Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após protesto, Éderson diz que cruzeirenses estão com o time: 'Maioria nos apoia'



22/11/2019 | 13:41


Um dia depois de pichar os muros da Toca da Raposa, em Belo Horizonte, com frases como "Fora parasitas" e "Fora verme", parte da torcida do Cruzeiro realizou um novo protesto nesta sexta-feira, véspera da partida fora de casa contra o Santos, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o time em situação complicada na competição - está só um ponto acima da zona de rebaixamento -, um grupo de torcedores levou até o portão do CT faixas com frases direcionadas ao treinador Abel Braga e alguns jogadores específicos como Egídio, Fred, Thiago Neves, Robinho e Marquinhos Gabriel.

"Como faço para ser sócio torcedor igual Thiago Neves e Fred... assistir o jogo de dentro do campo com uniforme oficial do clube", dizia uma das faixas assinadas pelo Grupo Trem Azul, que é uma das torcidas organizadas do Cruzeiro.

Escalado para conversar com os jornalistas nesta sexta-feira, o volante Éderson disse que a maioria da torcida apoia os jogadores. "Acho que isso é para alguns torcedores (as faixas negativas). A maioria está nos apoiando. Claro que não aceitam (os resultados ruins), mas entendem que a gente também não quer cair, que a nossa vontade é de permanecer e fazer o melhor, como teve as faixas positivas, as faixas negativas e as críticas são para alguns torcedores", frisou.

Se fora da Toca da Raposa houve manifestação, dentro do CT faixas de apoio ao time foram vistas durante o treinamento. Elas foram afixadas ao redor do campo onde o time fez a atividade final antes da viagem para Santos. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, um grupo de torcedores pediu para colocar as faixas.

Em campo, com a presença de Zezé Perrella, que assumiu a gestão de futebol, o técnico Abel Braga só permitiu que a imprensa acompanhasse o aquecimento dos atletas. Neste período, o lateral-esquerdo Dodô não esteve presente no gramado, pois fez trabalhos internos devido a um trauma no pé direito. Se não tiver condições de jogar, entrará Egídio.

No ataque está a outra dúvida de Abel Braga. Sassá foi titular contra o Avaí em função de Fred ter deixado a concentração por um problema de saúde do filho. Ambos estão à disposição para a partida na Vila Belmiro. Assim, o provável Cruzeiro tem: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Dodô (Egídio); Henrique, Éderson, Marquinhos Gabriel e Thiago Neves; David e Sassá (Fred).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após protesto, Éderson diz que cruzeirenses estão com o time: 'Maioria nos apoia'


22/11/2019 | 13:41


Um dia depois de pichar os muros da Toca da Raposa, em Belo Horizonte, com frases como "Fora parasitas" e "Fora verme", parte da torcida do Cruzeiro realizou um novo protesto nesta sexta-feira, véspera da partida fora de casa contra o Santos, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o time em situação complicada na competição - está só um ponto acima da zona de rebaixamento -, um grupo de torcedores levou até o portão do CT faixas com frases direcionadas ao treinador Abel Braga e alguns jogadores específicos como Egídio, Fred, Thiago Neves, Robinho e Marquinhos Gabriel.

"Como faço para ser sócio torcedor igual Thiago Neves e Fred... assistir o jogo de dentro do campo com uniforme oficial do clube", dizia uma das faixas assinadas pelo Grupo Trem Azul, que é uma das torcidas organizadas do Cruzeiro.

Escalado para conversar com os jornalistas nesta sexta-feira, o volante Éderson disse que a maioria da torcida apoia os jogadores. "Acho que isso é para alguns torcedores (as faixas negativas). A maioria está nos apoiando. Claro que não aceitam (os resultados ruins), mas entendem que a gente também não quer cair, que a nossa vontade é de permanecer e fazer o melhor, como teve as faixas positivas, as faixas negativas e as críticas são para alguns torcedores", frisou.

Se fora da Toca da Raposa houve manifestação, dentro do CT faixas de apoio ao time foram vistas durante o treinamento. Elas foram afixadas ao redor do campo onde o time fez a atividade final antes da viagem para Santos. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, um grupo de torcedores pediu para colocar as faixas.

Em campo, com a presença de Zezé Perrella, que assumiu a gestão de futebol, o técnico Abel Braga só permitiu que a imprensa acompanhasse o aquecimento dos atletas. Neste período, o lateral-esquerdo Dodô não esteve presente no gramado, pois fez trabalhos internos devido a um trauma no pé direito. Se não tiver condições de jogar, entrará Egídio.

No ataque está a outra dúvida de Abel Braga. Sassá foi titular contra o Avaí em função de Fred ter deixado a concentração por um problema de saúde do filho. Ambos estão à disposição para a partida na Vila Belmiro. Assim, o provável Cruzeiro tem: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Dodô (Egídio); Henrique, Éderson, Marquinhos Gabriel e Thiago Neves; David e Sassá (Fred).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;