefeitura em 2020. Para isso, a tática era a de se manter na trincheira de oposição a Morando. Concomitantemente a isso, abriria espaço para surgimento de outra liderança de seu bloco na Câmara. No fim do ano passado, Julinho se aproximou de Morando e tudo mudou. A ponto de aliados diretos deixarem o grupo do parlamentar e até mesmo utilizar canais públicos de críticas à mudança de postura do vereador.

BASTIDORES

Crise – 1
Cotado para ser o sucessor de Julinho Fuzari (Cidadania) na Câmara de São Bernardo, Fábio Telles foi um dos que criticaram o antigo chefe. Se disse decepcionado com a mudança de postura do parlamentar. Mas, ao mesmo tempo, tem feito vídeos em defesa do prefeito Orlando Morando (PSDB). Nesta semana, por exemplo, esteve na Praça Ibrahim de Almeida Nobre, na região da Avenida Kennedy, para dizer que está correta a atitude do governo em pintar ciclofaixas e ciclovias de azul e amarelo, a despeito de o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) ser claro que essas vias precisam ser demarcadas da cor vermelha.

Crise – 2
Curiosamente, circulou ontem nas redes sociais um áudio no qual Fábio Telles diz que vai apoiar quem pagar mais durante a eleição. “Só quero saber de dinheiro. Quem pagar mais terá meu apoio. Meu nome é Fábio Telles dinheiro. Só quero saber da cifra”, gaba-se.

Crise – 3
Fábio Telles veio a público para se defender. Confirmou a veracidade do áudio, mas disse que estava testando um assessor de Julinho Fuzari (Cidadania). “Eu mandei esse áudio para uma pessoa, foi a única. Mandei porque tinha estranheza na atitude dessa pessoa, que tinha como amigo. Falei coisas sem nexo, falei besteira para saber se vazaria o áudio. Essa pessoa vazou o áudio com birra, porque falei que não vou mais apoiar o vereador dele”, disse Telles, sem citar o nome do assessor.

Regresso
Presidente do conselho deliberativo da AD São Caetano, Pádua Tortorello, irmão de Luiz Olinto Tortorello (prefeito de São Caetano e morto em 2004), encampa um grupo que defende o regresso de Nairo Ferreira de Souza ao comando do clube de futebol da cidade. Atualmente a agremiação é dirigida por Carlos André de Freitas Lopes, que sucedeu Roberto Campi, o Bia, à frente da instituição. Bia, por sua vez, herdou cadeira de Nairo, que após 30 anos como presidente optou por deixar a direção – estava envolto de acusações de irregularidades como gestor do Azulão.

Visita
O deputado federal Alex Manente (Cidadania), com domicílio eleitoral em São Bernardo, visitou ontem o prefeito da Capital, Bruno Covas (PSDB), que está internado no Hospital Sírio-Libanês para a sétima sessão de quimioterapia para tratar câncer no sistema digestivo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;