Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Pré-candidato do PSB aposta na terceira via

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Leandro vê saturação de Morando e Marinho: ‘Governo atual virou sucessão de escândalos’


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

24/01/2020 | 00:01


Pré-candidato do PSB à Prefeitura de São Bernardo, o médico Leandro Altrão aderiu à análise municipal de espaço para uma terceira via no pleito deste ano pelo fato de o prefeito Orlando Morando (PSDB) e o ex-prefeito Luiz Marinho (PT) computarem altos índices de rejeição.

Recém-filiado à sigla e com garantia do ex-governador Márcio França (PSB) de que o projeto solo é sólido, Leandro não poupou críticas ao governo tucano. “Para mim, a administração é péssima, com sucessão de escândalos de corrupção. Há apadrinhamento político de larga escala. Essa prática se repete há muito tempo. É um governo que vive do marketing, de espalhar outdoor, mas que tem falhas graves no dia a dia”, sustentou.

Ex-funcionário da rede de saúde de São Bernardo, Leandro foi candidato a vereador em 2016. Recebeu 2.660 votos, terminando o pleito como primeiro suplente da legenda – à frente de políticos renomados no município, como os ex-vereadores Zé Ferreira, José Cloves e Marcos Lula.

Leandro citou que deixou a rede pública assim que Morando assumiu o Paço. “Fui demitido por retaliação, por perseguição”, analisou. “Pior de tudo são as práticas (de Morando). Todo cidadão precisa ter educação, ter princípios. Ainda mais se for prefeito. Ele é um prefeito que xinga as pessoas, todo mundo sabe. É lastimável. Não tem estatura para ser prefeito de São Bernardo. Como pode ofender um cidadão? Não à toa as pesquisas mostram que ele é o mais rejeitado (de todos os pré-candidatos).”

O pré-prefeiturável rechaçou possibilidade de composição com o PT dizendo ser o representante dos eleitores que não querem a reeleição de Morando nem o regresso de Marinho. Ele disse ter recebido a garantia de França para sua pré-candidatura.

“Tive história no PT, que, como todos os partidos, teve erros e acertos. Eu lá não tinha voz. Tentava ajudar a corrigir o que está errado. Vi governo desastroso e o PT não reagia. Eu pedi impeachment do Orlando e o PT não concordou comigo. Encontrei no PSB um partido alinhado com aquilo que acredito. Márcio França fez bom governo e tenho autonomia”, comentou.

Leandro, que integra o grupo RenovaBR, recentemente recebeu apoio formal da Rede Sustentabilidade. A aposta é investir nas redes sociais e em caminhadas pela cidade para furar estruturas financeiras de campanha de Morando e Marinho. “O (presidente Jair) Bolsonaro teve mérito na atuação (na internet).” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pré-candidato do PSB aposta na terceira via

Leandro vê saturação de Morando e Marinho: ‘Governo atual virou sucessão de escândalos’

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

24/01/2020 | 00:01


Pré-candidato do PSB à Prefeitura de São Bernardo, o médico Leandro Altrão aderiu à análise municipal de espaço para uma terceira via no pleito deste ano pelo fato de o prefeito Orlando Morando (PSDB) e o ex-prefeito Luiz Marinho (PT) computarem altos índices de rejeição.

Recém-filiado à sigla e com garantia do ex-governador Márcio França (PSB) de que o projeto solo é sólido, Leandro não poupou críticas ao governo tucano. “Para mim, a administração é péssima, com sucessão de escândalos de corrupção. Há apadrinhamento político de larga escala. Essa prática se repete há muito tempo. É um governo que vive do marketing, de espalhar outdoor, mas que tem falhas graves no dia a dia”, sustentou.

Ex-funcionário da rede de saúde de São Bernardo, Leandro foi candidato a vereador em 2016. Recebeu 2.660 votos, terminando o pleito como primeiro suplente da legenda – à frente de políticos renomados no município, como os ex-vereadores Zé Ferreira, José Cloves e Marcos Lula.

Leandro citou que deixou a rede pública assim que Morando assumiu o Paço. “Fui demitido por retaliação, por perseguição”, analisou. “Pior de tudo são as práticas (de Morando). Todo cidadão precisa ter educação, ter princípios. Ainda mais se for prefeito. Ele é um prefeito que xinga as pessoas, todo mundo sabe. É lastimável. Não tem estatura para ser prefeito de São Bernardo. Como pode ofender um cidadão? Não à toa as pesquisas mostram que ele é o mais rejeitado (de todos os pré-candidatos).”

O pré-prefeiturável rechaçou possibilidade de composição com o PT dizendo ser o representante dos eleitores que não querem a reeleição de Morando nem o regresso de Marinho. Ele disse ter recebido a garantia de França para sua pré-candidatura.

“Tive história no PT, que, como todos os partidos, teve erros e acertos. Eu lá não tinha voz. Tentava ajudar a corrigir o que está errado. Vi governo desastroso e o PT não reagia. Eu pedi impeachment do Orlando e o PT não concordou comigo. Encontrei no PSB um partido alinhado com aquilo que acredito. Márcio França fez bom governo e tenho autonomia”, comentou.

Leandro, que integra o grupo RenovaBR, recentemente recebeu apoio formal da Rede Sustentabilidade. A aposta é investir nas redes sociais e em caminhadas pela cidade para furar estruturas financeiras de campanha de Morando e Marinho. “O (presidente Jair) Bolsonaro teve mérito na atuação (na internet).” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;