Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Homem-bomba atinge instalação médica perto de base aérea americana no Afeganistão



11/12/2019 | 09:46


Um poderoso atentado suicida atingiu uma instalação médica perto da principal base aérea americana de Bagram, ao norte da capital Cabul, nesta quarta-feira, 11, afirmou o exército dos Estados Unidos.

Houve relatos conflitantes imediatamente após a explosão, mas o Exército americano afirmou em comunicado que o atacante tinha como alvo um portão da base. De acordo com o governador de Bagram, Shukoor Qudusi, uma mulher morreu e 60 civis ficaram feridos no ataque.

Relatos anteriores sugeriam que um comboio militar dos Estados Unidos poderia ter sido o alvo do ataque. Os militares disseram, no entanto, que o alvo era uma unidade médica perto da base. Dr. Sangin, médico, disse que o hospital perto do perímetro da base estava em chamas. Não ficou claro imediatamente se havia algum estrangeiro dentro do hospital.

O general Mahfooz Walizada, comandante da polícia da província de Parwan, confirmou o ataque na manhã de quarta-feira, mas não deu detalhes sobre as vítimas. Sangin, que é o chefe do hospital da província, disse que eles receberam cinco feridos, mas não especificou suas nacionalidades.

Histórico

Esse é o terceiro ataque em bases americanas em uma semana. Na última quinta-feira, 5, um marinheiro abriu fogo contra três pessoas na base naval de Pearl Harbor, no Havaí, matando duas delas, e cometeu suicídio. As duas vítimas eram funcionários do Departamento de Defesa. Ação foi cometida dias antes de uma celebração no local para lembrar os 78 anos do bombardeio japonês que levou os Estados Unidos a entrarem na 2ª Guerra Mundial.

No dia seguinte, um membro da Força Aérea saudita que visitava os Estados Unidos para treinamento militar matou três pessoas e deixou outras oito feridas na base da Marinha em Pensacola, disse o governador da Flórida, Ron DeSantis. O atirador - cuja identidade não foi revelada - foi morto pela polícia que foi chamada à base. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Homem-bomba atinge instalação médica perto de base aérea americana no Afeganistão


11/12/2019 | 09:46


Um poderoso atentado suicida atingiu uma instalação médica perto da principal base aérea americana de Bagram, ao norte da capital Cabul, nesta quarta-feira, 11, afirmou o exército dos Estados Unidos.

Houve relatos conflitantes imediatamente após a explosão, mas o Exército americano afirmou em comunicado que o atacante tinha como alvo um portão da base. De acordo com o governador de Bagram, Shukoor Qudusi, uma mulher morreu e 60 civis ficaram feridos no ataque.

Relatos anteriores sugeriam que um comboio militar dos Estados Unidos poderia ter sido o alvo do ataque. Os militares disseram, no entanto, que o alvo era uma unidade médica perto da base. Dr. Sangin, médico, disse que o hospital perto do perímetro da base estava em chamas. Não ficou claro imediatamente se havia algum estrangeiro dentro do hospital.

O general Mahfooz Walizada, comandante da polícia da província de Parwan, confirmou o ataque na manhã de quarta-feira, mas não deu detalhes sobre as vítimas. Sangin, que é o chefe do hospital da província, disse que eles receberam cinco feridos, mas não especificou suas nacionalidades.

Histórico

Esse é o terceiro ataque em bases americanas em uma semana. Na última quinta-feira, 5, um marinheiro abriu fogo contra três pessoas na base naval de Pearl Harbor, no Havaí, matando duas delas, e cometeu suicídio. As duas vítimas eram funcionários do Departamento de Defesa. Ação foi cometida dias antes de uma celebração no local para lembrar os 78 anos do bombardeio japonês que levou os Estados Unidos a entrarem na 2ª Guerra Mundial.

No dia seguinte, um membro da Força Aérea saudita que visitava os Estados Unidos para treinamento militar matou três pessoas e deixou outras oito feridas na base da Marinha em Pensacola, disse o governador da Flórida, Ron DeSantis. O atirador - cuja identidade não foi revelada - foi morto pela polícia que foi chamada à base. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;