Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

GCM é chamada para averiguar desentendimento entre diretores do AD São Caetano

Daniel Tossato/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Funcionários do clube confirmaram que houve princípio de confusão; secretário de Segurança fala em chamado para averiguar presença de pessoa armada


Daniel Tossato

14/12/2019 | 16:57


A GCM (Guarda Civil Municipal) de São Caetano foi chamada para averiguar desentendimento dentro da sede social da AD São Caetano, que teria envolvido o presidente que assumirá o clube na segunda-feira, Roberto Campi, o Bia, e o ex-mandatário do Azulão, Nairo Ferreira de Souza. Na frente da entidade havia duas viaturas estacionadas.

Segundo informações da própria GCM, a confusão teria iniciado por volta das 13h e só teria se resolvido por volta das 15h30, quando pelo menos um dos envolvidos deixou do clube. A equipe da GCM que foi chamada para atender a ocorrência acompanhou a conversa entre os dirigentes e também só saiu das dependências do local quando parte dos diretores deixavam a entidade.

Conforme o secretário de Segurança de São Caetano, Jorge Salgado (PTB), que também estava dentro da AD São Caetano, a guarda foi chamada para averiguar a presença de pessoa possivelmente armada dentro das dependências do clube. "Os agentes de segurança vieram até aqui para constar se haveria alguém armado, mas não encontraram nada. Foi isso que aconteceu", alegou o titular da pasta.

Funcionários do clube ouvidos pelo Diário e que preferiram não se identificar confirmaram que houve princípio de confusão e que, por isso, os guardas municipais foram chamados. A equipe do Diário ficou por volta de uma hora e meia em frente ao clube e conseguiu testemunhar a saída dos guardas civis.

Nairo desmentiu que houve confusão e declarou que a troca de comando do clube já está acertada. "Não tem nada a ver. Já está definido. A partir de segunda-feira (Roberto Campi) o Bia assume a presidência e é isso. Estão falando bobagem, não é nada disso aí não", pontuou Nairo, desconversando sobre a confusão.

Já Roberto Campi decidiu não se pronunciar sobre o que aconteceu dentro do clube no momento. "Não quero falar sobre isso hoje. Amanhã eu converso com vocês", disse 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

GCM é chamada para averiguar desentendimento entre diretores do AD São Caetano

Funcionários do clube confirmaram que houve princípio de confusão; secretário de Segurança fala em chamado para averiguar presença de pessoa armada

Daniel Tossato

14/12/2019 | 16:57


A GCM (Guarda Civil Municipal) de São Caetano foi chamada para averiguar desentendimento dentro da sede social da AD São Caetano, que teria envolvido o presidente que assumirá o clube na segunda-feira, Roberto Campi, o Bia, e o ex-mandatário do Azulão, Nairo Ferreira de Souza. Na frente da entidade havia duas viaturas estacionadas.

Segundo informações da própria GCM, a confusão teria iniciado por volta das 13h e só teria se resolvido por volta das 15h30, quando pelo menos um dos envolvidos deixou do clube. A equipe da GCM que foi chamada para atender a ocorrência acompanhou a conversa entre os dirigentes e também só saiu das dependências do local quando parte dos diretores deixavam a entidade.

Conforme o secretário de Segurança de São Caetano, Jorge Salgado (PTB), que também estava dentro da AD São Caetano, a guarda foi chamada para averiguar a presença de pessoa possivelmente armada dentro das dependências do clube. "Os agentes de segurança vieram até aqui para constar se haveria alguém armado, mas não encontraram nada. Foi isso que aconteceu", alegou o titular da pasta.

Funcionários do clube ouvidos pelo Diário e que preferiram não se identificar confirmaram que houve princípio de confusão e que, por isso, os guardas municipais foram chamados. A equipe do Diário ficou por volta de uma hora e meia em frente ao clube e conseguiu testemunhar a saída dos guardas civis.

Nairo desmentiu que houve confusão e declarou que a troca de comando do clube já está acertada. "Não tem nada a ver. Já está definido. A partir de segunda-feira (Roberto Campi) o Bia assume a presidência e é isso. Estão falando bobagem, não é nada disso aí não", pontuou Nairo, desconversando sobre a confusão.

Já Roberto Campi decidiu não se pronunciar sobre o que aconteceu dentro do clube no momento. "Não quero falar sobre isso hoje. Amanhã eu converso com vocês", disse 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;