Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O testemunho de um padre operário

Padre José Mahon, presentemente na Paróquia São Geraldo Magella...


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

24/02/2013 | 00:00


Padre José Mahon, presentemente na Paróquia São Geraldo Magella, em Vila Guaraciaba, Santo André. Idade: 86 anos. Nasceu em Roubaix, norte da França. Em 1939, com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, muda-se para o sul da França. Depois, o Brasil, a partir de Vila Santa Teresinha, em Utinga. Passa a se formar entre os chamados padres operários franceses, no começo dos anos 1960.

Entre 1980 e 1985, foi preso sete vezes, no 1º e 6º Distritos. Acusação: apoiar os grevistas nas ruas de Santo André.
Em companhia do sociólogo Aparecido Faria, visitamos o padre José Mahon. Gravamos com ele. Ouvimos histórias reais a partir da formação da paróquia de Guaraciaba. Coletamos um rico material, que dá origem à Semana Padre José Mahon, dos Filhos da Caridade. Com que emoção, e saudades, ele fala do saudoso padre Alfredinho.

Para preparar o futuro
Depoimento: padre José Mahon

A nossa história é muito importante. Falando como padre católico, a Bíblia é a nossa história, desde Abrahão. São muito importantes as histórias do Rei David, Salomão, Jeremias, Isaias, Jesus Cristo, São Paulo e todo o trabalho missionário. É preciso guardar a nossa história com muito cuidado. Só que a nossa história, hoje, é para preparar o futuro.

Há um padre, chamado Alfredo, que é carlista e no ano passado veio a Mauá para fazer uma palestra sobre a caminhada histórica do Brasil. Contou coisas interessantíssimas. Resumindo: disse que o Brasil sempre foi dominado. Primeiro dominado pelos portugueses, de olho na economia, nas riquezas do Brasil.

Veio 1822 e a dominação continuou de outra maneira, porque o Brasil passou a ser independente. Mas o povo continuava dominado.

Veio a República, 1889. Foi a mesma coisa. A organização política do Brasil. Continua até hoje. Aqueles que foram condenados pelo mensalão, hoje a Câmara dos Deputados os acolhe como se fossem heróis nacionais por terem roubado tanto.

Tudo isso é o povo que sofre.

Fiz uma pergunta ao padre Alfredo:

- Você não acha que, no Brasil, também houve a dominação da Igreja?

- Sim, a Igreja dominou o povo e continua dominando e o povo mais simples tem que obedecer. Ele não tem a possibilidade de falar, de se expressar.

Então o nosso povo continua dominado em todos os sentidos. O mesmo ocorre no lado cultural, nas universidades. E naquele auditório moderno de Mauá, de 400 lugares, bonito, onde o padre fez a sua palestra, não havia 30 pessoas. Não foi ninguém. Dos presentes, a maioria era de lutadores da causa social. Jovens não havia quase nenhum.

AMANHÃ NA SEMANA PADRE JOSÉ MAHON 
O padre de ontem, o padre de hoje. O que mudou?

EM 24 DE FEVEREIRO DE...
1903 - Fundada, em Paranapiacaba, a Sociedade Recreativa Lyra da Serra, ligada aos empregados da estrada de ferro São Paulo Railway.
1953 - José Nicoletti nasce em Presidente Bernardes (SP). Dentista e memorialista do Grande ABC.

HOJE 
Dia das fontes de águas.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Quinta-feira, 24 de fevereiro de 1983 - nº 5.143
MANCHETE - Delfim Neto: Prefeituras da região devem porque não souberam aplicar
EDITORIAL - Muitas sugestões embaralham São Bernardo. Envolvido na malha de dívidas, enfrentando problemas que exigem pronta ação, mas que na prática não se oferecem com a facilidade exigida, o sr. Aron Galante (prefeito) não definiu ainda a sua política administrativa.
GRANDE ABC - Chuvas causam novas enchentes.
ESTADO - Governador Franco Montoro indica Almir Pazzianoto para secretário do Trabalho.

SANTOS DO DIA 
Sérgio, Montano e Edilberto.
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2013.
HOJE - Segundo domingo da Quaresma.
NOSSA SENHORA DO APOCALIPSE
Fonte: Paróquia Santíssima Virgem, Jardim do Mar, São Bernardo. Pesquisa e reprodução fotográfica: Tom Lima.

