Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Inter encerra jejum, volta à zona de acesso à Libertadores e amplia drama do Flu



10/11/2019 | 18:44


Após um empate e duas derrotas, o Internacional voltou a vencer no Campeonato Brasileiro para retornar a zona de acesso à Copa Libertadores. Na tarde deste domingo, quando foi disputada boa parte dos jogos da 32ª rodada, o time gaúcho contou com um primeiro tempo iluminado de William Pottker, que marcou dois gols - tinha feito apenas três até então em 2019 -, para bater o Fluminense, por 2 a 1, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Com o triunfo, o Inter subiu da oitava para a sétima colocação, com 49 pontos, mesma pontuação do Corinthians, que nesta jornada do torneio empatou com o Palmeiras, por 1 a 1, no sábado, e está atrás da equipe do Sul por ter menos vitórias (14 a 12). E o time colorado figura na área de classificação à Libertadores porque o Athletico-PR, campeão da Copa do Brasil e por isso já garantido no torneio continental, está entre os seis primeiros colocados, justamente em sexto lugar.

Enquanto isso, o Fluminense aparece na 16.ª colocação, com 34 pontos, e viu ser ampliado o seu drama na luta contra o rebaixamento. O time carioca está logo à frente do Botafogo, que tem 33 pontos e enfrenta o Avaí nesta segunda-feira, no Rio, com a chance de deixar a zona de queda à segunda divisão nacional e colocar o rival tricolor entre os quatro últimos da tabela.

O início do primeiro tempo foi bastante movimentado, com os dois times buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário, tanto que até os 25 minutos, a partida tinha 78% de bola rolando - recorde neste Brasileirão. Apesar da pressão gaúcha, foi o visitante que criou a primeira chance de gol. Logo aos seis minutos, Marcos Paulo puxou o contra-ataque e lançou Yony Gonzales, que invadiu a área pelo lado esquerdo e chutou cruzado para uma boa defesa do goleiro Marcelo Lomba.

O time carioca seguiu aproveitando o espaço na defesa para chegar com perigo pelo lado esquerdo e aos 10 minutos, Nenê obrigou o goleiro do Internacional a se esticar todo em um chute colocado de dentro da área.

Apesar disso, foram os donos da casa que conseguiram balançar a rede pela primeira vez. Aos 29 minutos, Guerrero recebeu na área e só escorou para o gol, mas como ele estava impedido, o árbitro invalidou o lance.

Mas, cinco minutos depois, aos 35, a bola entrou para valer. Guerreiro chutou de fora da área, Muriel foi tentar fazer a defesa, mas acabou falhando e soltando a bola nos pés de Willian Pottker, que não perdoou e mandou a bola para o fundo das redes.

Aos 39 minutos, o próprio camisa 99 marcou o segundo gol. D'Alessandro cobrou escanteio, a bola desviou em Victor Cuesta e sobrou livre para Pottker completar para o gol. Como a bola resvalou no braço do zagueiro colorado, o VAR analisou o lance por cerca de seis minutos, e posteriormente validou o tento e o atacante comemorou com um soco no ar. Até por conta disso, o primeiro tempo terminou com o placar de 2 a 0.

Atrás no placar, o Fluminense voltou para o segundo tempo atrás do empate. Tanto que após algumas tentativas frustradas nos primeiros minutos que foi bastante truncado no meio-campo, a equipe conseguiu diminuir o placar aos 27 minutos. Yony González roubou a bola no meio-campo e tocou para Welligton Nem, que avançou, se livrou do zagueiro Rodrigo Moledo e tocou para o fundo das redes na saída do goleiro Marcelo Lomba.

No minuto seguinte, o próprio Welligton Nem quase deixou tudo igual no placar. O atacante recebeu um toque açucarado de Marcos Paulo e bateu firme de primeira, mas desta vez o goleiro gaúcho conseguiu fazer uma boa defesa.

Do outro lado, aos 41 minutos, o volante Edenilson teve a chance de sacramentar a vitória. O meio-campista apareceu na área como homem surpresa e bateu no canto, mas Muriel conseguiu fazer a defesa. Já os minutos finais seguiram movimentados, mas o duelo terminou mesmo com o placar de 2 a 1.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da 33.ª rodada. No sábado, o Fluminense recebe o Atlético-MG, às 19h, no Maracanã. No domingo, o Internacional visita o Corinthians, em sua arena de Itaquera, às 16h.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 X 1 FLUMINENSE

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Heitor, Víctor Cuesta, Rodrigo Moledo e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson e D'Alessandro (Guilherme Parede); Paolo Guerrero (Rafael Sóbis), William Pottker (Nico López) e Patrick. Técnico: Zé Ricardo.

FLUMINENSE - Muriel; Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Allan, Yuri Lima (Lucão), Daniel e Nenê (Welligton Nem); Marcos Paulo (Guilherme) e Yony González. Técnico: Marcão.

GOLS - William Pottker, aos 35 e aos 39 minutos do primeiro tempo; Welligton Nem, aos 27 do segundo.

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

CARTÕES AMARELOS - Heitor, Paolo Guerrero e William Pottker (Internacional); Ganso (no banco de reservas) e Gilberto (Fluminense).

CARTÃO VERMELHO - Ailton Ferraz (auxiliar do Fluminense).

RENDA - R$ 258.485,00.

PÚBLICO - 11.180 pagantes (13.251 no total).

