Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Proposta aproxima Sto.André do sonho da Liga Nacional

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São Paulo FC procura time de futsal andreense para alugar sua vaga e disputar principal torneio


Dérek Bittencourt

14/12/2019 | 07:00


Pela primeira vez na história, Santo André poderá disputar a Liga Nacional de Futsal em 2020. Apesar de o projeto ter apenas dois anos de história, os bons resultados despertaram o interesse do São Paulo FC, que detém uma vaga na competição e ofereceu aos andreenses uma parceria. Como o time do Grande ABC prefere seguir ostentando o nome do município (ao invés de vestir as cores e exibir o escudo Tricolor), as partes conversam pelo aluguel da vaga e, posteriormente, há possibilidade da compra da mesma, sob valor de R$ 670 mil. Assim, o sonho andreense de disputar a principal competição da modalidade está ainda mais perto.

“Estamos a um passo do sonho que é de uma cidade apaixonada pelo futsal. Chegar no cenário nacional é nossa meta. Não viemos para fazer número, mas a diferença. Vamos lutar com todas as nossas formas para estar na Liga no ano que vem”, declarou o presidente do Santo André, Rodolfo Guedes, que se reuniu com representante do São Paulo FC ontem. “Foi reunião muito produtiva. Agora está nas nossas mãos. Nos apresentaram proposta para locar a vaga e, depois, podemos fazer proposta para compra da vaga”, disse.

Além do investimento para alugar a vaga são-paulina – a resposta tem de ser dada ao Tricolor até o fim da próxima semana –, os andreenses terão de realizar modernizações no Ginásio Noêmia Assumpção para receber as partidas da Liga, que começa entre fevereiro e março. “Temos de providenciar adequações no tamanho da quadra, alguns ajustes e a vistoria do local”, explicou.

O Santo André Futsal foi ao menos semifinalista nas cinco competições que disputou em 2019: campeão nos Jogos Regionais e nos Jogos Abertos com o time sub-20; vice-campeão paulista sub-20; vice-campeão do Campeonato Paulista; e semifinalista da Liga Paulista. São tais desempenhos que trouxeram à equipe o reconhecimento e despertaram o interesse do São Paulo FC.

“É um time que está no caminho certo e, com a exposição que tem a Liga Nacional, vai conseguir apoio de parceiros e pode contar com o empenho do prefeito Paulo Serra e nosso nessa empreitada”, afirmou o secretário de Esporte e Prática Esportiva, Marcelo Chehade. “Seria inédito para a cidade, que abraçou o projeto. É como se o Santo André fosse disputar o Brasileirão, porque é o palco das principais equipes do futsal”, comparou Rodolfo Guedes. “A gente não pode colocar o sucesso vinculado a título. Estamos falando de trabalho de dois anos e o Santo André mostrou sua grandeza. Fez campanha muito boa na Liga Paulista, times com tanto tempo nunca chegaram nem às quartas e nós fomos até as semifinais”, concluiu o dirigente. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Proposta aproxima Sto.André do sonho da Liga Nacional

São Paulo FC procura time de futsal andreense para alugar sua vaga e disputar principal torneio

Dérek Bittencourt

14/12/2019 | 07:00


Pela primeira vez na história, Santo André poderá disputar a Liga Nacional de Futsal em 2020. Apesar de o projeto ter apenas dois anos de história, os bons resultados despertaram o interesse do São Paulo FC, que detém uma vaga na competição e ofereceu aos andreenses uma parceria. Como o time do Grande ABC prefere seguir ostentando o nome do município (ao invés de vestir as cores e exibir o escudo Tricolor), as partes conversam pelo aluguel da vaga e, posteriormente, há possibilidade da compra da mesma, sob valor de R$ 670 mil. Assim, o sonho andreense de disputar a principal competição da modalidade está ainda mais perto.

“Estamos a um passo do sonho que é de uma cidade apaixonada pelo futsal. Chegar no cenário nacional é nossa meta. Não viemos para fazer número, mas a diferença. Vamos lutar com todas as nossas formas para estar na Liga no ano que vem”, declarou o presidente do Santo André, Rodolfo Guedes, que se reuniu com representante do São Paulo FC ontem. “Foi reunião muito produtiva. Agora está nas nossas mãos. Nos apresentaram proposta para locar a vaga e, depois, podemos fazer proposta para compra da vaga”, disse.

Além do investimento para alugar a vaga são-paulina – a resposta tem de ser dada ao Tricolor até o fim da próxima semana –, os andreenses terão de realizar modernizações no Ginásio Noêmia Assumpção para receber as partidas da Liga, que começa entre fevereiro e março. “Temos de providenciar adequações no tamanho da quadra, alguns ajustes e a vistoria do local”, explicou.

O Santo André Futsal foi ao menos semifinalista nas cinco competições que disputou em 2019: campeão nos Jogos Regionais e nos Jogos Abertos com o time sub-20; vice-campeão paulista sub-20; vice-campeão do Campeonato Paulista; e semifinalista da Liga Paulista. São tais desempenhos que trouxeram à equipe o reconhecimento e despertaram o interesse do São Paulo FC.

“É um time que está no caminho certo e, com a exposição que tem a Liga Nacional, vai conseguir apoio de parceiros e pode contar com o empenho do prefeito Paulo Serra e nosso nessa empreitada”, afirmou o secretário de Esporte e Prática Esportiva, Marcelo Chehade. “Seria inédito para a cidade, que abraçou o projeto. É como se o Santo André fosse disputar o Brasileirão, porque é o palco das principais equipes do futsal”, comparou Rodolfo Guedes. “A gente não pode colocar o sucesso vinculado a título. Estamos falando de trabalho de dois anos e o Santo André mostrou sua grandeza. Fez campanha muito boa na Liga Paulista, times com tanto tempo nunca chegaram nem às quartas e nós fomos até as semifinais”, concluiu o dirigente. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;