Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Viagem para a Ásia: combinação perfeita entre China e Japão

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

11/12/2019 | 08:48


Fazer uma viagem para a Ásia demanda um bom planejamento. Muitas pessoas têm o desejo de ir até lá, mas não sabem qual destino escolher. China e Japão, por exemplo, estão entre os países mai desejados. Ambos podem parecer similares para os turistas ocidentais mas, na verdade, são muito diferentes e combinam perfeitamente em um único roteiro.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Viagem para a Ásia

As cidades japonesas são mais organizadas e limpas que as chinesas, e os seus moradores mais sérios e contidos, embora sempre muito educados. Os chineses, por sua vez, são sociáveis e soltos com os turistas, sempre puxando conversa, mesmo que não falem inglês.

As comidas também são distintas: o prato chinês mais famoso no Brasil é o yakissoba, mas a culinária local vai muito além dele, apostando em sabores contrastantes, como picante e agridoce, doce e salgado, quente e frio.

LEIA MAIS: OUTONO NA ÁSIA: COMO APROVEITAR O QUE HÁ DE MELHOR NO CONTINENTE
ÁSIA E OCEANIA: COMO APROVEITAR O VERÃO NOS HOTÉIS SHANGRI-LA

Já no Japão, a culinária é dominada pelo arroz branco, presente em vários pratos. Sem falar da possibilidade de provar, além do autêntico sushi, iguarias com peixes, frutos do mar e algas marinhas, geralmente temperadas com molho de soja, raiz forte ou saquê.

Essas características contribuem significativamente para a atmosfera de cada destino. Em um roteiro de duas semanas é possível visitar os três principais destinos de cada país: Pequim, Xian e Xangai, na China, e Tóquio, Kyoto e Osaka, no Japão.

China

A capital chinesa, Pequim, não é apenas o ponto de partida para a Muralha da China, uma das sete maravilhas do mundo. A cidade conta com outras atrações impressionantes, como a Cidade Proibida, que é o antigo Palácio Imperial, o Palácio de Verão, o moderno parque olímpico e o Templo do Céu.

Xian, por sua vez, guarda construções e ruelas medievais. Destaque para o Museu dos Guerreiros de Terracota, que tem mais de 6.000 estátuas em tamanho natural, e o belíssimo Pagode do Ganso Selvagem.

A maior cidade chinesa, no entanto, é Xangai, com 16 milhões de habitantes e um ritmo caótico, assim como São Paulo, no Brasil. Por lá, os Jardins Yuyuan encantam o visitante, assim como o Templo do Buda de Jade. O destino mistura construções coloniais com edifícios modernos, e seu visual à noite é inesquecível.

Japão

Enquanto Tóquio reúne mais de 13 milhões de habitantes e modernidades que surpreendem quem chega de fora, Kyoto é o berço da cultura nipônica, com templos e castelos que contam uma história milenar.

Na capital também há templos, como o Senso-ji e o Santuário Xintoísta de Meiji, bem como o Palácio Imperial. No entanto, são recantos como o bairro de Ginza, a rua de Nakamise e suas lojinhas, o movimentado cruzamento em Shibuya e as modernidades espalhadas em cada canto, como vasos sanitários inteligentes e robôs falantes, que fazem de Tóquio um destino fascinante.

Em Kyoto, destaca-se o templo dourado de Kinkaku-ji, o Templo Tenryu-ji e seu jardim, e o histórico bairro de Gion, onde ficam as famosas gueixas. Osaka, por sua vez, é palco do mercado Kuromon, repleto de iguarias e produtos diferentes. Lá também vale a pena visitar o Castelo de Osaka. Além disso, não deixe de subir ao topo do edifício Umeda Sky para curtir a vista da cidade.

50 lugares para conhecer na Ásia

Com opções de destinos que incluem algumas das maravilhas do mundo moderno, o continente asiático é, sem dúvida, um local que reserva muitas surpresas e encantos. Para te ajudar a escolher o próximo destino, o Rota de Férias selecionou alguns lugares para conhecer na Ásia.

