Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Produção de aço bruto em 2019 no Brasil cai 9%, diz IABR



23/01/2020 | 18:10


A produção brasileira de aço bruto no ano passado caiu 9%, para 32,236 milhões de toneladas, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 23, pelo Instituto Aço Brasil (IABR). A queda foi um pouco maior do que a última estimativa da entidade, que já havia sido revisada para baixo, de recuo de 8,2%. Em dezembro, a produção foi de 2,416 milhões de toneladas, queda de 10,8% na relação anual.

O presidente executivo do Instituto Aço Brasil, Marco Polo de Mello Lopes, destaca que os dados do ano passado mostram que houve melhora no segundo semestre em relação à primeira metade do ano e que o setor está otimista de que as medidas que vêm sendo adotadas pelo governo sinalizam retomada da economia de forma sustentada. "A indústria do aço acredita que com a imprescindível retomada do mercado interno, ela possa melhorar o grau de utilização de sua capacidade instalada", disse em vídeo no site da entidade, ao comentar os dados do ano passado.

O volume produzido de laminados no ano foi de 22,198 milhões de toneladas, queda de 6,3% ante o visto em 2018. No último mês do ano, a retração foi de 14,3%, para 1,42 milhão de toneladas, ainda segundo a entidade.

A produção de aço plano no ano passado foi de 13,049 milhões de toneladas, recuo de 8,5% ante o ano anterior. Em dezembro, por sua vez, a produção de planos chegou em 897 mil toneladas, retração de 16,6% ante dezembro de 2018. A de longos somou 9,149 milhões de toneladas no ano passado, retração de 3,1%. Em dezembro foi de 523 mil toneladas, queda de 10,1%.

As vendas internas foram de 18,5 milhões de toneladas em 2019, o que representa uma retração de 2,2% quando comparada com o apurado em 2018.

O consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos foi de 20,6 milhões de toneladas em 2019, queda de 2,7% ante o visto em 2018.

As importações alcançaram 2,4 milhões de toneladas em 2019, uma retração de 1,9% frente ao apurado no ano anterior.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Produção de aço bruto em 2019 no Brasil cai 9%, diz IABR


23/01/2020 | 18:10


A produção brasileira de aço bruto no ano passado caiu 9%, para 32,236 milhões de toneladas, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 23, pelo Instituto Aço Brasil (IABR). A queda foi um pouco maior do que a última estimativa da entidade, que já havia sido revisada para baixo, de recuo de 8,2%. Em dezembro, a produção foi de 2,416 milhões de toneladas, queda de 10,8% na relação anual.

O presidente executivo do Instituto Aço Brasil, Marco Polo de Mello Lopes, destaca que os dados do ano passado mostram que houve melhora no segundo semestre em relação à primeira metade do ano e que o setor está otimista de que as medidas que vêm sendo adotadas pelo governo sinalizam retomada da economia de forma sustentada. "A indústria do aço acredita que com a imprescindível retomada do mercado interno, ela possa melhorar o grau de utilização de sua capacidade instalada", disse em vídeo no site da entidade, ao comentar os dados do ano passado.

O volume produzido de laminados no ano foi de 22,198 milhões de toneladas, queda de 6,3% ante o visto em 2018. No último mês do ano, a retração foi de 14,3%, para 1,42 milhão de toneladas, ainda segundo a entidade.

A produção de aço plano no ano passado foi de 13,049 milhões de toneladas, recuo de 8,5% ante o ano anterior. Em dezembro, por sua vez, a produção de planos chegou em 897 mil toneladas, retração de 16,6% ante dezembro de 2018. A de longos somou 9,149 milhões de toneladas no ano passado, retração de 3,1%. Em dezembro foi de 523 mil toneladas, queda de 10,1%.

As vendas internas foram de 18,5 milhões de toneladas em 2019, o que representa uma retração de 2,2% quando comparada com o apurado em 2018.

O consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos foi de 20,6 milhões de toneladas em 2019, queda de 2,7% ante o visto em 2018.

As importações alcançaram 2,4 milhões de toneladas em 2019, uma retração de 1,9% frente ao apurado no ano anterior.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;