Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Primeira mocinha de Malhação, Juliana Martins afirma já ter dado aula em presídio



20/01/2020 | 18:10


Lembra dela? Juliana Martins interpretou a primeira protagonista de Malhação, lá em 1995! Na trama teen, ela interpretava

Isabela Bitencourt, que vivia um triângulo amoroso com Romão, personagem de Luigi Baricelli, e Héricles, interpretado por Danton Mello. Hoje com 45 anos de idade, Juliana planeja lançar uma série em breve. Em entrevista à colunista Patrícia Kogut, a artista revelou que essa ideia surgiu depois que ela deu aulas de teatro a menores infratores no Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), no Rio de Janeiro.

- Passei um ano e meio indo ao presídio. As aulas duravam quatro horas e aconteciam duas vezes por semana. Trabalhei com eles o livro Capitães de Areia [de Jorge Amado]. Foi uma experiência incrível. Vivi bons momentos e não me senti ameaçada de forma alguma. Entendi muita coisa sobre adolescência, família, leis, injustiça e criminalidade. Escrevi bastante e filmei depoimentos meus e dos meninos. Quero transformar isso em série. Já estou em conversas com uma roteirista e uma diretora. A ideia é que eu atue no projeto, interpretando a minha personagem.

Além disso, ela está prestes a entrar em turnê com a peça Eu te amo, que está há dez anos em cartaz. Ela contracenará com Heitor Martinez.

- Heitor é um amigão. É a quinta peça que faremos juntos. Começarei a viajar em abril. Iremos a Florianópolis, Teresina, Salvador, Tiradentes, Volta Redonda e São Paulo.

Juliana não participa de novelas desde 2014, quanto atuou em Geração Brasil. Mesmo assim, continua fazendo aparições pequenas na TV.

- Tenho minhas ideias de projetos, mas adoro ser convidada também. Por enquanto, não há nada à vista. Estou com saudades de fazer TV. Em 2020, completo 35 anos de carreira. E Malhação vai fazer 25. É um ano simbólico.

A artista também é mãe de Luisa, de 19 anos de idade. A jovem cursa Comunicação Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro e pretende seguir carreira no cinema.

- Ela foi voluntária no Festival do Rio e tem vontade de mexer com roteiros. Ainda é cedo para dizer se trabalharemos juntas um dia, mas teria tudo a ver. Ela e a turma são os jovens do futuro. Vegetarianos, democráticos, querem direitos iguais para todos e vão às ruas defender o que pensam. São muito conscientes, é bem legal.

Juliana ainda diz que sua relação com a filha não poderia ser melhor.

- Eu sou mãe superamiga, mas ela tem suas melhores amigas. Sei de tudo o que se passa na vida dela, mas são 26 anos de diferença. Ela não é minha brother, mas minha filha, né?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Primeira mocinha de Malhação, Juliana Martins afirma já ter dado aula em presídio


20/01/2020 | 18:10


Lembra dela? Juliana Martins interpretou a primeira protagonista de Malhação, lá em 1995! Na trama teen, ela interpretava

Isabela Bitencourt, que vivia um triângulo amoroso com Romão, personagem de Luigi Baricelli, e Héricles, interpretado por Danton Mello. Hoje com 45 anos de idade, Juliana planeja lançar uma série em breve. Em entrevista à colunista Patrícia Kogut, a artista revelou que essa ideia surgiu depois que ela deu aulas de teatro a menores infratores no Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), no Rio de Janeiro.

- Passei um ano e meio indo ao presídio. As aulas duravam quatro horas e aconteciam duas vezes por semana. Trabalhei com eles o livro Capitães de Areia [de Jorge Amado]. Foi uma experiência incrível. Vivi bons momentos e não me senti ameaçada de forma alguma. Entendi muita coisa sobre adolescência, família, leis, injustiça e criminalidade. Escrevi bastante e filmei depoimentos meus e dos meninos. Quero transformar isso em série. Já estou em conversas com uma roteirista e uma diretora. A ideia é que eu atue no projeto, interpretando a minha personagem.

Além disso, ela está prestes a entrar em turnê com a peça Eu te amo, que está há dez anos em cartaz. Ela contracenará com Heitor Martinez.

- Heitor é um amigão. É a quinta peça que faremos juntos. Começarei a viajar em abril. Iremos a Florianópolis, Teresina, Salvador, Tiradentes, Volta Redonda e São Paulo.

Juliana não participa de novelas desde 2014, quanto atuou em Geração Brasil. Mesmo assim, continua fazendo aparições pequenas na TV.

- Tenho minhas ideias de projetos, mas adoro ser convidada também. Por enquanto, não há nada à vista. Estou com saudades de fazer TV. Em 2020, completo 35 anos de carreira. E Malhação vai fazer 25. É um ano simbólico.

A artista também é mãe de Luisa, de 19 anos de idade. A jovem cursa Comunicação Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro e pretende seguir carreira no cinema.

- Ela foi voluntária no Festival do Rio e tem vontade de mexer com roteiros. Ainda é cedo para dizer se trabalharemos juntas um dia, mas teria tudo a ver. Ela e a turma são os jovens do futuro. Vegetarianos, democráticos, querem direitos iguais para todos e vão às ruas defender o que pensam. São muito conscientes, é bem legal.

Juliana ainda diz que sua relação com a filha não poderia ser melhor.

- Eu sou mãe superamiga, mas ela tem suas melhores amigas. Sei de tudo o que se passa na vida dela, mas são 26 anos de diferença. Ela não é minha brother, mas minha filha, né?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;