Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ganenses e marfinenses se refugiam em embaixadas


Da AFP

15/06/2003 | 18:27


Cerca de cinco mil cidadãos ganenses e uns 250 marfinenses, que fogem dos combates dos últimos dias nos subúrbios de Monróvia, se refugiaram nas embaixadas de seus respectivos países na capital liberiana.

Segundo o porta-voz Tobias Mensah, cerca de cinco mil ganenses, procedentes em sua maioria dos condados de Maryland, Grand Bassa e Sinoe (leste) se refugiaram na embaixada de Gana.

Segundo a mesma fonte, a estes ganenses se somaram outros dos subúrbios noroeste da capital, atacados pelos Liberianos Unidos para a Reconciliação e a Democracia (LURD) entre 5 e 12 de junho passados.

Na embaixada da Costa do Marfim, em Monróvia, crianças e mulheres dividem um pouco de arroz, sentados no gramado do jardim da sede diplomática.

Os 250 marfinses, assim como os ganenses, esperam que seus governos organizem uma evacuação nos próximos dias, antes que as condições de vida nas embaixadas se tornem verdadeiramente drásticas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;