Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Gisele Bündchen relembra ataques de pânico e fala sobre segredo do sucesso de seu casamento

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


14/01/2020 | 12:11


Gisele Bündchen abriu o coração ao falar sobre a relação com o marido, o jogador de futebol americano, Tom Brady, e sua família com o craque. Em entrevista ao caderno The Observer, do jornal The Guardian, a modelo brasileiro falou que estar presente e se dedicar são os segredos para manter o casamento de 12 anos:

- Acho que isso leva à realização, porque eles não têm metade de você, eles têm você por inteira. Estou com meu marido há mais de 12 anos e, como você sabe, os homens são muito...eles querem muita atenção. É como se, eles exigem...Os homens precisam de muita atenção, como as crianças, como sua família e seus amigos, disse.

Gisele, que é mãe de Vivian e Benjamin, completou:

- É a mesma coisa com os meus filhos. Quando estou com eles, estou com eles, no chão com eles, conversando com eles, realmente os ouvindo. O mesmo é quando estou com meu marido, explicou.

Ela, que ainda é madrasta de John, de 12 anos de idade, filho de Brady com Bridget Moynahan, ainda falou:

- Então, acho que a parte importante é ter momentos totalmente presentes com todos.

Na entrevista, Gisele Bündchen também falou sobre o medo de morrer que já sentiu anos atrás em sua vida.

- Eu poderia ter tomado uma pílula, mas decidi que não. Vou acordar todas as manhãs, vou meditar e fazer um trabalho de respiração. Levou meses. Tudo começa com discplina, explicou ela sobre o tratamento para a depressão.

E relembrou os ataques de pânico que já sofreu:

- Quando tive um ataque de pânico, pensei que ia morrer. Eu estava assustada. Eu não conseguia respirar. O que eu percebi foi que eu estou criando isso para mim: estamos criando as vidas que estamos vivendo com nossas ações e temos uma escolha. Eu escolhi entrar na minha rotina de meditação porque foi uma ferramente que eu achei para me curar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;