* Ademir Medici é jornalista e autor de livros sobre a memória do Grande ABC

FALECIMENTOS

SANTO ANDRÉ
Ermelinda Cidrez Fernandes, 93. Natural de Santo André. Cemitério Camilópolis.
Eugenio Alves da Silva, 86. Natural de Limoeiro de Anadia (AL). Dia 20. Cemitério Curuçá.
Lourdes Nagai, 85. Natural de Birigui (SP). Dia 20. Cemitério Camilópolis.
Luzia Casadei dos Santos, 78. Natural de Araras (SP). Dia 19. Cemitério Curuçá.
Albertina Lopes, 76. Natural de Santo André. Dia 21. Cemitério Curuçá.
Eduardo di Giorgio, 72. Natural de São Paulo (SP). Dia 19. Crematório de Vila Alpina.
Antonio Leite Vieira, 68. Natural de São Gonçalo do Sapucaí (MG). Dia 19. Memorial Jardim Santo André.
Maria Tereza Victorini Giomo, 66. Natural de Colina (SP). Dia 20. Cemitério Municipal de Socorro (SP).
José Sells Breton, 64. Natural da Espanha. Dia 20. Cemitério Curuçá.
Moacir Gonçalves de Almeida, 59. Natural de Santo André. Dia 21. Cemitério Cristo Redentor, Vila Pires.
Maria das Graças Mendes, 55. Natural de Campinas (SP). Dia 20. Cemitério Curuçá.
Maria Auri Vieira dos Santos, 50. Natural de Jardim (CE). Dia 21. Cemitério Curuçá.
Vilovaldo Teodoro de Oliveira, 42. Natural de Ubatã (BA). Dia 18. Cemitério Curuçá.
Roselia Celina Santana, 36. Natural de Isaias Coelho (PI). Dia 21. Cemitério Curuçá.
Cleuza Alves dos Santos, 31. Natural de Tomazina (PR). Dia 18. Cemitério Curuçá.
Tiago Pinheiro do Nascimento, 19. Natural de São Caetano. Dia 18. Cemitério Curuçá.

SÃO BERNARDO
Maria Pires de Camargo, 87. Natural de Jacutinga (MG). Dia 19, em Santo André. Jardim da Colina.
Olga Ferrari Bueno, 85. Natural de Bariri (SP). Dia 20, em Santo André. Cemitério Vila Euclides.
Maria da Conceição da Cruza, 79. Natural de Portugal. Dia 18, em Santo André. Cemitério da Paulicéia.
Maria de Jesus Bucelli, 57. Natural de São Paulo (SP). Dia 20. Cemitério Paulicéia.

SÃO CAETANO
(Cemitério da Saudade, bairro Cerâmica)
Alda Rivato Braz, 95. Natural de Itapuí (SP). Dia 15.
Idalzina Vieira Giordani, 94. Natural de São José do Rio Preto (SP). Dia 16.
Gina Ricciuti Rossi, 85. Natural da Itália. Dia 14.
Angelina Avelina da Silva Sousa, 81. Natural de São Bento do Uno (PE). Dia 14.
José Carvalho da Silva, 75. Natural de São Fidelis (RJ). Dia 9.
José Joaquim Filho, 74. Natural de Caruaru (PE). Dia 13.
Sebastiana Aparecida Chaves, 67. Natural de Quatis (RJ). Dia 13.
Sonia de Oliveira Fernandes, 61. Natural de São Bernardo. Dia 14.
Elza Pytel, 57. Natural de São Caetano. Dia 8.
Marisol Maria Rafael Kurose, 48. Natural de Campinas. Dia 9.

MAUÁ
Elizabeth Maria Gomes, 67. Natural de Ipanema (MG). Dia 20, em Santo André. Parque Grande ABC.

RIBEIRÃO PIRES
Raimunda Monteiro de Jesus, 69. Natural de Picos (PI). Ontem, em Santo André. Cemitério São José.

Serviços Funerários: Santo André - 4433-3544; São Bernardo - 4330-4527; Diadema - 4056-1045; Mauá - 4514-7399; Ribeirão Pires - 4828-1436; Rio Grande da Serra - 4820-4353.
Para anunciar um falecimento, ligue para 4435-8000.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O testemunho de um padre operário

Padre José Mahon, presentemente na Paróquia São Geraldo Magella...

