Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Senado dos EUA aprova projeto de lei que apoia manifestantes em Hong Kong



19/11/2019 | 21:00


O Senado americano aprovou por unanimidade uma legislação para reexaminar o apoio dos Estados Unidos ao governo de Hong Kong, no momento em que se tornam mais violentos os confrontos entre a polícia local e manifestantes que tentam contrariar o controle de Pequim sobre o território autônomo.

O projeto de lei exigiria que o secretário de Estado americano se certificasse anualmente que Hong Kong permanece suficientemente independente de Pequim, para garantir o status especial que ajudou a cidade a se tornar um centro financeiro global. A legislação também incumbiria o presidente dos EUA de impor sanções a indivíduos que suprimissem os direitos humanos em Hong Kong.

Essas medidas refletem amplamente os componentes de outro projeto de lei que foi aprovado na Câmara dos Representantes no mês passado, embora os dois atos legislativos não sejam idênticos. A versão do Senado, por exemplo, prevê a aplicação de sanções em menos circunstâncias.

Vários senadores criticaram, após a aprovação do projeto, o que eles chamaram de erosão das liberdades democráticas em Hong Kong.

Autoridades chinesas denunciaram a passagem da legislação na Câmara em outubro, alertando que isso poderia prejudicar as relações comerciais entre os EUA e China. Enquanto parlamentares têm fortemente apoiado as demandas dos manifestantes em Hong Kong, o presidente americano, Donald Trump, não tem adotado a mesma postura. No mês passado, o líder da Casa Branca disse que a situação no território autônomo se resolveria por si só. Fonte: Dow Jones Newswires



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Senado dos EUA aprova projeto de lei que apoia manifestantes em Hong Kong


19/11/2019 | 21:00


O Senado americano aprovou por unanimidade uma legislação para reexaminar o apoio dos Estados Unidos ao governo de Hong Kong, no momento em que se tornam mais violentos os confrontos entre a polícia local e manifestantes que tentam contrariar o controle de Pequim sobre o território autônomo.

O projeto de lei exigiria que o secretário de Estado americano se certificasse anualmente que Hong Kong permanece suficientemente independente de Pequim, para garantir o status especial que ajudou a cidade a se tornar um centro financeiro global. A legislação também incumbiria o presidente dos EUA de impor sanções a indivíduos que suprimissem os direitos humanos em Hong Kong.

Essas medidas refletem amplamente os componentes de outro projeto de lei que foi aprovado na Câmara dos Representantes no mês passado, embora os dois atos legislativos não sejam idênticos. A versão do Senado, por exemplo, prevê a aplicação de sanções em menos circunstâncias.

Vários senadores criticaram, após a aprovação do projeto, o que eles chamaram de erosão das liberdades democráticas em Hong Kong.

Autoridades chinesas denunciaram a passagem da legislação na Câmara em outubro, alertando que isso poderia prejudicar as relações comerciais entre os EUA e China. Enquanto parlamentares têm fortemente apoiado as demandas dos manifestantes em Hong Kong, o presidente americano, Donald Trump, não tem adotado a mesma postura. No mês passado, o líder da Casa Branca disse que a situação no território autônomo se resolveria por si só. Fonte: Dow Jones Newswires

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;