Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

COP-25: Lula critica atuação de Bolsonaro em problemas ambientais no Brasil



07/12/2019 | 16:59


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou uma carta para ser lida neste sábado, 7, aos participantes da 25ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2019 (COP-25), que ocorre em Madri, na Espanha.

No documento, publicado no site oficial do PT, Lula relembra políticas ambientais adotadas durante os anos de gestão federal petista e critica o atual governo do presidente Jair Bolsonaro. "É um governo que já demonstrou em palavras, gestos e ações que não respeita a democracia, os direitos humanos e muito menos o meio ambiente, como o mundo pode comprovar nos recentes incêndios que atingiram a Amazônia ou no criminoso descaso diante do desastre causado pelo derramamento de óleo na costa do nordeste brasileiro", disse.

Para o petista, "governos como esse (de Bolsonaro) representam uma agenda destrutiva, individualista e concentradora de riqueza, que havíamos superado na América Latina". Lula destaca que a conferência deveria ser realizada no Brasil, mas foi "boicotada" pelo "governo de extrema direita que atuou pela sua transferência para outro país, antes mesmo de tomar posse". A COP-25 chegou a ser transferida para o Chile, mas o país vizinho não pode realizar o evento em razão dos protestos que ocorrem contra o governo local. A terceira opção, então, foi a Espanha.

Quanto à gestão de seu partido, o ex-presidente ressaltou na carta que o PT contribuiu para o enfrentamento das mudanças climáticas, ao mesmo tempo em que promovia respeito ao meio ambiente e à biodiversidade brasileira. "Durante 13 anos reduzimos 59% o ritmo de desmatamento na Amazônia junto com os governos estaduais temos 114 unidades de conservação de florestas tropicais protegendo 59 milhões de hectares de florestas nativas e áreas indígenas nelas existentes", pontuou.

O período em que o ex-presidente permaneceu preso na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR) também foi citado no documento. O petista agradeceu pelas "diversas mobilizações e declarações de solidariedade organizadas pelo movimento sindical internacional", diante da "prisão injusta" a qual foi submetido.

Segundo comunicado no site oficial do PT, a carta de Lula foi lida pelo secretário do meio ambiente da CUT Nacional, Daniel Gaio, durante um ato realizado em frente à embaixada do Chile, em Madri, contra a política neoliberal do presidente chileno Sebastian Piñera.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

COP-25: Lula critica atuação de Bolsonaro em problemas ambientais no Brasil


07/12/2019 | 16:59


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou uma carta para ser lida neste sábado, 7, aos participantes da 25ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2019 (COP-25), que ocorre em Madri, na Espanha.

No documento, publicado no site oficial do PT, Lula relembra políticas ambientais adotadas durante os anos de gestão federal petista e critica o atual governo do presidente Jair Bolsonaro. "É um governo que já demonstrou em palavras, gestos e ações que não respeita a democracia, os direitos humanos e muito menos o meio ambiente, como o mundo pode comprovar nos recentes incêndios que atingiram a Amazônia ou no criminoso descaso diante do desastre causado pelo derramamento de óleo na costa do nordeste brasileiro", disse.

Para o petista, "governos como esse (de Bolsonaro) representam uma agenda destrutiva, individualista e concentradora de riqueza, que havíamos superado na América Latina". Lula destaca que a conferência deveria ser realizada no Brasil, mas foi "boicotada" pelo "governo de extrema direita que atuou pela sua transferência para outro país, antes mesmo de tomar posse". A COP-25 chegou a ser transferida para o Chile, mas o país vizinho não pode realizar o evento em razão dos protestos que ocorrem contra o governo local. A terceira opção, então, foi a Espanha.

Quanto à gestão de seu partido, o ex-presidente ressaltou na carta que o PT contribuiu para o enfrentamento das mudanças climáticas, ao mesmo tempo em que promovia respeito ao meio ambiente e à biodiversidade brasileira. "Durante 13 anos reduzimos 59% o ritmo de desmatamento na Amazônia junto com os governos estaduais temos 114 unidades de conservação de florestas tropicais protegendo 59 milhões de hectares de florestas nativas e áreas indígenas nelas existentes", pontuou.

O período em que o ex-presidente permaneceu preso na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR) também foi citado no documento. O petista agradeceu pelas "diversas mobilizações e declarações de solidariedade organizadas pelo movimento sindical internacional", diante da "prisão injusta" a qual foi submetido.

Segundo comunicado no site oficial do PT, a carta de Lula foi lida pelo secretário do meio ambiente da CUT Nacional, Daniel Gaio, durante um ato realizado em frente à embaixada do Chile, em Madri, contra a política neoliberal do presidente chileno Sebastian Piñera.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;