Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Riscos climáticos podem afetar política monetária, diz diretor do Fed



09/11/2019 | 14:03


Os riscos derivados das mudanças climáticas podem afetar responsabilidades específicas do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), como política monetária, estabilidade financeira, regulação e supervisão financeira, assuntos comunitários e de consumidores e pagamentos, afirmou a membro do conselho de diretores do Fed Lael Brainard.

Em discurso preparado para a conferência sobre a "Economia das Mudanças Climáticas" organizada pelo Fed de San Francisco, a economista apontou ontem que a necessidade de o BC americano analisar e se adaptar às mudanças climáticas "não é menos verdadeira" que o dever relacionado à globalização e à revolução da tecnologia da informação.

"Projeta-se que os riscos climáticos tenham profundos efeitos sobre a economia e o sistema financeiro dos EUA", disse. "Para cumprir nossas responsabilidades essenciais, será importante o Federal Reserve estudar as implicações das mudanças climáticas para a economia e o sistema financeiro e adaptar o nosso trabalho de acordo com isso."

Ela deu o exemplo de que formuladores de política monetária terão de avaliar acuradamente como desastres como furacões, incêndios florestais e enchentes afetam mercados de trabalho, gastos de famílias e empresas, produção e preços. "Ao decidir sobre alterar a política monetária, ou, em vez disso, 'olhar além' desses choques, formuladores de política terão de avaliar a provável persistência dos efeitos e quão abrangentes eles são."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Riscos climáticos podem afetar política monetária, diz diretor do Fed


09/11/2019 | 14:03


Os riscos derivados das mudanças climáticas podem afetar responsabilidades específicas do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), como política monetária, estabilidade financeira, regulação e supervisão financeira, assuntos comunitários e de consumidores e pagamentos, afirmou a membro do conselho de diretores do Fed Lael Brainard.

Em discurso preparado para a conferência sobre a "Economia das Mudanças Climáticas" organizada pelo Fed de San Francisco, a economista apontou ontem que a necessidade de o BC americano analisar e se adaptar às mudanças climáticas "não é menos verdadeira" que o dever relacionado à globalização e à revolução da tecnologia da informação.

"Projeta-se que os riscos climáticos tenham profundos efeitos sobre a economia e o sistema financeiro dos EUA", disse. "Para cumprir nossas responsabilidades essenciais, será importante o Federal Reserve estudar as implicações das mudanças climáticas para a economia e o sistema financeiro e adaptar o nosso trabalho de acordo com isso."

Ela deu o exemplo de que formuladores de política monetária terão de avaliar acuradamente como desastres como furacões, incêndios florestais e enchentes afetam mercados de trabalho, gastos de famílias e empresas, produção e preços. "Ao decidir sobre alterar a política monetária, ou, em vez disso, 'olhar além' desses choques, formuladores de política terão de avaliar a provável persistência dos efeitos e quão abrangentes eles são."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;