Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Piloto de S.Bernardo sonha com F-1 e vira coach de ator global

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Rafael Dia disputou Fórmula Academy Sudamericana e aproveitou para orientar Caio Castro


Dérek Bittencourt

15/12/2019 | 07:13


Entre 1969 e 2017, o Brasil sempre teve um piloto no grid da Fórmula 1. Nas últimas duas temporadas, entretanto, o público verde e amarelo, principalmente aquele acostumado às vitórias de Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna, ficou órfão de ídolos. Muitos são os motivos que afastam os competidores brasileiros do automobilismo, principalmente o financeiro. Mas na base da força de vontade, muitos pequenos sonhadores tentam chegar lá. Como é o caso do são-bernardense Rafael Dias, 15 anos, que depois de cinco temporadas no kart, em 2019 disputou a Fórmula Academy Sudamericana e espera em até seis anos chegar à ponta do iceberg: a F-1.

Após a última etapa da temporada da F-Academy, na semana passada, o são-bernardense viveu experiência nova: foi coach do ator Caio Castro. Fã de automobilsimo e kartista amador, o artista pretende disputar o campeonato de F-4 em 2020. “Ele foi conhecer a categoria e minha equipe me chamou para ensiná-lo a pegar a mão do carro. Fiquei muito honrado por isso e gostei muito de trabalhar com ele. É um cara muito legal”, destacou Rafael, que usou os ensinamentos recebidos do hoje piloto da Stock Car, Gaetano Di Mauro, seu orientador no passado.

O jovem piloto, fã de Ayrton Senna e Lewis Hamilton, divide o tempo entre os Estados Unidos e o Brasil. Lá fora, aproveita para manter a forma correndo de kart. Por aqui, chega a 240 km/h ao fim da reta principal de Interlagos à bordo do seu fórmula. “Tenho carteira de piloto, mas não (habilitação) para andar na rua aqui no Brasil. Acho bem estranho”, brinca Rafael Dias, que tem permissão para dirigir nos Estados Unidos. “Lá é com 15.”

Seu início, aos 9, entretanto, poderia ter mudado sua ideia sobre o automobilismo. “Na minha primeira corrida profissional, na Aldeia da Serra, baTi feio, de perder o ar. Meu pai achou que eu ia parar, mas não quis de jeito nenhum, só deu mais vontade de ir para frente”, relembrou ele, que, no kartismo, acumulou mais de 60 pódios, os títulos do Open brasileiro e do Campeonato Paulista, entre outros.

Neste ano, foi quarto colocado na classificação final da Fórmula Academy Sudamericana. Em 2020, ele almeja ser campeão da categoria com a intenção de na temporada seguinte ir para a Europa. “Vou dar meu melhor para ganhar o prêmio da FIA e, em 2021, correr na Europa de Fórmula 4 e começar a buscar pontos para um dia chegar na Fórmula 1”, disse, referindo-se à pontuação necessária para a superlicença. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Piloto de S.Bernardo sonha com F-1 e vira coach de ator global

Rafael Dia disputou Fórmula Academy Sudamericana e aproveitou para orientar Caio Castro

Dérek Bittencourt

15/12/2019 | 07:13


Entre 1969 e 2017, o Brasil sempre teve um piloto no grid da Fórmula 1. Nas últimas duas temporadas, entretanto, o público verde e amarelo, principalmente aquele acostumado às vitórias de Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna, ficou órfão de ídolos. Muitos são os motivos que afastam os competidores brasileiros do automobilismo, principalmente o financeiro. Mas na base da força de vontade, muitos pequenos sonhadores tentam chegar lá. Como é o caso do são-bernardense Rafael Dias, 15 anos, que depois de cinco temporadas no kart, em 2019 disputou a Fórmula Academy Sudamericana e espera em até seis anos chegar à ponta do iceberg: a F-1.

Após a última etapa da temporada da F-Academy, na semana passada, o são-bernardense viveu experiência nova: foi coach do ator Caio Castro. Fã de automobilsimo e kartista amador, o artista pretende disputar o campeonato de F-4 em 2020. “Ele foi conhecer a categoria e minha equipe me chamou para ensiná-lo a pegar a mão do carro. Fiquei muito honrado por isso e gostei muito de trabalhar com ele. É um cara muito legal”, destacou Rafael, que usou os ensinamentos recebidos do hoje piloto da Stock Car, Gaetano Di Mauro, seu orientador no passado.

O jovem piloto, fã de Ayrton Senna e Lewis Hamilton, divide o tempo entre os Estados Unidos e o Brasil. Lá fora, aproveita para manter a forma correndo de kart. Por aqui, chega a 240 km/h ao fim da reta principal de Interlagos à bordo do seu fórmula. “Tenho carteira de piloto, mas não (habilitação) para andar na rua aqui no Brasil. Acho bem estranho”, brinca Rafael Dias, que tem permissão para dirigir nos Estados Unidos. “Lá é com 15.”

Seu início, aos 9, entretanto, poderia ter mudado sua ideia sobre o automobilismo. “Na minha primeira corrida profissional, na Aldeia da Serra, baTi feio, de perder o ar. Meu pai achou que eu ia parar, mas não quis de jeito nenhum, só deu mais vontade de ir para frente”, relembrou ele, que, no kartismo, acumulou mais de 60 pódios, os títulos do Open brasileiro e do Campeonato Paulista, entre outros.

Neste ano, foi quarto colocado na classificação final da Fórmula Academy Sudamericana. Em 2020, ele almeja ser campeão da categoria com a intenção de na temporada seguinte ir para a Europa. “Vou dar meu melhor para ganhar o prêmio da FIA e, em 2021, correr na Europa de Fórmula 4 e começar a buscar pontos para um dia chegar na Fórmula 1”, disse, referindo-se à pontuação necessária para a superlicença. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;