Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Petrobras deixa de negociar ações na bolsa de valores da Argentina



11/11/2019 | 20:42


A Petrobras informou em fato relevante divulgado que esta segunda-feira foi o último dia de negociação das ações da companhia na Argentina, após decisão da empresa de retirar os papéis do regime de oferta pública naquele mercado.

A companhia informou que os investidores argentinos que tenham ações da Petrobras poderão mantê-las na Caja de Valores ou vendê-las em mercados estrangeiros onde estão listadas, arcando com os custos. Há a possibilidade ainda, pelos próximos quatro meses, de utilizar o BBVA Banco Francés S.A. para a venda das ações na bolsa brasileira (B3) com os custos de corretagem pagos pela Petrobras.

Após esse período, o BBVA continuará intermediando as transações por seis meses, porém com o custo de corretagem de 0,40% do valor de venda das ações a ser pago pelo próprio investidor.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Petrobras deixa de negociar ações na bolsa de valores da Argentina


11/11/2019 | 20:42


A Petrobras informou em fato relevante divulgado que esta segunda-feira foi o último dia de negociação das ações da companhia na Argentina, após decisão da empresa de retirar os papéis do regime de oferta pública naquele mercado.

A companhia informou que os investidores argentinos que tenham ações da Petrobras poderão mantê-las na Caja de Valores ou vendê-las em mercados estrangeiros onde estão listadas, arcando com os custos. Há a possibilidade ainda, pelos próximos quatro meses, de utilizar o BBVA Banco Francés S.A. para a venda das ações na bolsa brasileira (B3) com os custos de corretagem pagos pela Petrobras.

Após esse período, o BBVA continuará intermediando as transações por seis meses, porém com o custo de corretagem de 0,40% do valor de venda das ações a ser pago pelo próprio investidor.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;