Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Thaila Ayala fica emocionada ao se despedir de sua antiga casa



14/12/2019 | 17:10


Thaila Ayala dividiu com seus fãs e seguidores das redes sociais um momento um pouco triste em sua vida. A atriz apareceu extremamente emocionada em alguns vídeos ao se despedir da primeira casa que comprou depois de sair da vida mais simples.

A artista contou para os seus seguidores que viveu de favor, passou a morar de aluguel e dividiu um apartamento com a mãe em um centro de desenvolvimento habitacional e urbano (CDHU), e acabou revivendo todo o seu passado ao deixar definitivamente a residência.

Fechando a portinha da minha casa. Vocês são assim, apegados? A cada pedacinho que eu entro, eu choro. É um choro de gratidão. Essa casa significou muito para mim. Morei de favor a vida inteira na casa dos outros, na casa dos patrões da minha mãe. Depois, minha mãe morou de aluguel em um conjunto habitacional esperando comprar a casinha dela.

A vida é feita de ciclos e por mais que seja difícil, Thaila Ayala teve que encerrar um para começar outro do zero.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Thaila Ayala fica emocionada ao se despedir de sua antiga casa


14/12/2019 | 17:10


Thaila Ayala dividiu com seus fãs e seguidores das redes sociais um momento um pouco triste em sua vida. A atriz apareceu extremamente emocionada em alguns vídeos ao se despedir da primeira casa que comprou depois de sair da vida mais simples.

A artista contou para os seus seguidores que viveu de favor, passou a morar de aluguel e dividiu um apartamento com a mãe em um centro de desenvolvimento habitacional e urbano (CDHU), e acabou revivendo todo o seu passado ao deixar definitivamente a residência.

Fechando a portinha da minha casa. Vocês são assim, apegados? A cada pedacinho que eu entro, eu choro. É um choro de gratidão. Essa casa significou muito para mim. Morei de favor a vida inteira na casa dos outros, na casa dos patrões da minha mãe. Depois, minha mãe morou de aluguel em um conjunto habitacional esperando comprar a casinha dela.

A vida é feita de ciclos e por mais que seja difícil, Thaila Ayala teve que encerrar um para começar outro do zero.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;