Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Após princípio de incêndio, produção na P-76 foi retomada



19/01/2020 | 11:34


Ontem (18), um princípio de incêndio interrompeu temporariamente a produção na plataforma P-76. A Petrobras, por meio de sua assessoria de imprensa, informou a retomada da operação.

A P-76 está instalada no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, considerado um dos mais promissores no Brasil. A unidade possui capacidade instalada de 150 mil barris por dia de petróleo e de 6 milhões de metros cúbicos por dia de compressão de gás natural.

"O incêndio atingiu uma das três bombas de combate a incêndio da plataforma e foi imediatamente controlado pelo grupo de brigadistas. A produção da unidade, temporariamente suspensa, já foi retomada. Não houve feridos, nem qualquer tipo de vazamento", informou a Petrobras em nota ao Broadcast.

A empresa disse ainda que os órgãos competentes foram comunicados e que vai instaurar uma comissão para investigar as causas do incêndio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após princípio de incêndio, produção na P-76 foi retomada


19/01/2020 | 11:34


Ontem (18), um princípio de incêndio interrompeu temporariamente a produção na plataforma P-76. A Petrobras, por meio de sua assessoria de imprensa, informou a retomada da operação.

A P-76 está instalada no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, considerado um dos mais promissores no Brasil. A unidade possui capacidade instalada de 150 mil barris por dia de petróleo e de 6 milhões de metros cúbicos por dia de compressão de gás natural.

"O incêndio atingiu uma das três bombas de combate a incêndio da plataforma e foi imediatamente controlado pelo grupo de brigadistas. A produção da unidade, temporariamente suspensa, já foi retomada. Não houve feridos, nem qualquer tipo de vazamento", informou a Petrobras em nota ao Broadcast.

A empresa disse ainda que os órgãos competentes foram comunicados e que vai instaurar uma comissão para investigar as causas do incêndio.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;