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Inter encerra jejum, volta à zona de acesso à Libertadores e amplia drama do Flu


10/11/2019 | 18:44


Após um empate e duas derrotas, o Internacional voltou a vencer no Campeonato Brasileiro para retornar a zona de acesso à Copa Libertadores. Na tarde deste domingo, quando foi disputada boa parte dos jogos da 32ª rodada, o time gaúcho contou com um primeiro tempo iluminado de William Pottker, que marcou dois gols - tinha feito apenas três até então em 2019 -, para bater o Fluminense, por 2 a 1, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Com o triunfo, o Inter subiu da oitava para a sétima colocação, com 49 pontos, mesma pontuação do Corinthians, que nesta jornada do torneio empatou com o Palmeiras, por 1 a 1, no sábado, e está atrás da equipe do Sul por ter menos vitórias (14 a 12). E o time colorado figura na área de classificação à Libertadores porque o Athletico-PR, campeão da Copa do Brasil e por isso já garantido no torneio continental, está entre os seis primeiros colocados, justamente em sexto lugar.

Enquanto isso, o Fluminense aparece na 16.ª colocação, com 34 pontos, e viu ser ampliado o seu drama na luta contra o rebaixamento. O time carioca está logo à frente do Botafogo, que tem 33 pontos e enfrenta o Avaí nesta segunda-feira, no Rio, com a chance de deixar a zona de queda à segunda divisão nacional e colocar o rival tricolor entre os quatro últimos da tabela.

O início do primeiro tempo foi bastante movimentado, com os dois times buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário, tanto que até os 25 minutos, a partida tinha 78% de bola rolando - recorde neste Brasileirão. Apesar da pressão gaúcha, foi o visitante que criou a primeira chance de gol. Logo aos seis minutos, Marcos Paulo puxou o contra-ataque e lançou Yony Gonzales, que invadiu a área pelo lado esquerdo e chutou cruzado para uma boa defesa do goleiro Marcelo Lomba.

O time carioca seguiu aproveitando o espaço na defesa para chegar com perigo pelo lado esquerdo e aos 10 minutos, Nenê obrigou o goleiro do Internacional a se esticar todo em um chute colocado de dentro da área.

Apesar disso, foram os donos da casa que conseguiram balançar a rede pela primeira vez. Aos 29 minutos, Guerrero recebeu na área e só escorou para o gol, mas como ele estava impedido, o árbitro invalidou o lance.

Mas, cinco minutos depois, aos 35, a bola entrou para valer. Guerreiro chutou de fora da área, Muriel foi tentar fazer a defesa, mas acabou falhando e soltando a bola nos pés de Willian Pottker, que não perdoou e mandou a bola para o fundo das redes.

Aos 39 minutos, o próprio camisa 99 marcou o segundo gol. D'Alessandro cobrou escanteio, a bola desviou em Victor Cuesta e sobrou livre para Pottker completar para o gol. Como a bola resvalou no braço do zagueiro colorado, o VAR analisou o lance por cerca de seis minutos, e posteriormente validou o tento e o atacante comemorou com um soco no ar. Até por conta disso, o primeiro tempo terminou com o placar de 2 a 0.

Atrás no placar, o Fluminense voltou para o segundo tempo atrás do empate. Tanto que após algumas tentativas frustradas nos primeiros minutos que foi bastante truncado no meio-campo, a equipe conseguiu diminuir o placar aos 27 minutos. Yony González roubou a bola no meio-campo e tocou para Welligton Nem, que avançou, se livrou do zagueiro Rodrigo Moledo e tocou para o fundo das redes na saída do goleiro Marcelo Lomba.

No minuto seguinte, o próprio Welligton Nem quase deixou tudo igual no placar. O atacante recebeu um toque açucarado de Marcos Paulo e bateu firme de primeira, mas desta vez o goleiro gaúcho conseguiu fazer uma boa defesa.

Do outro lado, aos 41 minutos, o volante Edenilson teve a chance de sacramentar a vitória. O meio-campista apareceu na área como homem surpresa e bateu no canto, mas Muriel conseguiu fazer a defesa. Já os minutos finais seguiram movimentados, mas o duelo terminou mesmo com o placar de 2 a 1.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da 33.ª rodada. No sábado, o Fluminense recebe o Atlético-MG, às 19h, no Maracanã. No domingo, o Internacional visita o Corinthians, em sua arena de Itaquera, às 16h.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 X 1 FLUMINENSE

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Heitor, Víctor Cuesta, Rodrigo Moledo e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson e D'Alessandro (Guilherme Parede); Paolo Guerrero (Rafael Sóbis), William Pottker (Nico López) e Patrick. Técnico: Zé Ricardo.

FLUMINENSE - Muriel; Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Allan, Yuri Lima (Lucão), Daniel e Nenê (Welligton Nem); Marcos Paulo (Guilherme) e Yony González. Técnico: Marcão.

GOLS - William Pottker, aos 35 e aos 39 minutos do primeiro tempo; Welligton Nem, aos 27 do segundo.

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

CARTÕES AMARELOS - Heitor, Paolo Guerrero e William Pottker (Internacional); Ganso (no banco de reservas) e Gilberto (Fluminense).

CARTÃO VERMELHO - Ailton Ferraz (auxiliar do Fluminense).

RENDA - R$ 258.485,00.

PÚBLICO - 11.180 pagantes (13.251 no total).

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;