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

24/02/2013 | 00:00


Padre José Mahon, presentemente na Paróquia São Geraldo Magella, em Vila Guaraciaba, Santo André. Idade: 86 anos. Nasceu em Roubaix, norte da França. Em 1939, com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, muda-se para o sul da França. Depois, o Brasil, a partir de Vila Santa Teresinha, em Utinga. Passa a se formar entre os chamados padres operários franceses, no começo dos anos 1960.

Entre 1980 e 1985, foi preso sete vezes, no 1º e 6º Distritos. Acusação: apoiar os grevistas nas ruas de Santo André.
Em companhia do sociólogo Aparecido Faria, visitamos o padre José Mahon. Gravamos com ele. Ouvimos histórias reais a partir da formação da paróquia de Guaraciaba. Coletamos um rico material, que dá origem à Semana Padre José Mahon, dos Filhos da Caridade. Com que emoção, e saudades, ele fala do saudoso padre Alfredinho.

Para preparar o futuro
Depoimento: padre José Mahon

A nossa história é muito importante. Falando como padre católico, a Bíblia é a nossa história, desde Abrahão. São muito importantes as histórias do Rei David, Salomão, Jeremias, Isaias, Jesus Cristo, São Paulo e todo o trabalho missionário. É preciso guardar a nossa história com muito cuidado. Só que a nossa história, hoje, é para preparar o futuro.

Há um padre, chamado Alfredo, que é carlista e no ano passado veio a Mauá para fazer uma palestra sobre a caminhada histórica do Brasil. Contou coisas interessantíssimas. Resumindo: disse que o Brasil sempre foi dominado. Primeiro dominado pelos portugueses, de olho na economia, nas riquezas do Brasil.

Veio 1822 e a dominação continuou de outra maneira, porque o Brasil passou a ser independente. Mas o povo continuava dominado.

Veio a República, 1889. Foi a mesma coisa. A organização política do Brasil. Continua até hoje. Aqueles que foram condenados pelo mensalão, hoje a Câmara dos Deputados os acolhe como se fossem heróis nacionais por terem roubado tanto.

Tudo isso é o povo que sofre.

Fiz uma pergunta ao padre Alfredo:

- Você não acha que, no Brasil, também houve a dominação da Igreja?

- Sim, a Igreja dominou o povo e continua dominando e o povo mais simples tem que obedecer. Ele não tem a possibilidade de falar, de se expressar.

Então o nosso povo continua dominado em todos os sentidos. O mesmo ocorre no lado cultural, nas universidades. E naquele auditório moderno de Mauá, de 400 lugares, bonito, onde o padre fez a sua palestra, não havia 30 pessoas. Não foi ninguém. Dos presentes, a maioria era de lutadores da causa social. Jovens não havia quase nenhum.

AMANHÃ NA SEMANA PADRE JOSÉ MAHON 
O padre de ontem, o padre de hoje. O que mudou?

EM 24 DE FEVEREIRO DE...
1903 - Fundada, em Paranapiacaba, a Sociedade Recreativa Lyra da Serra, ligada aos empregados da estrada de ferro São Paulo Railway.
1953 - José Nicoletti nasce em Presidente Bernardes (SP). Dentista e memorialista do Grande ABC.

HOJE 
Dia das fontes de águas.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Quinta-feira, 24 de fevereiro de 1983 - nº 5.143
MANCHETE - Delfim Neto: Prefeituras da região devem porque não souberam aplicar
EDITORIAL - Muitas sugestões embaralham São Bernardo. Envolvido na malha de dívidas, enfrentando problemas que exigem pronta ação, mas que na prática não se oferecem com a facilidade exigida, o sr. Aron Galante (prefeito) não definiu ainda a sua política administrativa.
GRANDE ABC - Chuvas causam novas enchentes.
ESTADO - Governador Franco Montoro indica Almir Pazzianoto para secretário do Trabalho.

SANTOS DO DIA 
Sérgio, Montano e Edilberto.
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2013.
HOJE - Segundo domingo da Quaresma.
NOSSA SENHORA DO APOCALIPSE
Fonte: Paróquia Santíssima Virgem, Jardim do Mar, São Bernardo. Pesquisa e reprodução fotográfica: Tom Lima.

