Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Andrés desmente presidente do Grêmio e nega ter oferecido jogadores por Luan



12/12/2019 | 21:05


O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, se irritou com as declarações do mandatário do Grêmio, Romildo Bolzan, em relação a negociação pelo atacante Luan. O dirigente do clube paulista concedeu entrevista nesta quinta-feira à Rádio Grenal, de Porto Alegre, e negou ter oferecido jogadores para uma eventual troca.

"Espero que não se concretize. É só ver as entrevistas dele. Não falou comigo e fica dando essas m... de entrevistas. Eu não ofereci jogador nenhum para ele", disparou Andrés.

Na quarta-feira, o presidente do Grêmio descartou uma eventual troca por Clayson. Bolzan utilizou inicialmente o Twitter para negar a negociação. "Fala-se muito, e com variados pressentimentos, sobre suposta negociação envolvendo Luan e Clayson, do Corinthians. Não há proposta no âmbito do Grêmio. No entanto, o clube segue com foco no planejamento de um futebol forte para 2020", disse.

Depois, em entrevista à Ulbra TV, de Porto Alegre, foi mais específico. "Não me agrada (a troca por Clayson), nem um pouquinho. Se me perguntar, gosto do Cássio, Mateus Vital, Janderson, Pedrinho...", disse.

Ao ser questionado sobre uma eventual troca por Fagner, disse: "Aí é próximo. Dois jogadores de seleção brasileira. A gente faz o comparativo para entender a dimensão de negócio", afirmou Romildo.

O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, se reuniu com o diretor executivo do Grêmio, Klauss Câmara, e o agente de Luan, Paulo Pitombeira, na quarta-feira para tratar do assunto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Andrés desmente presidente do Grêmio e nega ter oferecido jogadores por Luan


12/12/2019 | 21:05


O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, se irritou com as declarações do mandatário do Grêmio, Romildo Bolzan, em relação a negociação pelo atacante Luan. O dirigente do clube paulista concedeu entrevista nesta quinta-feira à Rádio Grenal, de Porto Alegre, e negou ter oferecido jogadores para uma eventual troca.

"Espero que não se concretize. É só ver as entrevistas dele. Não falou comigo e fica dando essas m... de entrevistas. Eu não ofereci jogador nenhum para ele", disparou Andrés.

Na quarta-feira, o presidente do Grêmio descartou uma eventual troca por Clayson. Bolzan utilizou inicialmente o Twitter para negar a negociação. "Fala-se muito, e com variados pressentimentos, sobre suposta negociação envolvendo Luan e Clayson, do Corinthians. Não há proposta no âmbito do Grêmio. No entanto, o clube segue com foco no planejamento de um futebol forte para 2020", disse.

Depois, em entrevista à Ulbra TV, de Porto Alegre, foi mais específico. "Não me agrada (a troca por Clayson), nem um pouquinho. Se me perguntar, gosto do Cássio, Mateus Vital, Janderson, Pedrinho...", disse.

Ao ser questionado sobre uma eventual troca por Fagner, disse: "Aí é próximo. Dois jogadores de seleção brasileira. A gente faz o comparativo para entender a dimensão de negócio", afirmou Romildo.

O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, se reuniu com o diretor executivo do Grêmio, Klauss Câmara, e o agente de Luan, Paulo Pitombeira, na quarta-feira para tratar do assunto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;