Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Hamas 'devolve a bola' aos israelenses no processo de paz


Da AFP

05/03/2006 | 14:45


O movimento islâmico palestino Hamas finalizou neste domingo uma visita a Moscou, na Rússia, e jogando para os israelenses a responsabilidade sobre do processo de paz no Oriente Médio. Mais cedo, a Al Qaeda havia convocado o grupo para prosseguir com a luta armada.

"Se os israelenses estiverem dispostos a reconhecer os direitos dos palestinos e um Estado palestino completamente independente, nesse caso, nós estaremos dispostos a anunciar nossa posição a respeito de Israel", disse um membro da delegação em Moscou, Mohammed Nazzal.

"Não dizemos não a tudo. Sabemos que estamos numa nova fase e que devemos mudar, mas se quiserem que o Hamas modifique sua política, também devem pedir que os israelenses mudem a sua", insistiu.

O grupo palestino, que realizou sua primeira grande visita internacional desde a vitória nas eleições legislativas palestinas em janeiro, se negou a acatar as exigências do Quarteto Internacional (Estados Unidos, Rússia, UE e ONU), reiteradas pelos russos durante a visita.

Todos eles pediam que o Hamas, considerado por Estados Unidos e UE (União Européia) como uma organização terrorista, renunciasse a violência e reconhecesse Israel se quiser manter a ajuda internacional.

O líder do grupo islâmico, Mohamed Mechaal, que liderava a delegação, reiterou que Israel deve, em primeiro lugar, se retirar de "todos os territórios ocupados desde 1967, permitir o retorno dos refugiados e libertar todos os prisioneiros". No entanto, ele não excluiu a possibilidade de reconhecer o direito a existir de Israel.

O Hamas recebeu o apoio dos 22 países da Liga Árabe que denunciaram no sábado, no Cairo (Egito), as "condições injustas" colocadas pelo Quarteto e defenderam a iniciativa de paz árabe de 2002, que pede a retirada israelense dos territórios para uma normalização das relações com Israel.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;