Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Jovem preso injustamente deve ser solto nesta quarta-feira

Reprodução/ Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Segundo a família, rapaz foi acusado por engano; evidências apontam que ele não estava no local do roubo


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

14/01/2020 | 20:37


Kauan Oliveira Santos, de 18 anos, preso no último dia 2 de janeiro, na Vila Príncipe de Gales, em Santo André, deve ser solto nesta quarta-feira (15) pelo CDP (Centro de Detenção Provisória) da cidade. Segundo familiares e amigos, o jovem foi levado pela polícia e acusado de roubo por engano. O rapaz Lucas Nascimento, 20, preso na mesma operação, também será solto. 

Segundo o TJ (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo), foi expedido alvará de soltura hoje e já encaminhado ao CDP. Porém, como o documento foi enviado após às 16h, os jovens só serão liberados amanhã, entre 10h30 e 11h30. 

A advogada do caso, Bruna Basílio de Morais, ressalta que por conta das provas apresentadas a juiza do caso, Teresa Cristina Cabral Santana, da 2ª Vara Criminal, “há provas suficientes de que ele (Kauan) não estava no local do roubo”, como a geolocalização de Kauan - que aponta local diferente do furto - e um erro na hora do reconhecimento facial dos jovens. 

A próxima audiência, que estava programada para o dia 20 de fevereiro, foi remarcada para o dia 1 de julho, na presença de testemunhas.

O CASO - Segundo os depoimentos, Kauan tinha ficado a tarde toda com a família na calçada de casa, já que o bairro estava sem energia e, por volta das 20h, trocou de roupa e avisou que iria com amigos em churrascaria, porém, antes passariam para buscar um integrante da turma no centro comunitário, localizado na Rua Fernando de Noronha, no mesmo bairro em que mora. Os amigos do jovem disseram que, ao chegar no local, logo a polícia "enquadrou" os cinco garotos e mais um, que eles não conheciam – Lucas Nascimento –, que também foi preso.

José Roberto dos Santos, 44, e Luciene Sales de Oliveira Santos, 41, pais de Kauan, contaram à equipe de reportagem do Diário que o rapaz, que não tem antecedente criminal, tampouco envolvimento com drogas, tinha o sonho de ser advogado. Segundo a família, o garoto participou do programa de jovem aprendiz do Fórum de São Bernardo e, no ano passado, entrou na faculdade de direito da Uninove, onde cursou um semestre, enquanto fez estágio em escritório de advocacia.

A família afirma que espera que o responsável pelo roubo seja encontrado. O local em que o carro foi encontrado estava a 100 metros dos rapazes. A vítima afirmou, em depoimento, que foram lavados todos os seus pertences, como celular, aliança e bolsa. Entretanto, nada foi encontrado com os acusados.

O Diário teve acesso ao boletim de ocorrência e, segundo o histórico, logo após a polícia receber informação do roubo do carro e pertences, foi acionada sobre outro crime, um roubo a transeunte, na Rua Las Palmas, altura do número 181, na Vila Palmares, em Santo André, no qual um veículo Spin, de cor preta, tinha sido usado pelos criminosos.

Na sequência, policiais afirmam ter encontrado o carro estacionado na Rua Cambuci, altura do número 10, na Vila Príncipe de Gales, em Santo André. Ao se aproximarem, notaram dois indivíduos com as mesmas características fornecidas pelas vítimas andando a cerca de 10 metros do carro e, por isso, fizeram a abordagem. Ainda segundo o boletim de ocorrência, Kauan e Lucas negaram a autoria do crime. No carro, os agentes encontraram alianças e a chave de uma residência de uma das vítimas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jovem preso injustamente deve ser solto nesta quarta-feira

Segundo a família, rapaz foi acusado por engano; evidências apontam que ele não estava no local do roubo

Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

14/01/2020 | 20:37


Kauan Oliveira Santos, de 18 anos, preso no último dia 2 de janeiro, na Vila Príncipe de Gales, em Santo André, deve ser solto nesta quarta-feira (15) pelo CDP (Centro de Detenção Provisória) da cidade. Segundo familiares e amigos, o jovem foi levado pela polícia e acusado de roubo por engano. O rapaz Lucas Nascimento, 20, preso na mesma operação, também será solto. 

Segundo o TJ (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo), foi expedido alvará de soltura hoje e já encaminhado ao CDP. Porém, como o documento foi enviado após às 16h, os jovens só serão liberados amanhã, entre 10h30 e 11h30. 

A advogada do caso, Bruna Basílio de Morais, ressalta que por conta das provas apresentadas a juiza do caso, Teresa Cristina Cabral Santana, da 2ª Vara Criminal, “há provas suficientes de que ele (Kauan) não estava no local do roubo”, como a geolocalização de Kauan - que aponta local diferente do furto - e um erro na hora do reconhecimento facial dos jovens. 

A próxima audiência, que estava programada para o dia 20 de fevereiro, foi remarcada para o dia 1 de julho, na presença de testemunhas.

O CASO - Segundo os depoimentos, Kauan tinha ficado a tarde toda com a família na calçada de casa, já que o bairro estava sem energia e, por volta das 20h, trocou de roupa e avisou que iria com amigos em churrascaria, porém, antes passariam para buscar um integrante da turma no centro comunitário, localizado na Rua Fernando de Noronha, no mesmo bairro em que mora. Os amigos do jovem disseram que, ao chegar no local, logo a polícia "enquadrou" os cinco garotos e mais um, que eles não conheciam – Lucas Nascimento –, que também foi preso.

José Roberto dos Santos, 44, e Luciene Sales de Oliveira Santos, 41, pais de Kauan, contaram à equipe de reportagem do Diário que o rapaz, que não tem antecedente criminal, tampouco envolvimento com drogas, tinha o sonho de ser advogado. Segundo a família, o garoto participou do programa de jovem aprendiz do Fórum de São Bernardo e, no ano passado, entrou na faculdade de direito da Uninove, onde cursou um semestre, enquanto fez estágio em escritório de advocacia.

A família afirma que espera que o responsável pelo roubo seja encontrado. O local em que o carro foi encontrado estava a 100 metros dos rapazes. A vítima afirmou, em depoimento, que foram lavados todos os seus pertences, como celular, aliança e bolsa. Entretanto, nada foi encontrado com os acusados.

O Diário teve acesso ao boletim de ocorrência e, segundo o histórico, logo após a polícia receber informação do roubo do carro e pertences, foi acionada sobre outro crime, um roubo a transeunte, na Rua Las Palmas, altura do número 181, na Vila Palmares, em Santo André, no qual um veículo Spin, de cor preta, tinha sido usado pelos criminosos.

Na sequência, policiais afirmam ter encontrado o carro estacionado na Rua Cambuci, altura do número 10, na Vila Príncipe de Gales, em Santo André. Ao se aproximarem, notaram dois indivíduos com as mesmas características fornecidas pelas vítimas andando a cerca de 10 metros do carro e, por isso, fizeram a abordagem. Ainda segundo o boletim de ocorrência, Kauan e Lucas negaram a autoria do crime. No carro, os agentes encontraram alianças e a chave de uma residência de uma das vítimas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;