Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caoa Chery confirma o fim do QQ

Leo Alves

22/11/2019 | 17:18


Após retirar o QQ de seu site, a Caoa Chery confirmou o fim da venda do modelo no Brasil. Segundo o comunicado oficial da marca, a decisão foi tomada por conta da atual estratégia de investir em sedãs e SUVs. Entretanto, mesmo com o fim da produção, os donos do veículo continuam tendo a assistência técnica da marca.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Fim do Caoa Chery QQ

A seguir, confira o comunicado oficial da marca.

CAOA CHERY informa que a produção do QQ nacional está sendo descontinuada da unidade fabril de Jacareí, seguindo uma decisão estratégica da marca. Com isso, a empresa passa a focar seus negócios e investimentos nas linhas de SUVs e sedans.

CAOA CHERY destaca ainda que sua rede de Concessionárias em todo o Brasil segue preparada para atender qualquer demanda relacionada ao QQ, tanto com a disponibilidade de peças quanto nos serviços de pós-venda, reiterando o cuidado e compromisso da marca em produzir e entregar aos clientes serviços referência em qualidade.

Desde 2011 no mercado brasileiro, inicialmente importado e, posteriormente com produção nacional, o QQ foi um marco na história da Chery e da indústria chinesa no País. O veículo revolucionou o segmento de carros de entrada com a sua proposta de valor sendo reconhecido como o carro mais barato do Brasil. O subcompacto também é conhecido por ser um dos carros mais econômicos do mercado nacional, tendo alcançado a nota mais alta (AA) no selo Conpet, concedido pelo Inmetro.

Neste ano, o QQ também recebeu o título de um dos veículos que menos sofre desvalorização. Estudo realizado pela KBB Brasil, apontou o modelo como o quinto no ranking dos carros que menos perderam valor de mercado de janeiro até dezembro de 2018.

Com excelente custo benefício e ótima aceitação entre os consumidores brasileiros, o QQ somou cerca de 33 mil unidades comercializadas em seus anos de história no Brasil.

LEIA MAIS: Entenda o significado do número do chassi dos veículos

Luxuoso, Mercedes-Maybach GLS 600 chega para brigar com Bentley e Rolls-Royce

Carros que deixaram o mercado

Na galeria, relembre todos os modelos que deixaram o mercado brasileiro em 2019.

Foto: Divulgação

Caoa Chery QQ

Foto: Divulgação

Caoa Chery QQ

Foto: Divulgação

Citroën C4 Picasso

Foto: Divulgação

Citroën C4 Picasso

Foto: Divulgação

Citroën C4 Grand Picasso

Foto: Divulgação

Citroën C4 Grand Picasso

Foto: Divulgação

Ford Fiesta

Foto: Divulgação

Ford Fiesta

Foto: Divulgação

Ford Fiesta Sedan

Foto: Divulgação

Ford Fiesta Sedan

Foto: Divulgação

Ford Focus

Foto: Divulgação

Ford Focus

Foto: Divulgação

Ford Fiesta Sedan

Foto: Divulgação

Ford Fiesta Sedan

Foto: Divulgação

Hyundai Tucson

Foto: Divulgação

Hyundai Tucson

Foto: Divulgação

Kia Picanto

Foto: Divulgação

Kia Picanto

Foto: Divulgação

Mercedes-Benz Vito

Foto: Divulgação

Mercedes-Benz Vito

Foto: Divulgação

Peugeot 308

Foto: Divulgação

Peugeot 308

Foto: Divulgação

Peugeot 408

Foto: Divulgação

Peugeot 408

Foto: Divulgação

Volkswagen Golf TSI

Foto: Divulgação

Volkswagen Golf TSI

Foto: Divulgação

Volkswagen Golf Variant

Foto: Divulgação

Volkswagen Golf Variant

Foto: Divulgação

Volkswagen SpaceFox

Foto: Divulgação

Volkswagen SpaceFox

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;