Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

McGregor nocauteia Cerrone em 40s na luta principal do UFC 246

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


19/01/2020 | 09:20


Depois de mais de um ano afastado das competições, período em que procurou se distanciar das polêmicas, Conor McGregor teve um retorno triunfal. Na luta principal do UFC 246, em Las Vegas, válida pelo peso meio-médio, o irlandês precisou de apenas 40 segundo para derrotar o norte-americano Donald Cerrone por nocaute técnico.

"Eu fiz história esta noite, construí um novo recorde. Sou o primeiro lutador da história do UFC a nocautear nos penas, nos leves e agora no peso meio médio. Estou muito orgulhoso disso", disse McGregor.

O irlandês, apelidado de "Notorious", voltou a vencer após mais de três anos. Seu último triunfo havia sido em novembro de 2016, quando bateu o norte-americano Eddie Alvarez. McGregor afirmou que pretende seguir lutando nos 77 kg e pode, assim, duelar contra Jorge Masvidal ou Kamaru Usman.

Sedento pela vitória, McGregor foi preciso e letal. Ele aplicou duros golpes assim que a luta foi iniciada e acertou um chute em cheio na cabeça de Cerrone, para deixar o rival atordoado. Na sequência, desferiu socos até o árbitro Herb Dean interromper o embate.

VITÓRIA BRASILEIRA - Único representante do Brasil no UFC 246, Carlos Diego Ferreira fez bonito em Las Vegas. O amazonense dominou e finalizou o norte-americano Anthony Pettis, ex-campeão do peso leve, no 2º round da luta do card principal, conseguindo o triunfo mais importante de sua carreira.

Radicado nos Estados Unidos e pouco conhecido no Brasil, Diego Ferreira finalizou Pettis com um mata leão a 1min46s do segundo round. Foi o sexto triunfo do brasileiro, que não perde desde 2015. Já o norte-americano amargou seu segundo revés seguido.

Vale lembrar que o combate entre Claudia Gadelha x Alexa Grasso foi cancelado porque a rival da brasileira estava acima do limite de peso permitido.

Nas outras três lutas do card principal, Holly Holm venceu Raquel Pennington por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28), o ucraniano Alexey Oleinik derrotou Maurice Greene por finalização no segundo round e Brian Kelleher superou Ode Osbourne por finalização no primeiro round.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;