Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Nelson Gonçalves posa para o Grande ABC

Há 30 anos, um dos maiores cantores brasileiros de todos os tempos ganhava um ensaio fotográfico assinado por Mauricio Pavan, repórter-fotográfico do Diário


Ademir Médici

17/11/2019 | 07:00


A maioria dessas fotos permanecia inédita. Foram tiradas em 31 de outubro de 1989. Os negativos originais fazem parte do Banco de Dados do Diário do Grande ABC, o principal arquivo fotográfico da região, com imagens de várias épocas, vários assuntos, que foram manchetes ou não.

Pesquisar esse mundo de instantâneos é mergulhar na história do Grande ABC e acompanhar a sua metamorfose ao longo das décadas.

No presente caso, Jacqueline Enger e Mauricio Pavan receberam como pauta entrevistar Nelson Gonçalves, que se preparava para um show em São Paulo.
Escreveu Jacqueline:
- O boêmio voltou. Enfim ele veio para um grande show – o último foi há cerca de seis anos, no Anhembi. Com seu vozeirão, Nelson Gonçalves ocupa o palco do Olympia por apenas quatro noites, nas quais pinta seu ‘auto-retrato’ – título do 116º disco de uma carreira de mais de 50 anos de boemia. Será acompanhado de banda e com dois convidados: o roqueiro Lobão e a sertaneja Roberta Miranda.

Aos 70 anos completados em junho de 1989, Nelson Gonçalves abriu o coração, falando de tudo um pouco, até do vício vencido da cocaína. Depoimento completado, foi a vez das fotos.

Mauricio Pavan não economizou nos clics. Usou como cenário as escadarias do Hotel Jandaia, onde o cantor se hospedou. Fez 25 fotos, das quais apenas três foram publicadas na edição de 2 de novembro de 1989 como capa do caderno Cultura & Lazer. As outras 22 imagens permaneciam inéditas.

Hoje todas as imagens estão digitalizadas. Documento histórico. O jornalismo a serviço da construção da memória. A ilustrá-las, as frases de Nelson Gonçalves:
- Canto tudo, canto rock: meu público é jovem.
- Boemia é diferente de bebericar.
- Amo Kipling (Rudyard Kipling, autor de língua inglesa, nascido na Índia), mas Proust é chato. Hoje, leio gibi.
- Música Popular Brasileira, onde cabe o samba-canção, o xaxado, o frevo, o maxixe.
- Não levanto bandeira contra a droga, só aviso que ela não leva a nada.

SALTOS HISTÓRICOS
Nelson Gonçalves nasceu em Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul, em 21 de junho de 1919 – há 100 anos, completados neste 2019.

Veio cedo para São Paulo. Em 1925, com 6 anos, já estava cantando com os pais pelas feiras livres.

O cantor falece em 18 de abril de 1998, no Rio de Janeiro, pouco mais de oito anos depois da entrevista concedida ao Diário.

Diário há 30 anos

Sexta-feira, 17 de novembro de 1989 – ano 32, edição 7225

Manchete – Eleições presidenciais: Lula e Brizola lutam pelo segundo turno; TSE faz a apuração lentamente; todos os candidatos criticam a baixa velocidade dos resultados
No ABC, PT vence e Maluf é o segundo.
Editorial – Perspectivas otimistas
Indústria – Um brasileiro, Miguel Carlos Barone, 50 anos, vai presidir a Volkswagen do Brasil pela primeira vez em 35 anos de atividade da empresa. Assumirá, em janeiro, em substituição a Heinz Gundlach.

Em 11 de novembro de...

1899 – Lei número 4 do município de São Bernardo cria o imposto sobre serraria a vapor ou engenho de serra.
1919 – Em férias, visita o distrito de Santo André o Dr. Joaquim Gomes Pinto, juiz de direito de Orlândia.
1959 – Câmara Municipal de Santo André aprova o funcionamento da Biblioteca Pública (hoje Nair Lacerda) também de manhã.
Falece, no Rio de Janeiro, o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos.

Hoje

- Dia Internacional da Tolerância
- Dia Nacional de Atenção à Dislexia (cf. lei número 13.085, de 8 de janeiro de 2015)

Santas do Dia

- Isabel da Húngria

ELISABETH. Eslováquia (1207-1213). Protagonizou o milagre do pão transformado em rosas
 

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 17 de novembro:

- Em São Paulo, Bálsamo. Fundado em 1920 e elevado a município em 1953, quando se separa de Mirassol. O nome deve-se ao Córrego do Bálsamo, cercado por muitos pés da planta do mesmo nome.
- Em Goiás, Aparecida do Rio Doce
- Na Paraíba, Dona Inês e Tavares
- No Mato Grosso, Feliz Natal, Gaúcha do Norte e Novo Mundo
- No Ceará, Maranguape
- No Mato Grosso do Sul, Paranhos
- Na Bahia, Rio do Pires]

Fonte: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nelson Gonçalves posa para o Grande ABC

Há 30 anos, um dos maiores cantores brasileiros de todos os tempos ganhava um ensaio fotográfico assinado por Mauricio Pavan, repórter-fotográfico do Diário

Ademir Médici

17/11/2019 | 07:00


A maioria dessas fotos permanecia inédita. Foram tiradas em 31 de outubro de 1989. Os negativos originais fazem parte do Banco de Dados do Diário do Grande ABC, o principal arquivo fotográfico da região, com imagens de várias épocas, vários assuntos, que foram manchetes ou não.