* Ademir Medici é jornalista e autor de livros sobre a memória do Grande ABC

FALECIMENTOS

SANTO ANDRÉ
Ermelinda Cidrez Fernandes, 93. Natural de Santo André. Cemitério Camilópolis.
Eugenio Alves da Silva, 86. Natural de Limoeiro de Anadia (AL). Dia 20. Cemitério Curuçá.
Lourdes Nagai, 85. Natural de Birigui (SP). Dia 20. Cemitério Camilópolis.
Luzia Casadei dos Santos, 78. Natural de Araras (SP). Dia 19. Cemitério Curuçá.
Albertina Lopes, 76. Natural de Santo André. Dia 21. Cemitério Curuçá.
Eduardo di Giorgio, 72. Natural de São Paulo (SP). Dia 19. Crematório de Vila Alpina.
Antonio Leite Vieira, 68. Natural de São Gonçalo do Sapucaí (MG). Dia 19. Memorial Jardim Santo André.
Maria Tereza Victorini Giomo, 66. Natural de Colina (SP). Dia 20. Cemitério Municipal de Socorro (SP).
José Sells Breton, 64. Natural da Espanha. Dia 20. Cemitério Curuçá.
Moacir Gonçalves de Almeida, 59. Natural de Santo André. Dia 21. Cemitério Cristo Redentor, Vila Pires.
Maria das Graças Mendes, 55. Natural de Campinas (SP). Dia 20. Cemitério Curuçá.
Maria Auri Vieira dos Santos, 50. Natural de Jardim (CE). Dia 21. Cemitério Curuçá.
Vilovaldo Teodoro de Oliveira, 42. Natural de Ubatã (BA). Dia 18. Cemitério Curuçá.
Roselia Celina Santana, 36. Natural de Isaias Coelho (PI). Dia 21. Cemitério Curuçá.
Cleuza Alves dos Santos, 31. Natural de Tomazina (PR). Dia 18. Cemitério Curuçá.
Tiago Pinheiro do Nascimento, 19. Natural de São Caetano. Dia 18. Cemitério Curuçá.

SÃO BERNARDO
Maria Pires de Camargo, 87. Natural de Jacutinga (MG). Dia 19, em Santo André. Jardim da Colina.
Olga Ferrari Bueno, 85. Natural de Bariri (SP). Dia 20, em Santo André. Cemitério Vila Euclides.
Maria da Conceição da Cruza, 79. Natural de Portugal. Dia 18, em Santo André. Cemitério da Paulicéia.
Maria de Jesus Bucelli, 57. Natural de São Paulo (SP). Dia 20. Cemitério Paulicéia.

SÃO CAETANO
(Cemitério da Saudade, bairro Cerâmica)
Alda Rivato Braz, 95. Natural de Itapuí (SP). Dia 15.
Idalzina Vieira Giordani, 94. Natural de São José do Rio Preto (SP). Dia 16.
Gina Ricciuti Rossi, 85. Natural da Itália. Dia 14.
Angelina Avelina da Silva Sousa, 81. Natural de São Bento do Uno (PE). Dia 14.
José Carvalho da Silva, 75. Natural de São Fidelis (RJ). Dia 9.
José Joaquim Filho, 74. Natural de Caruaru (PE). Dia 13.
Sebastiana Aparecida Chaves, 67. Natural de Quatis (RJ). Dia 13.
Sonia de Oliveira Fernandes, 61. Natural de São Bernardo. Dia 14.
Elza Pytel, 57. Natural de São Caetano. Dia 8.
Marisol Maria Rafael Kurose, 48. Natural de Campinas. Dia 9.

MAUÁ
Elizabeth Maria Gomes, 67. Natural de Ipanema (MG). Dia 20, em Santo André. Parque Grande ABC.

RIBEIRÃO PIRES
Raimunda Monteiro de Jesus, 69. Natural de Picos (PI). Ontem, em Santo André. Cemitério São José.

Serviços Funerários: Santo André - 4433-3544; São Bernardo - 4330-4527; Diadema - 4056-1045; Mauá - 4514-7399; Ribeirão Pires - 4828-1436; Rio Grande da Serra - 4820-4353.
Para anunciar um falecimento, ligue para 4435-8000.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;