Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Mauá: Saulo de Castro promete IML durante campanha


Gislayne Jacinto
Do Diário do Grande ABC

20/10/2004 | 09:22


Às vésperas da definição sobre a eleição do segundo turno em Mauá, o secretário de Segurança Pública do Estado, Saulo de Castro Abreu Filho, a pedido do candidato a prefeito do PV, Leonel Damo, disse nesta terça que vai determinar estudos que viabilizem a instalação de um IML (Instituto Médico-Legal) na cidade. Hoje, os moradores da cidade têm de se deslocar até Santo André para utilizar o serviço público.

"Já vou determinar que seja olhada essa questão. Uma cidade importante como Mauá (população estimada em 384 mil habitantes) não pode depender de um município vizinho", disse o secretário, dando a entender que não tinha conhecimento anterior de que o município não conta com IML.

Ele afirmou que essa proposta é possível atender por meio de uma parceria com a Prefeitura. Segundo Saulo de Castro, o município entra com o prédio e equipamentos e o Estado, com os médicos.

O pedido de Damo foi feito em seu comitê político, minutos antes de o secretário partir para participar de comícios do verde e de sua vice, a tucana Leni Walendy. Ambos entregaram cópia do programa de governo. Eles pediram a Saulo de Castro que seja instalada uma Delegacia Seccional em Mauá e ainda seja feita uma parceria com a cidade para a instalação de 60 postos policiais nas escolas estaduais da cidade. "É preciso fazer estudos técnicos. Não é mera decisão política", respondeu o secretário com relação a essas outras solicitações.

Damo disse que a participação do secretário em sua campanha sinaliza que o município terá o Estado como parceiro caso seja eleito. "O secretário veio aqui em Mauá nos prestigiar, e isso significa que poderemos trazer muitos investimentos para a cidade caso conquistemos a Prefeitura", disse.

Leni afirmou que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e seus secretários representam um reforço na campanha. "O governador tem muita credibilidade", disse.

O secretário de Segurança afirmou que sua decisão de entrar na campanha de Damo é porque é um "homem de partido" e não por recomendação do governador. "Tudo que estiver ao meu alcance eu vou fazer para ajudar. Foi assim em Rio Grande da Serra, onde o Kiko (Adler Teixeira) já é prefeito eleito", afirmou o secretário. Kiko também estava nesta terça em Mauá, assim como o deputado estadual Orlando Morando (PL-São Bernardo). O presidente da Câmara, Diniz Lopes (PL), e o empresário Antonio Carlos de Lima (PL) também participaram da entrega do programa de governo ao secretário de Segurança Pública.

Evangélicos - Em uma disputa acirrada, onde cada voto é decisivo, o candidato Leonel Damo começou a procurar com mais intensidade o voto dos evangélicos. No sábado, ele fará um showmício gospel na avenida Portugal com André Valadão, do grupo Diante do Trono. Esse cantor é muito conhecido entre os evangélicos, e a expectativa é que o evento atraia pelo menos 15 mil pessoas.

Quem tem ajudado Damo a penetrar nesse meio é seu sobrinho evangélico Antonio Carlos de Lima, que no primeiro turno foi candidato a vice-prefeito na chapa de Francisco Carneiro, o Chiquinho do Zaíra (PSB). "O Antonio Carlos e o Chiquinho tiveram um trabalho forte com os evangélicos no primeiro turno e agora eles estão me ajudando", afirmou Damo, que é católico. Ele calcula que a cidade conta com 30 mil eleitores evangélicos.

Para o verde, o voto dos evangélicos será decisivo nesse segundo turno, na disputa com o petista Márcio Chaves Pires. "Tenho certeza que fará a diferença", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;