Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O cartão-postal paulistano

A Avenida Paulista originou um novo Centro para a Capital e vem sendo documentada desde a sua inauguração, em 8 de dezembro de 1891


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

25/01/2020 | 00:01


O projetista da Avenida Paulista, engenheiro uruguaio Joaquim Eugênio de Lima, também teve passagem importante pelo Grande ABC. O loteamento que leva o seu nome faz parte do emblemático Corredor Polonês, que corta a linha Ribeirão Pires a Paranapiacaba.

----

Na aniversariante São Paulo, a Avenida Paulista. Os chamados Barões do Café participaram, luxuosamente, da ocupação da avenida, hoje simbolizada por equipamentos como o Conjunto Nacional, que abriga a majestosa Livraria Cultura.

O retrato inicial da Avenida Paulista, a cores, é obra do francês Victor André Martin Jules (1832-1906). Homem de mil ofícios, entre os quais professor e arquiteto, ele morreu em São Paulo, 15 anos depois de ter documentado a Avenida Paulista na data da sua inauguração.

Já em 1990, cumprindo pauta do Diário, o repórter-fotográfico Celso Luiz fez um ensaio sobre a Avenida Paulista, do qual separamos a imagem de hoje que focaliza o Conjunto Nacional, inaugurado em 1956 e chamado de o primeiro shopping da América Latina.

EM 1990...

Escreveu o Diário, focalizando São Paulo nos seus 436 anos oficiais:
- 63.770 viagens eram feitas diariamente, de ônibus e trem, entre o Grande ABC e o Centro de São Paulo.
- Entre 1980 e 1990 a população paulistana passou de 8.493.229 habitantes para 11.380.300.
- A Capital tinha uma planta com 60 mil ruas e 45 mil quadras em 1.500 quilômetros.
- A cada ano eram abertos 200 quilômetros de novas vias.
- O total de veículos chegava a 4,3 milhões.
- Em 1987 existiam 950 mil empregos em indústrias, 779 mil no comércio e 2.108 milhões no setor de prestação de serviços.
- Em 1990 eram 169 hospitais, 100 cinemas e 40 teatros.
- A população de São Paulo consumia diariamente 150 mil botijões de gás e quase 3 bilhões de litros de água.

Fonte: Sempla (Secretaria Municipal de Planejamento de São Paulo)

O balangandã de Carmen Miranda
Texto: Milton Parron

O programa Memória desta semana será com Carmen Miranda. Razão é simples: ela simboliza o Carnaval do tempo das marchinhas e, como todo ano, com novas histórias, claro, dedicarei alguns programas ao assunto.

Sobre o programa de Carmen Miranda reunimos depoimentos de entrevistas que fizemos há muitos anos com pessoas que conviveram com ela, começando por Ademar Cazé, em cujo programa, na década de 1930, ela teve as primeiras oportunidades. 

Cazé, com ricos detalhes, fala como era a jovem portuguesinha cuja família veio para o Brasil quando Carmen ainda era bebê. 

Dorival Caymmi, João de Barro, Braguinha, Aurora Miranda, Osvaldo Éboli (Vadeco), um dos sete integrantes do Bando da Lua, também estão no programa para falar de Carmen Miranda. 

Depoimento raro, e importante, do humorista Jorge Murad, que foi o mestre de cerimônia que fez a abertura do show no Teatro Santana, em 1934, quando a artista apresentou-se pela primeira vez em São Paulo. Tem ainda a passagem da “pequena notável” pelo aeroporto de Congonhas numa escala de seu avião com destino ao Rio, em 1954. Lá estava a Rádio Bandeirantes, que a entrevistou. 

Os grandes sucessos de Carmen, com especial atenção para as músicas de Carnaval, vão ser o pano de fundo para ilustrar a narração e as entrevistas.

EM PAUTA

Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) –  Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h, além da internet, <CF160>radiobandeirantes.com.br.