  • Crédito: Pixabay
    Ilhas Phi Phi, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Angkor Wat, Cambodja
  • Crédito: Pixabay
    Taj Mahal, Índia
  • Ein Gedi, Israel
  • Crédito: Pixabay
    Muralha da China, China
  • Crédito: Pixabay
    Dunas de Mui Ne, Vietnã
  • Crédito: Pixabay
    Jardins da Baía, Cingapura
  • Crédito: Visualhunt
    Arquipélago Mergui, Myanmar
  • Crédito: Pixabay
    Wat Rong Khun, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Wat Phra que Doi Suthep, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Cidade Proibida, China
  • Crédito: Pixabay
    Marina Bay Sands, Singapura
  • Crédito: Pixabay
    Boracay, Filipinas
  • Crédito: Visual Hunt
    Sapa, Vietnã
  • Crédito: Pixabay
    Vale Timna, Israel
  • Crédito: Pixabay
    Phú Qu?c, Vietnã
  • Wat Arun, Tailândia
  • Bund, China
  • Crédito: Pixabay
    Templo do Pavilhão Dourado, Japão
  • Crédito: Pixabay
    Lotte World Tower, Coreia do Sul
  • Crédito: Pixabay
    Forte Vermelho, Índia
  • Crédito: Pixabay
    Bagan, Myanmar
  • Crédito: Pixabay
    Grutas Batu, Malásia
  • Crédito: Pixabay
    Nova Delhi, Índia
  • Crédito: Pixabay
    Mar da Galileia, Israel
  • Crédito: Pixabay
    Victoria Peak, China
  • Crédito: Pixabay
    Castelo de Osaka, Japão
  • Crédito: Pixabay
    Forte de Amber, Índia
  • Praia de Railay, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Templo do Céu, China
  • Parque Nacional de Komodo, Indonésia
  • Hawa Mahal, Índia
  • Crédito: Pixabay
    Massada, Israel
  • Jaigarh Fort, India
  • Templo de Akshardham, Índia
  • Crédito: Pixabay
    Petronas Twin Towers, Malásia
  • Crédito: Pixabay
    Borobudur, Indonésia
  • Crédito: Pixabay
    Wat Chedi Luang, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Túmulo de Humaium, Índia
  • Bali, Indonésia
  • Crédito: Pixabay
    Luang Prabang, Laos
  • Crédito: Pixabay
    Muro das Lamentações, Jerusalém
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio, Japão
  • Crédito: Pixabay
    Ilhas Maldivas, Maldivas
  • Crédito: Pixabay
    Abu Dhabi, Emiratos Árabes Unidos
  • Dolly Beach, Ilha Christmas
  • Crédito: Pixabay
    Mosteiro de Takshang, Butão
  • Ruínas de São Paulo, Macau
  • Crédito: Pixabay
    Doha, Catar
  • Crédito: Pixabay
    Dubai, Emiratos Árabes Unidos

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Viagem para a Ásia: combinação perfeita entre China e Japão

Redação
Do Rota de Férias

11/12/2019 | 08:48


Fazer uma viagem para a Ásia demanda um bom planejamento. Muitas pessoas têm o desejo de ir até lá, mas não sabem qual destino escolher. China e Japão, por exemplo, estão entre os países mai desejados. Ambos podem parecer similares para os turistas ocidentais mas, na verdade, são muito diferentes e combinam perfeitamente em um único roteiro.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Viagem para a Ásia

As cidades japonesas são mais organizadas e limpas que as chinesas, e os seus moradores mais sérios e contidos, embora sempre muito educados. Os chineses, por sua vez, são sociáveis e soltos com os turistas, sempre puxando conversa, mesmo que não falem inglês.

As comidas também são distintas: o prato chinês mais famoso no Brasil é o yakissoba, mas a culinária local vai muito além dele, apostando em sabores contrastantes, como picante e agridoce, doce e salgado, quente e frio.

LEIA MAIS: OUTONO NA ÁSIA: COMO APROVEITAR O QUE HÁ DE MELHOR NO CONTINENTE
ÁSIA E OCEANIA: COMO APROVEITAR O VERÃO NOS HOTÉIS SHANGRI-LA

Já no Japão, a culinária é dominada pelo arroz branco, presente em vários pratos. Sem falar da possibilidade de provar, além do autêntico sushi, iguarias com peixes, frutos do mar e algas marinhas, geralmente temperadas com molho de soja, raiz forte ou saquê.

Essas características contribuem significativamente para a atmosfera de cada destino. Em um roteiro de duas semanas é possível visitar os três principais destinos de cada país: Pequim, Xian e Xangai, na China, e Tóquio, Kyoto e Osaka, no Japão.

China

A capital chinesa, Pequim, não é apenas o ponto de partida para a Muralha da China, uma das sete maravilhas do mundo. A cidade conta com outras atrações impressionantes, como a Cidade Proibida, que é o antigo Palácio Imperial, o Palácio de Verão, o moderno parque olímpico e o Templo do Céu.

Xian, por sua vez, guarda construções e ruelas medievais. Destaque para o Museu dos Guerreiros de Terracota, que tem mais de 6.000 estátuas em tamanho natural, e o belíssimo Pagode do Ganso Selvagem.

