Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

FIA confirma que Charles Leclerc perderá 10 posições no grid do GP do Brasil

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


15/11/2019 | 14:22


O monegasco Charles Leclerc vai perder 10 posições no grid de largada do GP do Brasil de Fórmula 1. O piloto da Ferrari sairá longe da pole position porque será punido por utilizar motor novo no autódromo de Interlagos, em São Paulo, neste fim de semana. A corrida está marcada para as 14h10 deste domingo.

Pelas regras da Fórmula 1, cada piloto pode usar apenas três motores por temporada. Leclerc, uma das sensações do campeonato, usará o seu quarto. O piloto de 22 anos contará com uma nova unidade de potência por causa dos problemas mecânicos que enfrentou em Austin, na etapa anterior, disputada nos Estados Unidos.

"Charles vai receber uma nova unidade de potência por causa dos danos causados ao seu motor em Austin", explicou Mattia Binotto no início da semana, referindo-se a um vazamento de óleo no carro do piloto de Mônaco. "Lá ele precisou usar um motor antigo e menos potente no sábado e no domingo". Para o chefe de equipe da Ferrari, a perda de posições no grid será compensada pela maior potência do novo motor.

Nos Estados Unidos, Leclerc fez boas exibições nos treinos livres, mas não passou do quarto lugar na corrida. Em solo brasileiro, ele segue na disputa direta com o holandês Max Verstappen pela terceira colocação geral do campeonato. No momento, o piloto da Ferrari soma 249 pontos, contra 235 do rival da Red Bull.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

FIA confirma que Charles Leclerc perderá 10 posições no grid do GP do Brasil


15/11/2019 | 14:22


O monegasco Charles Leclerc vai perder 10 posições no grid de largada do GP do Brasil de Fórmula 1. O piloto da Ferrari sairá longe da pole position porque será punido por utilizar motor novo no autódromo de Interlagos, em São Paulo, neste fim de semana. A corrida está marcada para as 14h10 deste domingo.

Pelas regras da Fórmula 1, cada piloto pode usar apenas três motores por temporada. Leclerc, uma das sensações do campeonato, usará o seu quarto. O piloto de 22 anos contará com uma nova unidade de potência por causa dos problemas mecânicos que enfrentou em Austin, na etapa anterior, disputada nos Estados Unidos.

"Charles vai receber uma nova unidade de potência por causa dos danos causados ao seu motor em Austin", explicou Mattia Binotto no início da semana, referindo-se a um vazamento de óleo no carro do piloto de Mônaco. "Lá ele precisou usar um motor antigo e menos potente no sábado e no domingo". Para o chefe de equipe da Ferrari, a perda de posições no grid será compensada pela maior potência do novo motor.

Nos Estados Unidos, Leclerc fez boas exibições nos treinos livres, mas não passou do quarto lugar na corrida. Em solo brasileiro, ele segue na disputa direta com o holandês Max Verstappen pela terceira colocação geral do campeonato. No momento, o piloto da Ferrari soma 249 pontos, contra 235 do rival da Red Bull.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;