Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O Tulica em Mauá, sempre artilheiro

A II rodada da quarta taça Tulica de Futebol teve duas goleadas e dois empates. E a história do homenageado ganha novos elementos. Artilheiro em Santo André. Ídolo em vários Estados brasileiros. E história alinhavada também em Mauá. Alberto Soares de Araujo, o Tulica (1952-2012), homenageado pelos veteranos todos os sábados pela manhã no campo do Nacional em Cidade dos Meninos


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

22/01/2020 | 00:01


O jornalista Daniel Alcarria, integrante do Memofut (Grupo Literatura e Memória do Futebol), oferece informações importantes sobre o saudoso craque Tulica.

“Nosso querido e imortal Tulica também é o maior artilheiro da história do Grêmio Esportivo Mauaense, com 41 gols marcados”, assinala Alcarria.

“Tulica jogou na várzea de Mauá após encerrar carreira. Atuou no Paulistinha e no São João”, acrescenta o jornalista, que estuda a história do futebol mauaense e tem descoberto informações até então perdidas nos arquivos dos clubes locais e armazenadas na memória dos esportistas.

A foto de hoje, salva por Daniel Alcarria, focaliza o centroavante Tulica campeão goiano pelo Vila Nova. 

SEGUNDA RODADA

(Sábado, 18-2-2020 – divulgação: Mauricio Silva)

Icontafisco 9 x Unidos do Poliesportivo 0

Nacional 1 x GM 1

São Jorge 5 x Asa de Águia 0

Talebans 1 x Santo André 1

Diário há 30 anos

Domingo, 21 de janeiro de 1990 – Ano 32, edição 7282

Cultura & Lazer – Trabalho é arma e inspiração de bons escritores.

A repórter Jacqueline Enger descobre que grandes autores elegem o suor como seu gerador de ideias. “A ausência de métodos, praticada por Clarice Lispector, encontra poucos seguidores”.

Marcos Rey desprezava anotações: quando uma ideia é boa, a gente não esquece. O autor estava lançando o livro A Sensação de Setembro (opereta tropical).

Ignacio de Loyola Brandão, adepto dos caderninhos: anotações de títulos poéticos ou malucos, sobre livros e filmes, fragmentos. Loyola lançava O Homem que Espalhava o Deserto (infantojuvenil).

Jacqueline Enger também discorria sobre o método de criação dos seguintes autores:

- Carlos Drummond de Andrade

- Ernest Hemingway

- José J. Veiga

- Ferreira Gullar

- William Faulkner

- Geogers Simenon

- Péricles Eugênio da Silva Ramos 

NOTA

Péricles Ramos (1919-1992). Poeta. Foi nosso professor de literatura na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero. Como diretor técnico do Conselho Estadual de Cultura, foi um dos criadores do Museu de Arte Sacra de São Paulo, do Museu da Imagem e do Som e do Museu da Casa Brasileira.

Em 21 de janeiro de...

1915 – O médico-legista da polícia de São Paulo, Dr. José Ribeiro, pelo trem da tarde, vem a Ribeirão Pires a fim de proceder a uma autópsia do carroceiro Firmino Antonio Soares, morto a tiros.

1920 – Preso Clemente João Ferreira, comparsa de Adriano de Almeida na morte do casal Quaglia, Ignácio e Regina, em 10 de agosto de 1919, no Restaurante Quaglia, km 30 da Estrada Velha do Mar, em São Bernardo. Adriano continuava foragido.

De um anúncio: boa ocasião em Ribeirão Pires. Perto da estação, vende-se um bom sobrado e uma casa de tijolos, em boas condições. Preço: 8:000$000. Para maiores informações, à Rua São João, 271.

1930 – Prefeitura autoriza a Empresa Imobiliária de São Bernardo a instalar e executar o serviço de águas na Rua Marechal Deodoro, com ligações domiciliares, mediante a taxa mensal de 10$000.

A água a ser fornecida deverá provir do manancial que a empresa possuía em Nova Petrópolis, loteamento por ela aberto.

O manancial citado ficava nos fundos da atual Chácara Silvestre e já foi aterrado.

É possível observar em algumas ruas de Nova Petrópolis as tubulações originais, em bronze e ferro. Dizem antigos moradores que as tubulações foram importadas da Inglaterra.

1935 – Fundada a Federação do Comércio do Estado de São Paulo, durante a instalação do I Congresso do Comércio Varejista.

1940 – A II Guerra. Do noticiário do Estadão: foram bombardeadas pela aviação finlandesa duas bases aéreas russas instaladas em território da Estônia.

1960 – A EFSJ (Estrada de Ferro Santos a Jundiaí) modernizava seis estações, duas delas na região: Capuava, em Mauá; Utinga, em Santo André.

As outras quatro estações que ganhavam nova roupagem há 60 anos: Mooca, Água Branca, Pirituba e Lapa.

1965 – Instalada solenemente a Faculdade de Direito de São Bernardo.

Santos do dia

- São Vicente, diácono (+304). 

O mártir mais célebre da Espanha e Portugal. 

- Vicente Palotti


Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 22 de janeiro:

- Em São Paulo, São Vicente. O mais antigo município brasileiro, fundado em 1532. O navegador Martin Afonso de Souza é considerado o seu fundador.

Há registros de que esta primeira vila do Brasil já existia em 1502, que é o ano da passagem por ela do navegador Américo Vespúcio na sua viagem a Cananeia.

São Vicente faz divisa geográfica com o Grande ABC.

