Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Heleno elogia reação contra declarações de Roberto Alvim



18/01/2020 | 15:43


O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, elogiou a reação contra as declarações de Roberto Alvim, demitido da Secretaria Especial de Cultura depois de copiar trecho de um discurso de Joseph Goebbels, ministro da propaganda da Alemanha nazista.

"Fantástica, e até emocionante, a reação de intelectuais, artistas, historiadores, professores, estudantes, militares e da nação como um todo, ao infeliz resgate de pensamentos nazistas", escreveu Heleno em sua conta no Twitter. "Mostra uma face da convicção e do apego de nosso povo à democracia e às liberdades individuais.", completou.

O presidente Jair Bolsonaro demitiu o secretário nesta sexta após pressão dos presidentes da Câmara, do Senado, do STF, da comunidade judaica e de eleitores. O discurso de Alvim gerou a mais forte reação a um pronunciamento ideológico desde o início do atual governo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Heleno elogia reação contra declarações de Roberto Alvim


18/01/2020 | 15:43


O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, elogiou a reação contra as declarações de Roberto Alvim, demitido da Secretaria Especial de Cultura depois de copiar trecho de um discurso de Joseph Goebbels, ministro da propaganda da Alemanha nazista.

"Fantástica, e até emocionante, a reação de intelectuais, artistas, historiadores, professores, estudantes, militares e da nação como um todo, ao infeliz resgate de pensamentos nazistas", escreveu Heleno em sua conta no Twitter. "Mostra uma face da convicção e do apego de nosso povo à democracia e às liberdades individuais.", completou.

O presidente Jair Bolsonaro demitiu o secretário nesta sexta após pressão dos presidentes da Câmara, do Senado, do STF, da comunidade judaica e de eleitores. O discurso de Alvim gerou a mais forte reação a um pronunciamento ideológico desde o início do atual governo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;