Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Incêndio atinge centro
de Umbanda em Santo André

Aline Melo/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Incidente não deixou vítimas; imóvel já havia sido atingido por chamas no último dia 08 de novembro


Aline Melo

16/11/2019 | 18:08


Um incêndio de média proporção atingiu um centro de Umbanda localizado na Rua Alexandre Dumas, bairro Homero Thon, em Santo André, na tarde deste sábado. Segundo vizinhos, é a segunda vez este mês que o local é afetado pelas chamas, provavelmente, causadas pelas velas deixadas acesas. Uma viatura do Corpo de Bombeiros e duas da PM (Polícia Militar) foram destinadas para o atendimento da ocorrência.

Segundo informações da PM, o caso foi notificado às 16h50. Os bombeiros chegaram rapidamente e conteram as chamas, que destruíram parcialmente a parte da frente do imóvel onde funciona a Tenda de Umbanda e Casa da Encantada Cigana Esmeralda.

Vizinha do imóvel afetado, a dona de casa Eliana Rui Cecílio, 49 anos, foi quem chamou o socorro nas duas ocasiões em que o incêndio teve início. "Na sexta-feira (dia 08) já era mais de 23 horas quando vi a fumaça. Dessa vez, se os bombeiros não chegam logo, ia atingir o quarto do meu filho", lamentou.

A moradora relatou que na ocasião do primeiro incidente pediu ao proprietário do imóvel que deixasse um telefone de contato caso houvesse novo incêndio, mas que o responsável pelo centro não atendeu ao seu pedido. O caso será registrado no 6° DP (Vila Mazzei) como incêndio em residência. Se o responsável pelo centro não tiver autorização da Prefeitura para as atividades que são desenvolvidas no local pode sofrer algum tipo de sanção administrativa. O proprietário do imóvel não foi localizado nem identificado. 

VELAS

Na noite do dia 12 de outubro, o excesso de velas também ocasionou princípio de incêndio no velário da Igreja de Nossa Senhora Aparecida, de São Caetano. As paredes foram queimadas, mas o fogo não chegou a atingir a igreja, que manteve a programação de missas daquele final de semana.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Incêndio atinge centro
de Umbanda em Santo André

Incidente não deixou vítimas; imóvel já havia sido atingido por chamas no último dia 08 de novembro

Aline Melo

16/11/2019 | 18:08


Um incêndio de média proporção atingiu um centro de Umbanda localizado na Rua Alexandre Dumas, bairro Homero Thon, em Santo André, na tarde deste sábado. Segundo vizinhos, é a segunda vez este mês que o local é afetado pelas chamas, provavelmente, causadas pelas velas deixadas acesas. Uma viatura do Corpo de Bombeiros e duas da PM (Polícia Militar) foram destinadas para o atendimento da ocorrência.

Segundo informações da PM, o caso foi notificado às 16h50. Os bombeiros chegaram rapidamente e conteram as chamas, que destruíram parcialmente a parte da frente do imóvel onde funciona a Tenda de Umbanda e Casa da Encantada Cigana Esmeralda.

Vizinha do imóvel afetado, a dona de casa Eliana Rui Cecílio, 49 anos, foi quem chamou o socorro nas duas ocasiões em que o incêndio teve início. "Na sexta-feira (dia 08) já era mais de 23 horas quando vi a fumaça. Dessa vez, se os bombeiros não chegam logo, ia atingir o quarto do meu filho", lamentou.

A moradora relatou que na ocasião do primeiro incidente pediu ao proprietário do imóvel que deixasse um telefone de contato caso houvesse novo incêndio, mas que o responsável pelo centro não atendeu ao seu pedido. O caso será registrado no 6° DP (Vila Mazzei) como incêndio em residência. Se o responsável pelo centro não tiver autorização da Prefeitura para as atividades que são desenvolvidas no local pode sofrer algum tipo de sanção administrativa. O proprietário do imóvel não foi localizado nem identificado. 

VELAS

Na noite do dia 12 de outubro, o excesso de velas também ocasionou princípio de incêndio no velário da Igreja de Nossa Senhora Aparecida, de São Caetano. As paredes foram queimadas, mas o fogo não chegou a atingir a igreja, que manteve a programação de missas daquele final de semana.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;