Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Itaú lamenta vazamento de informação sobre multa da Prefeitura de SP ao Itaucard



21/11/2019 | 21:44


Em comunicado divulgado nesta noite de quinta-feira, o Itaú Unibanco lamenta o vazamento de informações que deveriam ser resguardadas por sigilo fiscal, no âmbito da multa de R$ 3,8 bilhões imposta pela prefeitura de São Paulo ao Banco Itaucard, por não ter recolhido Imposto sobre Serviços (ISS) relativo às atividades de cartão de crédito e leasing.

"O Itaú Unibanco esclarece que segue rigorosamente a legislação tributária e recolhe todos os tributos devidos, sendo que as operações da Itaucard em Poá, antiga sede da sociedade, sempre foram devidamente conduzidas na cidade, com estrutura de pessoal, espaço físico e tecnologia compatíveis com as atividades realizadas. Essa situação já foi, inclusive, corroborada em juízo pela Prefeitura e

pela Procuradoria da cidade de Poá. A Companhia aproveita a oportunidade para reafirmar a regularidade e a higidez dos procedimentos fiscais adotados", diz o banco no documento.

A Secretaria da Fazenda do Município de São Paulo informou em documento endereçado à CPI da Sonegação Tributária, da Câmara municipal da capital paulista, que o Banco Itaucard e o Banco Itauleasing simularam estabelecimento em Poá - município da região leste da Grande São Paulo - e, assim, sonegaram o Imposto Sobre Serviços (ISS).

O valor da autuação que os bancos devem aos cofres municipais é de R$ 3,798 bilhões, e representa o imposto devido entre janeiro de 2014 a dezembro de 2018, acrescido de multa. A operação fiscal com relação às duas instituições está em fase de conclusão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Itaú lamenta vazamento de informação sobre multa da Prefeitura de SP ao Itaucard


21/11/2019 | 21:44


Em comunicado divulgado nesta noite de quinta-feira, o Itaú Unibanco lamenta o vazamento de informações que deveriam ser resguardadas por sigilo fiscal, no âmbito da multa de R$ 3,8 bilhões imposta pela prefeitura de São Paulo ao Banco Itaucard, por não ter recolhido Imposto sobre Serviços (ISS) relativo às atividades de cartão de crédito e leasing.

"O Itaú Unibanco esclarece que segue rigorosamente a legislação tributária e recolhe todos os tributos devidos, sendo que as operações da Itaucard em Poá, antiga sede da sociedade, sempre foram devidamente conduzidas na cidade, com estrutura de pessoal, espaço físico e tecnologia compatíveis com as atividades realizadas. Essa situação já foi, inclusive, corroborada em juízo pela Prefeitura e

pela Procuradoria da cidade de Poá. A Companhia aproveita a oportunidade para reafirmar a regularidade e a higidez dos procedimentos fiscais adotados", diz o banco no documento.

A Secretaria da Fazenda do Município de São Paulo informou em documento endereçado à CPI da Sonegação Tributária, da Câmara municipal da capital paulista, que o Banco Itaucard e o Banco Itauleasing simularam estabelecimento em Poá - município da região leste da Grande São Paulo - e, assim, sonegaram o Imposto Sobre Serviços (ISS).

O valor da autuação que os bancos devem aos cofres municipais é de R$ 3,798 bilhões, e representa o imposto devido entre janeiro de 2014 a dezembro de 2018, acrescido de multa. A operação fiscal com relação às duas instituições está em fase de conclusão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;