Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Taxas futuras de juros oscilam perto da estabilidade, com viés de baixa



13/12/2019 | 10:14


As taxas de juros negociadas no mercado futuro oscilam próximas da estabilidade, com viés de baixa que acompanha a queda do dólar nesta manhã. Esta sexta-feira, 13, que encerra uma semana de grandes definições nos cenários interno e externo ainda deve ser de ajustes no mercado, segundo operadores.

A expectativa pela oficialização de um acordo entre Estados Unidos e China embala os mercados internacionais e é o que traz efeitos positivos para o câmbio, favorecendo a queda das taxas. No pano de fundo, permanece viva a influência da reunião de política monetária do Banco Central, que deixou a porta aberta para novo corte de juros em fevereiro.

Na agenda interna do dia, destaque nesta manhã foi o resultado do IBC-Br de outubro, que apontou alta de 0,17%, porcentual que ficou abaixo da mediana das estimativas do Projeções Broadcast, que indicava alta de 0,25%. Nos EUA, destaque para o resultado das vendas no varejo de novembro, às 10h30.

Às 10h04 desta sexta, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2021 tinha taxa de 4,53%, ante 4,54% do ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2023 projetava 5,71%, ante 5,75% do ajuste anterior. Na ponta mais longa, o DI para janeiro de 2025 tinha taxa de 6,33%, de 6,34% na quinta-feira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Taxas futuras de juros oscilam perto da estabilidade, com viés de baixa


13/12/2019 | 10:14


As taxas de juros negociadas no mercado futuro oscilam próximas da estabilidade, com viés de baixa que acompanha a queda do dólar nesta manhã. Esta sexta-feira, 13, que encerra uma semana de grandes definições nos cenários interno e externo ainda deve ser de ajustes no mercado, segundo operadores.

A expectativa pela oficialização de um acordo entre Estados Unidos e China embala os mercados internacionais e é o que traz efeitos positivos para o câmbio, favorecendo a queda das taxas. No pano de fundo, permanece viva a influência da reunião de política monetária do Banco Central, que deixou a porta aberta para novo corte de juros em fevereiro.

Na agenda interna do dia, destaque nesta manhã foi o resultado do IBC-Br de outubro, que apontou alta de 0,17%, porcentual que ficou abaixo da mediana das estimativas do Projeções Broadcast, que indicava alta de 0,25%. Nos EUA, destaque para o resultado das vendas no varejo de novembro, às 10h30.

Às 10h04 desta sexta, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2021 tinha taxa de 4,53%, ante 4,54% do ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2023 projetava 5,71%, ante 5,75% do ajuste anterior. Na ponta mais longa, o DI para janeiro de 2025 tinha taxa de 6,33%, de 6,34% na quinta-feira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;