Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Últimos dias para regularização do título

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

28/04/2008 | 07:01


É grande a procura dos cartórios eleitorais do Grande ABC para a regularização dos títulos. A corrida é para fazer transferências de domicílio, reativação e pedido do documento. O prazo termina no dia 7 de maio.

Em Santo André e São Bernardo, dois dos maiores colégios eleitorais da região, com cerca de 520 mil votantes cadastrados cada, o movimento dos cartórios aumenta gradativamente. Em São Caetano, os eleitores buscam as repartições para reativar os títulos cancelados em 2007.

As zonas eleitorais localizadas nos centros das cidades a situação é mais tranqüila, pois há maior concentração de lojas, com residências escassas.

Muitos locais funcionarão em plantão no sábado e no domingo e com horários estendidos, ou farão esquema especial para atendimento ao público nos últimos dias de regularização dos títulos.

Na 383ª zona eleitoral, uma das dez localizadas em Santo André, a procura para colocar o documento em dia, para estar apto a votar na eleição de outubro, está aumentando. O cartório atende 50 munícipes, diariamente. A previsão de crescimento no movimento fez com que a direção do departamento remanejasse os móveis para acomodar mais eleitores.

Já no 409º cartório, um dos seis de São Bernardo, o movimento é de 70 pessoas por dia. “A procura tem aumentado. Esperamos um pequeno crescimento do número de eleitores”, analisa a chefe da seção, Miriam Cassiano.

O cidadão que não regularizar o título até o dia 7 de maio terá o documento cancelado. Com isso, a pessoa fica impedida de tirar o CPF (Cadastro de Pessoa Física) e o passaporte. Também não consegue participar de concurso público, renovar matrícula em estabelecimento de ensino e obter empréstimo em estabelecimento mantido pelo governo.

Para tirar ou transferir o título, os documentos necessários são: identidade com foto e comprovante de endereço. Para os homens que fizeram 18 anos, é necessária a apresentação do certificado de alistamento militar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Últimos dias para regularização do título

Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

28/04/2008 | 07:01


É grande a procura dos cartórios eleitorais do Grande ABC para a regularização dos títulos. A corrida é para fazer transferências de domicílio, reativação e pedido do documento. O prazo termina no dia 7 de maio.

Em Santo André e São Bernardo, dois dos maiores colégios eleitorais da região, com cerca de 520 mil votantes cadastrados cada, o movimento dos cartórios aumenta gradativamente. Em São Caetano, os eleitores buscam as repartições para reativar os títulos cancelados em 2007.

As zonas eleitorais localizadas nos centros das cidades a situação é mais tranqüila, pois há maior concentração de lojas, com residências escassas.

Muitos locais funcionarão em plantão no sábado e no domingo e com horários estendidos, ou farão esquema especial para atendimento ao público nos últimos dias de regularização dos títulos.

Na 383ª zona eleitoral, uma das dez localizadas em Santo André, a procura para colocar o documento em dia, para estar apto a votar na eleição de outubro, está aumentando. O cartório atende 50 munícipes, diariamente. A previsão de crescimento no movimento fez com que a direção do departamento remanejasse os móveis para acomodar mais eleitores.

Já no 409º cartório, um dos seis de São Bernardo, o movimento é de 70 pessoas por dia. “A procura tem aumentado. Esperamos um pequeno crescimento do número de eleitores”, analisa a chefe da seção, Miriam Cassiano.

O cidadão que não regularizar o título até o dia 7 de maio terá o documento cancelado. Com isso, a pessoa fica impedida de tirar o CPF (Cadastro de Pessoa Física) e o passaporte. Também não consegue participar de concurso público, renovar matrícula em estabelecimento de ensino e obter empréstimo em estabelecimento mantido pelo governo.

Para tirar ou transferir o título, os documentos necessários são: identidade com foto e comprovante de endereço. Para os homens que fizeram 18 anos, é necessária a apresentação do certificado de alistamento militar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;