Diário há 30 anos
Quinta-feira, 25 de janeiro de 1990 – Ano 32, edição 7285

Manchete – Collor (presidente eleito) assume comando da economia 

- Não vou abrir mão de minhas responsabilidades
- Ninguém que já ocupou cargos fará parte do governo
- Não vamos levar nenhuma proposta objetiva da dívida

Grande ABC – Câmbio defasado prejudica as exportações da região. 

Em 25 de janeiro de...

1885 – João Paulo de Oliveira nasce em Piraporinha, Freguesia de São Bernardo. Foi o responsável pelas festas em honra ao padroeiro do bairro. Tinha duas olarias.

1920 – Lançado o filme O Romance de um Artista, o primeiro com Enrico Caruso, “o grande cantor, o maravilhoso tenor de garganta de ouro” –, conforme a propaganda de então.

1930 – Prefeitura constrói coreto na Praça do Carmo, em Santo André.

- Em Rio Grande (da Serra), o morador Guilherme Monteiro doa à Prefeitura de São Bernardo uma área de 7.000 m² para a construção do novo cemitério.

1940 – São Paulo inaugura a Avenida 9 de Julho.

- Rádio São Paulo inaugura novas instalações, à Avenida Brigadeiro Luiz Antonio, 670.

- São Paulo FC inaugura nova sede social, à Rua Dom José Gaspar, 337.

Hoje

- Dia dos Correios e Telégrafos
- Dia do Carteiro
- Dia Nacional da Bossa Nova. Para marcar o dia do nascimento do maestro Tom Jobim, em 1927.

Santos do dia

- Juventino
- Apolo

Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 25 de janeiro:

- Em São Paulo, Buri, Estrela d’Oeste, São Paulo (Capital) e Vera Cruz

- No Ceará, Apuiarés, Banabuié, Iguatu e Paramoti

- No Paraná, Balsa Nova e Guaporema

- Em Minas Gerais, Paraisópolis 

Fonte:IBGE.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O cartão-postal paulistano

A Avenida Paulista originou um novo Centro para a Capital e vem sendo documentada desde a sua inauguração, em 8 de dezembro de 1891

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

25/01/2020 | 00:01


O projetista da Avenida Paulista, engenheiro uruguaio Joaquim Eugênio de Lima, também teve passagem importante pelo Grande ABC. O loteamento que leva o seu nome faz parte do emblemático Corredor Polonês, que corta a linha Ribeirão Pires a Paranapiacaba.

----

Na aniversariante São Paulo, a Avenida Paulista. Os chamados Barões do Café participaram, luxuosamente, da ocupação da avenida, hoje simbolizada por equipamentos como o Conjunto Nacional, que abriga a majestosa Livraria Cultura.

O retrato inicial da Avenida Paulista, a cores, é obra do francês Victor André Martin Jules (1832-1906). Homem de mil ofícios, entre os quais professor e arquiteto, ele morreu em São Paulo, 15 anos depois de ter documentado a Avenida Paulista na data da sua inauguração.

Já em 1990, cumprindo pauta do Diário, o repórter-fotográfico Celso Luiz fez um ensaio sobre a Avenida Paulista, do qual separamos a imagem de hoje que focaliza o Conjunto Nacional, inaugurado em 1956 e chamado de o primeiro shopping da América Latina.

EM 1990...

Escreveu o Diário, focalizando São Paulo nos seus 436 anos oficiais:
- 63.770 viagens eram feitas diariamente, de ônibus e trem, entre o Grande ABC e o Centro de São Paulo.
- Entre 1980 e 1990 a população paulistana passou de 8.493.229 habitantes para 11.380.300.
- A Capital tinha uma planta com 60 mil ruas e 45 mil quadras em 1.500 quilômetros.
- A cada ano eram abertos 200 quilômetros de novas vias.
- O total de veículos chegava a 4,3 milhões.
- Em 1987 existiam 950 mil empregos em indústrias, 779 mil no comércio e 2.108 milhões no setor de prestação de serviços.
- Em 1990 eram 169 hospitais, 100 cinemas e 40 teatros.
- A população de São Paulo consumia diariamente 150 mil botijões de gás e quase 3 bilhões de litros de água.

