Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Garrafa de whisky mais antiga do mundo é leiloada por US$ 28 mil


Das Agências

01/12/2006 | 16:30


Uma garrafa de whisky considerada por especialistas como a mais antiga do mundo foi leiloada na quarta-feira em Londres por 14.850 libras esterlinas (cerca de US$ 28 mil). Segundo a agência Ansa, a garrafa de Glenavon Liquer Whisky foi vendida na casa de leilões Bonhams para um comprador escocês anônimo.

O whisky, segundo os organizadores, foi engarrafado entre 1851 e 1858, e por isso é considerado o mais maturado do mundo. Para os especialistas, o conteúdo da garrafa pode ser bebido, pois não perde seu sabor, como acontece com o vinho.

A garrafa do Glenavon Special Liqueur Whisky, foi produzida pela destilaria de Glenavon, localizada na região de Ballindalloch, no condado escocês de Banffshire. A garrafa de vidro verde, que estava nas mãos de uma família irlandesa há várias gerações, é pequena para este tipo de bebida, com um peso de apenas 390 gramas.

A destilaria Glenavon foi propriedade de John Smith, filho de George Smith, fundador da destilaria vizinha, Glenlivet. John Smith se uniu à empresa familiar em 1846 e estabeleceu uma pequena destilaria em Delnabo, três anos mais tarde.

O especialista em bebidas alcoólicas da casa de leilões Bonhams, Charles MacLean, declarou que essas duas "poderiam ter sido a mesma destilaria". "O certo é que os Smiths fecharam a fábrica de Delnabo em 1858 e no ano seguinte reorganizaram todas as suas destilarias, incluindo Glenavon/Delnabo, na região de Minmore, onde se encontra a atual Glenlivet Distillery", acrescentou.

Segundo o especialista, "as garrafas aut�nticas de whisky s�o muito raras j� a partir da d�cada de 1870".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;