Pesquisar esse mundo de instantâneos é mergulhar na história do Grande ABC e acompanhar a sua metamorfose ao longo das décadas.

No presente caso, Jacqueline Enger e Mauricio Pavan receberam como pauta entrevistar Nelson Gonçalves, que se preparava para um show em São Paulo.
Escreveu Jacqueline:
- O boêmio voltou. Enfim ele veio para um grande show – o último foi há cerca de seis anos, no Anhembi. Com seu vozeirão, Nelson Gonçalves ocupa o palco do Olympia por apenas quatro noites, nas quais pinta seu ‘auto-retrato’ – título do 116º disco de uma carreira de mais de 50 anos de boemia. Será acompanhado de banda e com dois convidados: o roqueiro Lobão e a sertaneja Roberta Miranda.

Aos 70 anos completados em junho de 1989, Nelson Gonçalves abriu o coração, falando de tudo um pouco, até do vício vencido da cocaína. Depoimento completado, foi a vez das fotos.

Mauricio Pavan não economizou nos clics. Usou como cenário as escadarias do Hotel Jandaia, onde o cantor se hospedou. Fez 25 fotos, das quais apenas três foram publicadas na edição de 2 de novembro de 1989 como capa do caderno Cultura & Lazer. As outras 22 imagens permaneciam inéditas.

Hoje todas as imagens estão digitalizadas. Documento histórico. O jornalismo a serviço da construção da memória. A ilustrá-las, as frases de Nelson Gonçalves:
- Canto tudo, canto rock: meu público é jovem.
- Boemia é diferente de bebericar.
- Amo Kipling (Rudyard Kipling, autor de língua inglesa, nascido na Índia), mas Proust é chato. Hoje, leio gibi.
- Música Popular Brasileira, onde cabe o samba-canção, o xaxado, o frevo, o maxixe.
- Não levanto bandeira contra a droga, só aviso que ela não leva a nada.

SALTOS HISTÓRICOS
Nelson Gonçalves nasceu em Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul, em 21 de junho de 1919 – há 100 anos, completados neste 2019.

Veio cedo para São Paulo. Em 1925, com 6 anos, já estava cantando com os pais pelas feiras livres.

O cantor falece em 18 de abril de 1998, no Rio de Janeiro, pouco mais de oito anos depois da entrevista concedida ao Diário.

Diário há 30 anos

Sexta-feira, 17 de novembro de 1989 – ano 32, edição 7225

Manchete – Eleições presidenciais: Lula e Brizola lutam pelo segundo turno; TSE faz a apuração lentamente; todos os candidatos criticam a baixa velocidade dos resultados
No ABC, PT vence e Maluf é o segundo.
Editorial – Perspectivas otimistas
Indústria – Um brasileiro, Miguel Carlos Barone, 50 anos, vai presidir a Volkswagen do Brasil pela primeira vez em 35 anos de atividade da empresa. Assumirá, em janeiro, em substituição a Heinz Gundlach.

Em 11 de novembro de...

1899 – Lei número 4 do município de São Bernardo cria o imposto sobre serraria a vapor ou engenho de serra.
1919 – Em férias, visita o distrito de Santo André o Dr. Joaquim Gomes Pinto, juiz de direito de Orlândia.
1959 – Câmara Municipal de Santo André aprova o funcionamento da Biblioteca Pública (hoje Nair Lacerda) também de manhã.
Falece, no Rio de Janeiro, o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos.

Hoje

- Dia Internacional da Tolerância
- Dia Nacional de Atenção à Dislexia (cf. lei número 13.085, de 8 de janeiro de 2015)

Santas do Dia

- Isabel da Húngria

ELISABETH. Eslováquia (1207-1213). Protagonizou o milagre do pão transformado em rosas
 

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 17 de novembro:

- Em São Paulo, Bálsamo. Fundado em 1920 e elevado a município em 1953, quando se separa de Mirassol. O nome deve-se ao Córrego do Bálsamo, cercado por muitos pés da planta do mesmo nome.
- Em Goiás, Aparecida do Rio Doce
- Na Paraíba, Dona Inês e Tavares
- No Mato Grosso, Feliz Natal, Gaúcha do Norte e Novo Mundo
- No Ceará, Maranguape
- No Mato Grosso do Sul, Paranhos
- Na Bahia, Rio do Pires]

Fonte: IBGE

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;