Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Ações da Vale do Rio Doce começam a ser vendidas nesta quarta


Do Diário OnLine

20/02/2002 | 00:51


As ações da Companhia Vale do Rio Doce começam a ser vendidas a partir desta quarta-feira. Qualquer pessoa física poderá comprar papéis da empresa com dinheiro — mínimo de R$ 300 e máximo de R$ 100 mil. Se preferir, o trabalhador poderá comprar as ações utilizando o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) com 5% de desconto.

Nos dois casos, o governo oferecerá um desconto para aqueles que permenecerem com o papel durante seis meses. Para divulgar a venda pulverizada de ações, o governo lançou na noite desta terça um comercial sobre a operação. Na manhã desta quarta, ocorrerá a divulgação oficial da operação na Bolsa de Valores de São Paulo e o edital de venda será publicado nos principais jornais do país. A oferta terá duração de três meses.

Os trabalhadores que quiserem usar o FGTS na compra de papéis da Vale poderá aplicar até metade de seu saldo na operação. Mesmo que ele já tenha comprado ações da Petrobras com recursos do Fundo poderá adquirir os papéis da mineradora. Mas, nessa circunstância, ele poderá utilizar até 50% do saldo de seu FGTS já descontando o que foi aplicado na Petrobras.

Além disso, há a possibilidade de o trabalhador migrar da aplicação da Petrobras para a da Vale. Nesse caso, não há limite máximo, mas perde-se o desconto de 5%.

A venda será um importante reforço de caixa para o Tesouro, que deve arrecadar cerca de US$ 1,8 bilhão com a participação de 31,5% que detém no capital votante da maior mineradora do país. A Vale era uma empresa estatal até 1997, quando foi privatizada.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;