Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Trégua comercial da China com EUA deve garantir superávit em conta corrente



17/01/2020 | 09:47


A China deve manter um pequeno superávit em conta corrente em 2020, graças à trégua comercial com os EUA e a uma redução no déficit da balança de serviços, disse hoje a porta-voz do órgão regulador de câmbio chinês (Safe, na sigla em inglês), Wang Chunying.

Nos primeiros três trimestres de 2019, a China acumulou superávit em conta corrente de US$ 137,4 bilhões, equivalente a 1,3% de seu Produto Interno Bruto (PIB), segundo dados oficiais.

De acordo com Wang, a China deve manter um superávit estável no comércio de bens após assinar o acordo comercial de "fase 1" com os EUA em Washington, na última quarta-feira (15).

Ela acrescentou que o avanço do turismo da China no exterior deve desacelerar depois de anos de rápida expansão, o que deve ajudar a diminuir o déficit no comércio de serviços.

Wang disse ainda que o acordo preliminar com os EUA foi uma sinalização positiva para o mercado de câmbio da China, uma vez que o yuan se fortaleceu nos últimos dias. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trégua comercial da China com EUA deve garantir superávit em conta corrente


17/01/2020 | 09:47


A China deve manter um pequeno superávit em conta corrente em 2020, graças à trégua comercial com os EUA e a uma redução no déficit da balança de serviços, disse hoje a porta-voz do órgão regulador de câmbio chinês (Safe, na sigla em inglês), Wang Chunying.

Nos primeiros três trimestres de 2019, a China acumulou superávit em conta corrente de US$ 137,4 bilhões, equivalente a 1,3% de seu Produto Interno Bruto (PIB), segundo dados oficiais.

De acordo com Wang, a China deve manter um superávit estável no comércio de bens após assinar o acordo comercial de "fase 1" com os EUA em Washington, na última quarta-feira (15).

Ela acrescentou que o avanço do turismo da China no exterior deve desacelerar depois de anos de rápida expansão, o que deve ajudar a diminuir o déficit no comércio de serviços.

Wang disse ainda que o acordo preliminar com os EUA foi uma sinalização positiva para o mercado de câmbio da China, uma vez que o yuan se fortaleceu nos últimos dias. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;