Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula: respeito resultado das urnas, mas acho que PT devia ter brigado mais



20/11/2019 | 12:40


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje respeitar "o resultado das urnas" em relação às eleições presidenciais de 2018, mas fez uma ressalva: "acho que o PT devia ter brigado mais". "Sou um cara que já perdeu muitas eleições, e quando eu perco, respeito o resultado. Mas acho que o PT deveria ter protestado mais na vitória do Bolsonaro, que foi ilícita, foi um roubo aquela indústria das fake news", afirmou o ex-presidente, que está solto desde o dia 8 de novembro, depois de cumprir ficar preso por 580 dias na sede da Polícia Federal em Curitiba. As afirmações foram feitas em entrevista ao blog Nocaute.

Segundo Lula, cabe ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) governar, já que "ele não cometeu crime de responsabilidade ainda provado". "Ma não me peçam paciência com Bolsonaro, Moro ou Dellagnol". "Quero recuperar o respeito que eu ganhei na sociedade brasileira durante a minha vida", disse petista, se referindo também ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, e ao coordenador da Lava Jato em Curitiba, o procurador Deltan Dallagnol.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lula: respeito resultado das urnas, mas acho que PT devia ter brigado mais


20/11/2019 | 12:40


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje respeitar "o resultado das urnas" em relação às eleições presidenciais de 2018, mas fez uma ressalva: "acho que o PT devia ter brigado mais". "Sou um cara que já perdeu muitas eleições, e quando eu perco, respeito o resultado. Mas acho que o PT deveria ter protestado mais na vitória do Bolsonaro, que foi ilícita, foi um roubo aquela indústria das fake news", afirmou o ex-presidente, que está solto desde o dia 8 de novembro, depois de cumprir ficar preso por 580 dias na sede da Polícia Federal em Curitiba. As afirmações foram feitas em entrevista ao blog Nocaute.

Segundo Lula, cabe ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) governar, já que "ele não cometeu crime de responsabilidade ainda provado". "Ma não me peçam paciência com Bolsonaro, Moro ou Dellagnol". "Quero recuperar o respeito que eu ganhei na sociedade brasileira durante a minha vida", disse petista, se referindo também ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, e ao coordenador da Lava Jato em Curitiba, o procurador Deltan Dallagnol.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;