Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Varejo terá pico em setembro, diz IDV



23/07/2010 | 07:22


O IAV ( Índice Antecedente de Vendas), apurado pelo IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo), indica que a expectativa do setor é de que as vendas subam 5,6% em julho, ante o mesmo mês de 2009, e aumentem 6,2% em agosto, ante igual período do ano passado.

De acordo com o indicador, os dirigentes de estabelecimentos comerciais vinculados ao IDV, que representam cerca de um terço do faturamento do varejo no Brasil, preveem que as vendas atinjam em setembro pico de 6,5%, em relação ao mesmo período de 2009.

"Esses números indicam que o varejo apresenta expansão consistente que deve ser mantida nos próximos meses em função de alguns fatores como alta geração de emprego, avanço da renda da população e aumento da concessão de crédito", explicou Flávio Rocha, conselheiro do IDV e presidente das lojas Riachuelo.

Segundo Marcelo Waideman, economista-chefe da consultoria GS&MD Gouvêa de Souza, o índice deve antecipar em cerca de 120 dias o movimento da comercialização do varejo, apurada pela pesquisa mensal do comércio do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

"As vendas do setor em setembro, por exemplo, serão divulgadas pelo IBGE em novembro, enquanto o IAV já pode hoje indicar qual é a tendência para aquele mês", afirmou Waideman. Segundo ele, é perguntado às 33 empresas vinculadas ao IDV qual é o sentimento de vendas para o mês corrente e dois meses adiante em relação ao mesmo período do ano anterior, o que tira qualquer efeito sazonal.

Para Rocha, a evolução do nível de atividade, a despeito da desaceleração que já ocorre desde o segundo trimestre, deve levar o varejo a registrar bom desempenho neste ano e apresentar aumento de vendas de cerca de 10% em 2010, ante o ano passado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;