Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Notícias da semana (para entender) - 8 a 14 de dezembro de 2019


Do Diário do Grande ABC

15/12/2019 | 07:29


INTERNACIONAL

Desigualdade tem alta e Brasil perde posição em ranking

O Brasil perdeu uma posição no ranking mundial do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) no quesito desigualdade e aparece na 79ª posição. O tema leva em consideração as distorções em saúde, educação e renda das nações. O IDH brasileiro baixou de 0,761 para 0,574, uma perda de 24,57 % no valor.

Segundo o levantamento do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento Humano com dados de 2018, a fatia dos 10% mais ricos do Brasil concentra 41,9% da renda nacional.

O relatório também analisa as desigualdades entre sexos. No País, 61% das mulheres adultas chegam, ao menos, ao Ensino Médio na vida educacional, por exemplo, em comparação com 57,7% dos homens. 

ESPORTES

Polêmica com doping tira Rússia de competições por quatro anos

A delegação esportiva da Rússia foi banida de competições internacionais nos próximos quatro anos. O anúncio foi feito na segunda-feira (9) pela Agência Mundial Antidoping, uma vez que o país europeu tem sofrido escândalo porque a entidade russa que controla essa questão do uso de estimulantes para a prática esportiva estaria falsificando dados.

Nos últimos anos, diversos esportistas russos fizeram denúncias sobre esse esquema que burla a disputa limpa entre esportistas internacionais.

Por causa da decisão, está proibida a presença da bandeira e do hino da Rússia em eventos como os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio, em 2020, e a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Atletas que conseguirem provar que não estão contaminados pelo escândalo poderão competir sob bandeira neutra.

TECNOLOGIA


WhatsApp é principal fonte de informação do brasileiro

Pesquisa realizada pelo Senado e pela Câmara dos Deputados revelou que a maioria dos brasileiros (79%) tem o programa de mensagens WhatsApp como principal fonte de informação no cotidiano. Cerca de 136 milhões de pessoas no País usam o aplicativo em smartphones.

No levantamento, foram entrevistadas 2.400 pessoas com acesso à internet em todos os Estados e no Distrito Federal.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Notícias da semana (para entender) - 8 a 14 de dezembro de 2019

Do Diário do Grande ABC

15/12/2019 | 07:29


INTERNACIONAL

Desigualdade tem alta e Brasil perde posição em ranking

O Brasil perdeu uma posição no ranking mundial do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) no quesito desigualdade e aparece na 79ª posição. O tema leva em consideração as distorções em saúde, educação e renda das nações. O IDH brasileiro baixou de 0,761 para 0,574, uma perda de 24,57 % no valor.

Segundo o levantamento do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento Humano com dados de 2018, a fatia dos 10% mais ricos do Brasil concentra 41,9% da renda nacional.

O relatório também analisa as desigualdades entre sexos. No País, 61% das mulheres adultas chegam, ao menos, ao Ensino Médio na vida educacional, por exemplo, em comparação com 57,7% dos homens. 

ESPORTES

Polêmica com doping tira Rússia de competições por quatro anos

A delegação esportiva da Rússia foi banida de competições internacionais nos próximos quatro anos. O anúncio foi feito na segunda-feira (9) pela Agência Mundial Antidoping, uma vez que o país europeu tem sofrido escândalo porque a entidade russa que controla essa questão do uso de estimulantes para a prática esportiva estaria falsificando dados.

Nos últimos anos, diversos esportistas russos fizeram denúncias sobre esse esquema que burla a disputa limpa entre esportistas internacionais.

Por causa da decisão, está proibida a presença da bandeira e do hino da Rússia em eventos como os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio, em 2020, e a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Atletas que conseguirem provar que não estão contaminados pelo escândalo poderão competir sob bandeira neutra.

TECNOLOGIA


WhatsApp é principal fonte de informação do brasileiro

Pesquisa realizada pelo Senado e pela Câmara dos Deputados revelou que a maioria dos brasileiros (79%) tem o programa de mensagens WhatsApp como principal fonte de informação no cotidiano. Cerca de 136 milhões de pessoas no País usam o aplicativo em smartphones.

No levantamento, foram entrevistadas 2.400 pessoas com acesso à internet em todos os Estados e no Distrito Federal.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;