Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Ex-presidente da Enron se nega a depor sobre falência


Das Agências

12/02/2002 | 15:34


O ex-presidente da empresa americana de energia Enron Kenneth Lay se negou nesta terça-feira a dar explicações ao Congresso sobre as causas da falência do grupo, invocando a quinta emenda da constituição dos Estados Unidos.

"Meus advogados me recomendaram a não falar na base da quinta emenda da Constituição", disse Lay antes de se levantar e se retirar da sala de audiências.

A audiência no Congresso foi aberta nesta terça-feira com uma série de intervenções de senadores que criticaram a decisão do executivo de não se explicar sobre a falência do grupo, a maior da história dos Estados Unidos.

"Senhor Lay, lamento que tenha decidido não falar a esta comissão, ante o público americano, para explicar como o senhor e os outros dirigentes da empresa faltaram em sua responsabilidade", disse o senador republicano do Arizona, John McCain.

A Enron está sob a proteção da lei de falências (artigo 11, o que equivale a uma concordata) desde 2 de dezembro, após se conhecer manipulações contábeis semanas antes. A falência do grupo arruinou seus acionistas e muitos de seus funcionários, que tinham seus fundos de pensão em ações da companhia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;