Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Taxa de desocupação no 3º tri foi de 10,0% para homens e de 13,9% para mulheres



19/11/2019 | 11:30


A taxa de desemprego entre as mulheres brasileiras foi de 13,9% no terceiro trimestre do ano, significativamente superior à taxa de desocupação de 10,0% dos homens. Na média global, a taxa de desemprego foi de 11,8% no terceiro trimestre.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As taxas de desemprego mais elevadas entre as mulheres foram observadas em todas as grandes regiões. A taxa de desocupação mais alta para mulheres foi registrada no Nordeste (16,7%) e a mais baixa no Sul (9,8%).

No terceiro trimestre, o nível da ocupação dos homens foi estimado em 64,6%, enquanto o das mulheres era de 45,9%.

As mulheres representavam 53,3% da população desempregada no terceiro trimestre. O porcentual de mulheres entre os desocupados era superior ao de homens em todas as regiões.

No Centro-Oeste, a proporção das mulheres no contingente de desempregados foi o mais elevado: elas representavam 54,8% das pessoas em busca de uma vaga.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Taxa de desocupação no 3º tri foi de 10,0% para homens e de 13,9% para mulheres


19/11/2019 | 11:30


A taxa de desemprego entre as mulheres brasileiras foi de 13,9% no terceiro trimestre do ano, significativamente superior à taxa de desocupação de 10,0% dos homens. Na média global, a taxa de desemprego foi de 11,8% no terceiro trimestre.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As taxas de desemprego mais elevadas entre as mulheres foram observadas em todas as grandes regiões. A taxa de desocupação mais alta para mulheres foi registrada no Nordeste (16,7%) e a mais baixa no Sul (9,8%).

No terceiro trimestre, o nível da ocupação dos homens foi estimado em 64,6%, enquanto o das mulheres era de 45,9%.

As mulheres representavam 53,3% da população desempregada no terceiro trimestre. O porcentual de mulheres entre os desocupados era superior ao de homens em todas as regiões.

No Centro-Oeste, a proporção das mulheres no contingente de desempregados foi o mais elevado: elas representavam 54,8% das pessoas em busca de uma vaga.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;