Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

No Twitter, Feliciano reage à expulsão do Podemos



10/12/2019 | 16:55


O deputado federal Marco Feliciano (SP), expulso nesta segunda-feira, 9, do Podemos, reagiu à expulsão em sua conta no Twitter. Nesta terça-feira, 10, o deputado escreveu:

"Covardes, esperaram eu estar fora do país para montarem esse teatro da expulsão. O preço de permanecer fiel aos meus eleitores conservadores é enfrentar a navalha da injustiça, manejada pelos canalhas de plantão, que há décadas comandam São Paulo sem resolver os problemas do povo." O tuíte é uma referência a Mario Covas Neto, presidente do Podemos no Estado de São Paulo e filho do ex-governador Mario Covas.

Feliciano, que está em viagem ao Senegal, foi expulso em uma votação unânime do comando do Podemos em São Paulo. Pesa contra o deputado acusação de ter gasto R$ 157 mil reais em tratamento odontológico reembolsado pela Câmara. Além disso, o deputado, que é pastor evangélico e aliado de primeira hora do presidente Jair Bolsonaro, tornou-se fonte de incômodo na legenda, que tenta se afastar do bolsonarismo.

Em outro tuíte, publicado hoje mais cedo, o deputado disse que é para ele "motivo de orgulho" ser expulso "por apoiar o presidente Bolsonaro".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

No Twitter, Feliciano reage à expulsão do Podemos


10/12/2019 | 16:55


O deputado federal Marco Feliciano (SP), expulso nesta segunda-feira, 9, do Podemos, reagiu à expulsão em sua conta no Twitter. Nesta terça-feira, 10, o deputado escreveu:

"Covardes, esperaram eu estar fora do país para montarem esse teatro da expulsão. O preço de permanecer fiel aos meus eleitores conservadores é enfrentar a navalha da injustiça, manejada pelos canalhas de plantão, que há décadas comandam São Paulo sem resolver os problemas do povo." O tuíte é uma referência a Mario Covas Neto, presidente do Podemos no Estado de São Paulo e filho do ex-governador Mario Covas.

Feliciano, que está em viagem ao Senegal, foi expulso em uma votação unânime do comando do Podemos em São Paulo. Pesa contra o deputado acusação de ter gasto R$ 157 mil reais em tratamento odontológico reembolsado pela Câmara. Além disso, o deputado, que é pastor evangélico e aliado de primeira hora do presidente Jair Bolsonaro, tornou-se fonte de incômodo na legenda, que tenta se afastar do bolsonarismo.

Em outro tuíte, publicado hoje mais cedo, o deputado disse que é para ele "motivo de orgulho" ser expulso "por apoiar o presidente Bolsonaro".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;