Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Robinho será operado e deve desfalcar o Cruzeiro por até seis meses



07/12/2019 | 18:53


A lesão sofrida pelo meia Robinho na derrota do Cruzeiro para o Grêmio, na noite de quinta-feira, em Porto Alegre, foi bem mais grave do que se imaginava. Neste sábado, o clube anunciou que o jogador terá de ser submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo e poderá ficar até seis meses sem jogar.

Robinho sofreu a lesão em uma dividida com Paulo Victor, goleiro do Grêmio. Segundo o médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina, o joelho do jogador foi afetado em dois lugares, o que tornou o caso bastante delicado.

"O Robinho passou hoje (sábado) por uma ressonância magnética, que possibilitou a confirmação da lesão do ligamento colateral medial total, que é uma lesão de grau três", explicou o médico. "Além desse caso, o atleta apresentou uma lesão de um outro ligamento que estabiliza a patela, o osso anterior ao joelho, sendo que ambas são lesões cirúrgicas."

A data da cirurgia ainda não foi marcada. Embora o médico diga que não é possível estabelecer um prazo exato para a recuperação, já se sabe que Robinho não estará pronto para jogar futebol antes de abril do ano que vem.

"Não iremos definir ainda o prazo de recuperação, pois está muito ligado ao ato cirúrgico, mas será um prazo menor do que o praticado em uma cirurgia de ligamento cruzado anterior. Imagino que o Robinho poderá ser liberado entre os próximos quatro a seis meses."

A ausência de Robinho é mais um problema para o técnico Adilson Batista para o jogo decisivo deste domingo contra o Palmeiras, no Mineirão, às 16h. Além do meia, o treinador também não terá os laterais Edilson e Egídio e o volante Ariel Cabral, todos suspensos.

Para o Cruzeiro escapar do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, só há uma combinação possível: vitória sobre o Palmeiras e derrota do Ceará para o Botafogo, no mesmo horário, no Engenhão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Robinho será operado e deve desfalcar o Cruzeiro por até seis meses


07/12/2019 | 18:53


A lesão sofrida pelo meia Robinho na derrota do Cruzeiro para o Grêmio, na noite de quinta-feira, em Porto Alegre, foi bem mais grave do que se imaginava. Neste sábado, o clube anunciou que o jogador terá de ser submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo e poderá ficar até seis meses sem jogar.

Robinho sofreu a lesão em uma dividida com Paulo Victor, goleiro do Grêmio. Segundo o médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina, o joelho do jogador foi afetado em dois lugares, o que tornou o caso bastante delicado.

"O Robinho passou hoje (sábado) por uma ressonância magnética, que possibilitou a confirmação da lesão do ligamento colateral medial total, que é uma lesão de grau três", explicou o médico. "Além desse caso, o atleta apresentou uma lesão de um outro ligamento que estabiliza a patela, o osso anterior ao joelho, sendo que ambas são lesões cirúrgicas."

A data da cirurgia ainda não foi marcada. Embora o médico diga que não é possível estabelecer um prazo exato para a recuperação, já se sabe que Robinho não estará pronto para jogar futebol antes de abril do ano que vem.

"Não iremos definir ainda o prazo de recuperação, pois está muito ligado ao ato cirúrgico, mas será um prazo menor do que o praticado em uma cirurgia de ligamento cruzado anterior. Imagino que o Robinho poderá ser liberado entre os próximos quatro a seis meses."

A ausência de Robinho é mais um problema para o técnico Adilson Batista para o jogo decisivo deste domingo contra o Palmeiras, no Mineirão, às 16h. Além do meia, o treinador também não terá os laterais Edilson e Egídio e o volante Ariel Cabral, todos suspensos.

Para o Cruzeiro escapar do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, só há uma combinação possível: vitória sobre o Palmeiras e derrota do Ceará para o Botafogo, no mesmo horário, no Engenhão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;