Fonte: Sempla (Secretaria Municipal de Planejamento de São Paulo)

O balangandã de Carmen Miranda
Texto: Milton Parron

O programa Memória desta semana será com Carmen Miranda. Razão é simples: ela simboliza o Carnaval do tempo das marchinhas e, como todo ano, com novas histórias, claro, dedicarei alguns programas ao assunto.

Sobre o programa de Carmen Miranda reunimos depoimentos de entrevistas que fizemos há muitos anos com pessoas que conviveram com ela, começando por Ademar Cazé, em cujo programa, na década de 1930, ela teve as primeiras oportunidades. 

Cazé, com ricos detalhes, fala como era a jovem portuguesinha cuja família veio para o Brasil quando Carmen ainda era bebê. 

Dorival Caymmi, João de Barro, Braguinha, Aurora Miranda, Osvaldo Éboli (Vadeco), um dos sete integrantes do Bando da Lua, também estão no programa para falar de Carmen Miranda. 

Depoimento raro, e importante, do humorista Jorge Murad, que foi o mestre de cerimônia que fez a abertura do show no Teatro Santana, em 1934, quando a artista apresentou-se pela primeira vez em São Paulo. Tem ainda a passagem da “pequena notável” pelo aeroporto de Congonhas numa escala de seu avião com destino ao Rio, em 1954. Lá estava a Rádio Bandeirantes, que a entrevistou. 

Os grandes sucessos de Carmen, com especial atenção para as músicas de Carnaval, vão ser o pano de fundo para ilustrar a narração e as entrevistas.

EM PAUTA

Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) –  Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h, além da internet, <CF160>radiobandeirantes.com.br.

Diário há 30 anos
Quinta-feira, 25 de janeiro de 1990 – Ano 32, edição 7285

Manchete – Collor (presidente eleito) assume comando da economia 

- Não vou abrir mão de minhas responsabilidades
- Ninguém que já ocupou cargos fará parte do governo
- Não vamos levar nenhuma proposta objetiva da dívida

Grande ABC – Câmbio defasado prejudica as exportações da região. 

Em 25 de janeiro de...

1885 – João Paulo de Oliveira nasce em Piraporinha, Freguesia de São Bernardo. Foi o responsável pelas festas em honra ao padroeiro do bairro. Tinha duas olarias.

1920 – Lançado o filme O Romance de um Artista, o primeiro com Enrico Caruso, “o grande cantor, o maravilhoso tenor de garganta de ouro” –, conforme a propaganda de então.

1930 – Prefeitura constrói coreto na Praça do Carmo, em Santo André.

- Em Rio Grande (da Serra), o morador Guilherme Monteiro doa à Prefeitura de São Bernardo uma área de 7.000 m² para a construção do novo cemitério.

1940 – São Paulo inaugura a Avenida 9 de Julho.

- Rádio São Paulo inaugura novas instalações, à Avenida Brigadeiro Luiz Antonio, 670.

- São Paulo FC inaugura nova sede social, à Rua Dom José Gaspar, 337.

Hoje

- Dia dos Correios e Telégrafos
- Dia do Carteiro
- Dia Nacional da Bossa Nova. Para marcar o dia do nascimento do maestro Tom Jobim, em 1927.

Santos do dia

- Juventino
- Apolo

Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 25 de janeiro:

- Em São Paulo, Buri, Estrela d’Oeste, São Paulo (Capital) e Vera Cruz

- No Ceará, Apuiarés, Banabuié, Iguatu e Paramoti

- No Paraná, Balsa Nova e Guaporema

- Em Minas Gerais, Paraisópolis 

Fonte:IBGE.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;