Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Paulo Serra afirma que deixa as contas do Consórcio equalizadas

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em agenda em S.Caetano, prefeito de Sto.André destaca reunificação da entidade como marca


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

13/12/2019 | 07:00


O presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), afirmou ontem, em balanço na Câmara de São Caetano, que as contas da entidade regional “estão equalizadas”, mesmo diante da redução da alíquota do rateio das prefeituras de 0,5% para 0,15%. “(O índice) É completamente sustentável.” Em continuidade à peregrinação para prestação de contas do mandato à frente do órgão, o tucano destacou como “grande marca” a reunificação do colegiado, após as saídas de Diadema, São Caetano e Rio Grande da Serra.

“É claro que o parcelamento de Diadema vai ajudar nisso (no respiro das contas). Foi assinado o acordo com o prefeito Lauro (Michels, PV, de quitação da dívida de R$ 10,2 milhões em 70 vezes). A partir de janeiro é cuidar da administração (dos repasses) do mês a mês das cidades. Alguns acordos já estão sendo cumpridos, pagos. Não vou dizer que tem folga (entre receita e despesas), mas o orçamento está tranquilo para execução em 2020, sem nenhum percalço. Não tenho dúvida disso”, disse Paulo Serra, ao acrescentar que os problemas até então eram os passivos.

A participação contou com a presença do prefeito local, José Auricchio Júnior (PSDB). Essa foi a quarta agenda de Paulo Serra em legislativos municipais – restam apenas Diadema, marcado para quinta-feira, Ribeirão Pires e São Bernardo, ambas ainda sem data definida. “Diadema já está acertada a data, oportunidade até para agradecer (a votação pela volta). Em Ribeirão estávamos esperando o retorno do (prefeito Adler) Kiko (Teixeira, PSB, que ficou duas semanas em período de férias). E São Bernardo estamos aguardando (o convite). Estou à disposição”, disse, evitando impasse com São Bernardo, que rejeitou proposta de renegociação dos débitos em 200 vezes.

O andreense reiterou que o avanço da descentralização da farmácia de alto custo “é muito simbólica por ser luta antiga” do Consórcio e o Piscinão Jaboticabal, na divisa com a Capital, “é sonho para o Grande ABC começar a sair do papel”, contudo, entregar a entidade “novamente reunificada é grande legado”. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paulo Serra afirma que deixa as contas do Consórcio equalizadas

Em agenda em S.Caetano, prefeito de Sto.André destaca reunificação da entidade como marca

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

13/12/2019 | 07:00


O presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), afirmou ontem, em balanço na Câmara de São Caetano, que as contas da entidade regional “estão equalizadas”, mesmo diante da redução da alíquota do rateio das prefeituras de 0,5% para 0,15%. “(O índice) É completamente sustentável.” Em continuidade à peregrinação para prestação de contas do mandato à frente do órgão, o tucano destacou como “grande marca” a reunificação do colegiado, após as saídas de Diadema, São Caetano e Rio Grande da Serra.

“É claro que o parcelamento de Diadema vai ajudar nisso (no respiro das contas). Foi assinado o acordo com o prefeito Lauro (Michels, PV, de quitação da dívida de R$ 10,2 milhões em 70 vezes). A partir de janeiro é cuidar da administração (dos repasses) do mês a mês das cidades. Alguns acordos já estão sendo cumpridos, pagos. Não vou dizer que tem folga (entre receita e despesas), mas o orçamento está tranquilo para execução em 2020, sem nenhum percalço. Não tenho dúvida disso”, disse Paulo Serra, ao acrescentar que os problemas até então eram os passivos.

A participação contou com a presença do prefeito local, José Auricchio Júnior (PSDB). Essa foi a quarta agenda de Paulo Serra em legislativos municipais – restam apenas Diadema, marcado para quinta-feira, Ribeirão Pires e São Bernardo, ambas ainda sem data definida. “Diadema já está acertada a data, oportunidade até para agradecer (a votação pela volta). Em Ribeirão estávamos esperando o retorno do (prefeito Adler) Kiko (Teixeira, PSB, que ficou duas semanas em período de férias). E São Bernardo estamos aguardando (o convite). Estou à disposição”, disse, evitando impasse com São Bernardo, que rejeitou proposta de renegociação dos débitos em 200 vezes.

O andreense reiterou que o avanço da descentralização da farmácia de alto custo “é muito simbólica por ser luta antiga” do Consórcio e o Piscinão Jaboticabal, na divisa com a Capital, “é sonho para o Grande ABC começar a sair do papel”, contudo, entregar a entidade “novamente reunificada é grande legado”. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;