A maior cidade chinesa, no entanto, é Xangai, com 16 milhões de habitantes e um ritmo caótico, assim como São Paulo, no Brasil. Por lá, os Jardins Yuyuan encantam o visitante, assim como o Templo do Buda de Jade. O destino mistura construções coloniais com edifícios modernos, e seu visual à noite é inesquecível.

Japão

Enquanto Tóquio reúne mais de 13 milhões de habitantes e modernidades que surpreendem quem chega de fora, Kyoto é o berço da cultura nipônica, com templos e castelos que contam uma história milenar.

Na capital também há templos, como o Senso-ji e o Santuário Xintoísta de Meiji, bem como o Palácio Imperial. No entanto, são recantos como o bairro de Ginza, a rua de Nakamise e suas lojinhas, o movimentado cruzamento em Shibuya e as modernidades espalhadas em cada canto, como vasos sanitários inteligentes e robôs falantes, que fazem de Tóquio um destino fascinante.

Em Kyoto, destaca-se o templo dourado de Kinkaku-ji, o Templo Tenryu-ji e seu jardim, e o histórico bairro de Gion, onde ficam as famosas gueixas. Osaka, por sua vez, é palco do mercado Kuromon, repleto de iguarias e produtos diferentes. Lá também vale a pena visitar o Castelo de Osaka. Além disso, não deixe de subir ao topo do edifício Umeda Sky para curtir a vista da cidade.

50 lugares para conhecer na Ásia

Com opções de destinos que incluem algumas das maravilhas do mundo moderno, o continente asiático é, sem dúvida, um local que reserva muitas surpresas e encantos. Para te ajudar a escolher o próximo destino, o Rota de Férias selecionou alguns lugares para conhecer na Ásia.

  • Crédito: Pixabay
    Ilhas Phi Phi, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Angkor Wat, Cambodja
  • Crédito: Pixabay
    Taj Mahal, Índia
  • Ein Gedi, Israel
  • Crédito: Pixabay
    Muralha da China, China
  • Crédito: Pixabay
    Dunas de Mui Ne, Vietnã
  • Crédito: Pixabay
    Jardins da Baía, Cingapura
  • Crédito: Visualhunt
    Arquipélago Mergui, Myanmar
  • Crédito: Pixabay
    Wat Rong Khun, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Wat Phra que Doi Suthep, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Cidade Proibida, China
  • Crédito: Pixabay
    Marina Bay Sands, Singapura
  • Crédito: Pixabay
    Boracay, Filipinas
  • Crédito: Visual Hunt
    Sapa, Vietnã
  • Crédito: Pixabay
    Vale Timna, Israel
  • Crédito: Pixabay
    Phú Qu?c, Vietnã
  • Wat Arun, Tailândia
  • Bund, China
  • Crédito: Pixabay
    Templo do Pavilhão Dourado, Japão
  • Crédito: Pixabay
    Lotte World Tower, Coreia do Sul
  • Crédito: Pixabay
    Forte Vermelho, Índia
  • Crédito: Pixabay
    Bagan, Myanmar
  • Crédito: Pixabay
    Grutas Batu, Malásia
  • Crédito: Pixabay
    Nova Delhi, Índia
  • Crédito: Pixabay
    Mar da Galileia, Israel
  • Crédito: Pixabay
    Victoria Peak, China
  • Crédito: Pixabay
    Castelo de Osaka, Japão
  • Crédito: Pixabay
    Forte de Amber, Índia
  • Praia de Railay, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Templo do Céu, China
  • Parque Nacional de Komodo, Indonésia
  • Hawa Mahal, Índia
  • Crédito: Pixabay
    Massada, Israel
  • Jaigarh Fort, India
  • Templo de Akshardham, Índia
  • Crédito: Pixabay
    Petronas Twin Towers, Malásia
  • Crédito: Pixabay
    Borobudur, Indonésia
  • Crédito: Pixabay
    Wat Chedi Luang, Tailândia
  • Crédito: Pixabay
    Túmulo de Humaium, Índia
  • Bali, Indonésia
  • Crédito: Pixabay
    Luang Prabang, Laos
  • Crédito: Pixabay
    Muro das Lamentações, Jerusalém
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio, Japão
  • Crédito: Pixabay
    Ilhas Maldivas, Maldivas
  • Crédito: Pixabay
    Abu Dhabi, Emiratos Árabes Unidos
  • Dolly Beach, Ilha Christmas
  • Crédito: Pixabay
    Mosteiro de Takshang, Butão
  • Ruínas de São Paulo, Macau
  • Crédito: Pixabay
    Doha, Catar
  • Crédito: Pixabay
    Dubai, Emiratos Árabes Unidos

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;