- No Piauí, Bertolínia

- No Ceará, Icapuí

- Em Goiás, Quirinópolis

Fonte:IBGE.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O Tulica em Mauá, sempre artilheiro

A II rodada da quarta taça Tulica de Futebol teve duas goleadas e dois empates. E a história do homenageado ganha novos elementos. Artilheiro em Santo André. Ídolo em vários Estados brasileiros. E história alinhavada também em Mauá. Alberto Soares de Araujo, o Tulica (1952-2012), homenageado pelos veteranos todos os sábados pela manhã no campo do Nacional em Cidade dos Meninos

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

22/01/2020 | 00:01


O jornalista Daniel Alcarria, integrante do Memofut (Grupo Literatura e Memória do Futebol), oferece informações importantes sobre o saudoso craque Tulica.

“Nosso querido e imortal Tulica também é o maior artilheiro da história do Grêmio Esportivo Mauaense, com 41 gols marcados”, assinala Alcarria.

“Tulica jogou na várzea de Mauá após encerrar carreira. Atuou no Paulistinha e no São João”, acrescenta o jornalista, que estuda a história do futebol mauaense e tem descoberto informações até então perdidas nos arquivos dos clubes locais e armazenadas na memória dos esportistas.

A foto de hoje, salva por Daniel Alcarria, focaliza o centroavante Tulica campeão goiano pelo Vila Nova. 

SEGUNDA RODADA

(Sábado, 18-2-2020 – divulgação: Mauricio Silva)

Icontafisco 9 x Unidos do Poliesportivo 0

Nacional 1 x GM 1

São Jorge 5 x Asa de Águia 0

Talebans 1 x Santo André 1

Diário há 30 anos

Domingo, 21 de janeiro de 1990 – Ano 32, edição 7282

Cultura & Lazer – Trabalho é arma e inspiração de bons escritores.

A repórter Jacqueline Enger descobre que grandes autores elegem o suor como seu gerador de ideias. “A ausência de métodos, praticada por Clarice Lispector, encontra poucos seguidores”.

Marcos Rey desprezava anotações: quando uma ideia é boa, a gente não esquece. O autor estava lançando o livro A Sensação de Setembro (opereta tropical).

Ignacio de Loyola Brandão, adepto dos caderninhos: anotações de títulos poéticos ou malucos, sobre livros e filmes, fragmentos. Loyola lançava O Homem que Espalhava o Deserto (infantojuvenil).

Jacqueline Enger também discorria sobre o método de criação dos seguintes autores:

- Carlos Drummond de Andrade

- Ernest Hemingway

- José J. Veiga

- Ferreira Gullar

- William Faulkner

- Geogers Simenon

- Péricles Eugênio da Silva Ramos 

NOTA

Péricles Ramos (1919-1992). Poeta. Foi nosso professor de literatura na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero. Como diretor técnico do Conselho Estadual de Cultura, foi um dos criadores do Museu de Arte Sacra de São Paulo, do Museu da Imagem e do Som e do Museu da Casa Brasileira.

Em 21 de janeiro de...

1915 – O médico-legista da polícia de São Paulo, Dr. José Ribeiro, pelo trem da tarde, vem a Ribeirão Pires a fim de proceder a uma autópsia do carroceiro Firmino Antonio Soares, morto a tiros.

1920 – Preso Clemente João Ferreira, comparsa de Adriano de Almeida na morte do casal Quaglia, Ignácio e Regina, em 10 de agosto de 1919, no Restaurante Quaglia, km 30 da Estrada Velha do Mar, em São Bernardo. Adriano continuava foragido.

De um anúncio: boa ocasião em Ribeirão Pires. Perto da estação, vende-se um bom sobrado e uma casa de tijolos, em boas condições. Preço: 8:000$000. Para maiores informações, à Rua São João, 271.

1930 – Prefeitura autoriza a Empresa Imobiliária de São Bernardo a instalar e executar o serviço de águas na Rua Marechal Deodoro, com ligações domiciliares, mediante a taxa mensal de 10$000.

A água a ser fornecida deverá provir do manancial que a empresa possuía em Nova Petrópolis, loteamento por ela aberto.

O manancial citado ficava nos fundos da atual Chácara Silvestre e já foi aterrado.

É possível observar em algumas ruas de Nova Petrópolis as tubulações originais, em bronze e ferro. Dizem antigos moradores que as tubulações foram importadas da Inglaterra.

1935 – Fundada a Federação do Comércio do Estado de São Paulo, durante a instalação do I Congresso do Comércio Varejista.

1940 – A II Guerra. Do noticiário do Estadão: foram bombardeadas pela aviação finlandesa duas bases aéreas russas instaladas em território da Estônia.

1960 – A EFSJ (Estrada de Ferro Santos a Jundiaí) modernizava seis estações, duas delas na região: Capuava, em Mauá; Utinga, em Santo André.

As outras quatro estações que ganhavam nova roupagem há 60 anos: Mooca, Água Branca, Pirituba e Lapa.

1965 – Instalada solenemente a Faculdade de Direito de São Bernardo.

Santos do dia

- São Vicente, diácono (+304). 

O mártir mais célebre da Espanha e Portugal. 

- Vicente Palotti


Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 22 de janeiro:

- Em São Paulo, São Vicente. O mais antigo município brasileiro, fundado em 1532. O navegador Martin Afonso de Souza é considerado o seu fundador.

Há registros de que esta primeira vila do Brasil já existia em 1502, que é o ano da passagem por ela do navegador Américo Vespúcio na sua viagem a Cananeia.

São Vicente faz divisa geográfica com o Grande ABC.

- No Piauí, Bertolínia

- No Ceará, Icapuí

- Em Goiás, Quirinópolis

Fonte:IBGE.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;