Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Investigação na Via Varejo vê indícios de fraude com impactos de até R$ 1,4 bi

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Patrimônio líquido também será afetado em valor que ficará entre R$ 800 milhões e R$ 940 milhões


Do Dgabc.com.br
Com agências

13/12/2019 | 10:35


A investigação independente realizada por um comitê nos balanços da Via Varejo encontrou indícios de irregularidades que, segundo a própria companhia, terão impactos nos resultados do quarto trimestre de 2019 entre R$ 1,2 bilhão e R$ 1,4 bilhão. O patrimônio líquido também será afetado, em um valor que ficará entre R$ 800 milhões e R$ 940 milhões.

Em Fato Relevante, a Via Varejo informa que a segunda fase da investigação encontrou indícios de fraude contábil com manipulação da provisão trabalhista e diferimento indevido na baixa de ativos e contabilização de passivos. Também foram encontradas falhas de controles internos que poderiam resultar em erros em determinadas contas contábeis.

Em novembro, a companhia anunciou que uma primeira fase da investigação não haviaencontrado indícios de irregularidades. Agora, o Comitê de Investigação determinou a realização de uma terceira fase.

As irregularidades levaram a companhia a anunciar ajustes que podem ter impacto entre R$ 1,05 bilhão e R$ 1,2 bilhão nos seus resultados, mas foram identificados outros R$ 200 milhões referentes a créditos fiscais e outras provisões. A Via Varejo afirma ainda que foram identificadas oportunidades com créditos fiscais de R$ 600 milhões em PIS/Cofins e ICMS, cujo reconhecimento está em validação com os auditores independentes

A Via Varejo completa dizendo que está tomando todas as medidas necessárias para o saneamento em definitivo das irregularidades, e vai avaliar como procederá em relação aos responsáveis. Ainda segundo a companhia, os ajustes não impactarão de maneira adversa e relevante seu fluxo de caixa, a condição financeira ou a capacidade de honrar compromissos
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Investigação na Via Varejo vê indícios de fraude com impactos de até R$ 1,4 bi

Patrimônio líquido também será afetado em valor que ficará entre R$ 800 milhões e R$ 940 milhões

Do Dgabc.com.br
Com agências

13/12/2019 | 10:35


A investigação independente realizada por um comitê nos balanços da Via Varejo encontrou indícios de irregularidades que, segundo a própria companhia, terão impactos nos resultados do quarto trimestre de 2019 entre R$ 1,2 bilhão e R$ 1,4 bilhão. O patrimônio líquido também será afetado, em um valor que ficará entre R$ 800 milhões e R$ 940 milhões.

Em Fato Relevante, a Via Varejo informa que a segunda fase da investigação encontrou indícios de fraude contábil com manipulação da provisão trabalhista e diferimento indevido na baixa de ativos e contabilização de passivos. Também foram encontradas falhas de controles internos que poderiam resultar em erros em determinadas contas contábeis.

Em novembro, a companhia anunciou que uma primeira fase da investigação não haviaencontrado indícios de irregularidades. Agora, o Comitê de Investigação determinou a realização de uma terceira fase.

As irregularidades levaram a companhia a anunciar ajustes que podem ter impacto entre R$ 1,05 bilhão e R$ 1,2 bilhão nos seus resultados, mas foram identificados outros R$ 200 milhões referentes a créditos fiscais e outras provisões. A Via Varejo afirma ainda que foram identificadas oportunidades com créditos fiscais de R$ 600 milhões em PIS/Cofins e ICMS, cujo reconhecimento está em validação com os auditores independentes

A Via Varejo completa dizendo que está tomando todas as medidas necessárias para o saneamento em definitivo das irregularidades, e vai avaliar como procederá em relação aos responsáveis. Ainda segundo a companhia, os ajustes não impactarão de maneira adversa e relevante seu fluxo de caixa, a condição financeira ou a capacidade de honrar compromissos
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;